Também foi pedido que a Força Nacional atue em Caicó

O outro ofício pedindo a ajuda de forças militares federais para atuar em Caicó, foi encaminhado ao Ministro da Justiça, Torquato Jardim. A grave crise de insegurança pública no Rio Grande do Norte e a falta de policiamento nas ruas que tem provocado diversas ações criminosas, também foi um dos pontos usados para a justificativa. Nesse caso, a Prefeitura pede a Força Nacional de Segurança. Atualmente, o efetivo existente no estado, está em Natal e em Mossoró.

Entre outras justificativas está o fato de Caicó ter aproximadamente 70 mil habitantes, sendo o principal município da Região Seridó, aonde já foram registradas ações criminosas de tráfico de drogas, roubos de veículos, cargas e atentados contra carros fortes. Na cidade, ainda está localizada toda a rede bancária e de serviços públicos estaduais e federais.



Ofício pede emprego de homens do Exército nas ruas de Caicó

Sobre os ofícios pedindo a atuação das Forças Federais em Caicó, um dos documentos foi encaminhado neste sábado (30), ao Ministro da Defesa, Raul Jungmann, para que seja feito o emprego do Exército Brasileiro na cidade.

A justificativa é a grave crise de insegurança pública instalada no Rio Grande do Norte e a falta de policiamento nas ruas que tem provocado diversas ações criminosas.

O fato de existir um presídio em Caicó também foi levado em conta. A unidade prisional atualmente tem mais de 400 internos cumprindo penas e com integrantes de facções criminosas que atuam nos presídios do Rio Grande do Norte e em São Paulo.

Uma sugestão levantada seria a de empregar os militares do 1º Batalhão de Engenharia e Construção que estão instalados em Caicó, sem ter a necessidade de trazer homens de outros batalhões.



OAB e Prefeitura pedem forças armadas para Caicó

O presidente da Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil em Caicó, Marx Hélder Fernandes, confirmou ao Blog Sidney Silva, neste sábado (30), que encaminhou oficio ao Governo do Estado e ao Ministério da Justiça, solicitando que as tropas federais que estão atuando em Natal e em Mossoró, também sejam enviadas para a região Seridó, tendo Caicó, como base.

Ele confirmou também que a Prefeitura fez o mesmo e expediu oficio com o pleito reforçando a necessidade da presença das forças armadas na principal cidade da região.

No pensamento do presidente Marx Hélder, o que está acontecendo em Natal poderá migrar para o interior, principalmente, quando o trabalho dos militares começar a surtir o efeito desejado que é coibir a prática de crimes diversos como está ocorrendo. Como o interior, a exemplo da capital e suas cidades da região metropolitana estão sem efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil, os delitos podem começar a “explodir” nas cidades menores.

Não houve, ainda, respostas aos ofícios.



Saiba os locais e horários de missa no Réveillon em Caicó

A Pastoral da Comunicação – Pascom divulgou os horários e locais das missas do Réveillon nas paróquias da cidade de Caicó.

Confira:

PARÓQUIA DE SANTO ESTEVÃO DIÁCONO

**Domingo, 31 de dezembro

07h – Missa na Matriz de Santo Estevão;

17h – Missa na Capela de N. S. das Graças (ITANS);

19h – Missa na Matriz de Santo Estevão;

**Segunda, 1 de janeiro

10h – Missa na Capela de N. S. da Conceição (Barra da Espingarda);

17h – Missa na Capela de São Francisco (Umari);

19h – Missa na Matriz de Santo Estevão;

PARÓQUIA DE SANT’ANA

**DOMINGO – 31/12 – ANO NOVO

6h30 – Missa na Catedral

8h30 – Missa no Santuário do Rosário

23h – Missa de Ano Novo – Catedral

**SEGUNDA-FEIRA – 01/01/2018

8H30 – Missa no Santuário do Rosário

19h – Missa na Catedral

PARÓQUIA DE SANTA CRUZ – BARRA NOVA – CAICÓ

**DOMINGO – 31/12

23H – Missa de Ano Novo na Matriz de Santa Cruz

**SEGUNDA-FEIRA – 01/01 – DIA DE MARIA MÃE DE DEUS – DIA MUNDIAL DA PAZ

6h30  – Missa na Matriz de  Santa Cruz

16h –  Missa no Frei Damião

19h –  Missa na Matriz da Santa Cruz



Sancionada lei que proíbe queimada de lixo nas vias públicas de Caicó

Lei proíbe que lixo seja queimado em via pública na cidade de Caicó

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, sancionou a lei que proíbe no âmbito do município utilizar-se de queimadas para a limpeza de terrenos, para a incineração de resíduos nas vias públicas e no interior de imóveis, públicos ou particulares.  É vedado também, efetuar queimadas, em qualquer local, de materiais que contenham substâncias tóxicas, e que possibilite risco à saúde.

Os proprietários dos terrenos ou o indivíduo que atear fogo no passeio público ou nas vias públicas e/ou for flagrado queimando produtos tóxicos, e que desrespeitar os preceitos impostos por esta Lei, incorrerá em penalidades que será fixada nesta Lei.

Será responsável e considerado autor do ato de infração a presente Lei, aquele indivíduo, que por quaisquer motivos for identificado realizando queimadas, incorrendo em multas de até um salário mínimo vigente, respeitando as especificidades de cada caso.

Todo o ato infracional deverá ser identificado mediante lavratura de auto de infração, e poderá ser acionado em conformidade com a Lei Federal nº 9.605. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente ficará responsável pela fiscalização e aplicação das penalidades e multas previstas nesta Lei.

O Poder Executivo Municipal poderá firmar termo de cooperação técnica com o Grupamento do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, e a Defesa Civil do Município, para contribuir na fiscalização, bem como, no atendimento de ocorrências infracionais.

Os recursos financeiros arrecadados com as multas previstas por esta Lei serão considerados como ingressos ordinários livres em conta bancária do município e serão destinados em sua totalidade ao Fundo Municipal de Meio Ambiente para as suas finalidades legais.

Qualquer munícipe poderá denunciar por meio do telefone disponível ao atendimento pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente ou pelo telefone 193 do Corpo de Bombeiros, qualquer infração cometida e que vai de encontro às normas impostas por esta Lei.



Caicoenses são assaltados na saída de condomínio em Natal

A violência continua se espalhando em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Dessa vez, uma família caicoense foi vítima da ação de ladrões. Por volta das 21hs10min da noite desta sexta-sexta (29), José Rubens de Araújo, sua filha Camila Gurgel e a neta de 2 anos, foram abordados quando saíam de casa em um condomínio no Bairro de Morro Branco. Eram três homens armados com revólveres. Eles queriam o carro, um veículo Honda Civic LXR, ano 2015, de cor branca e placas QGR0007, com inscrição em Caicó.

De acordo com o relato que a própria vítima fez em uma rede social, o carro foi tomado de assalto e levado junto com as malas que portavam roupas e objetos pessoais. Também foram levados celulares.

Nós estávamos saindo do condomínio para viajarmos para Caicó quando fomos trancados pelos ladrões que estavam em uma veículo Honda Civic de cor escura. Estou sem comunicação pois levaram o celular. As armas deles ficaram apontadas em nossa direção o tempo todo“, relatou José Rubens.



Presidente da Subsecção da OAB em Caicó critica fato de tropas federais atuarem só em Natal e Mossoró

Advogado Marx Helder Fernandes, criticou falta de ações das forças armadas no Seridó

O presidente da Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil em Caicó, advogado Marx Helder Fernandes, criticou o fato de a região Seridó não ter sido incluída na área de atuação das forças armadas que chegaram nesta sexta-feira (29), ao Rio Grande do Norte, para fazer patrulhamento nas ruas por causa da paralisação dos serviços por parte das polícias Civil e Militar.

Qual problema o Governo do RN tem com a região do Seridó? Existe diferença no combate à segurança que deve ser exercida em Mossoró, Natal e na região do Seridó ou alto Oeste do RN? Não é possível que se observe de forma inerte esta disposição do Governo em apenas acabar com os holofotes da insegurança nas principais regiões turísticas do RN, em praias, em detrimento ao resto da população. Absurdo! É preciso que a camadas sociais e representativa da sociedade se unam e cobrem da nossa classe política e dos gestores o tratamento ISONÔMICO“, destaca.

Como presidente da OAB em Caicó, Marx Helder disse que vai encaminhar oficios sugerindo aos prefeitos do Seridó que enviem pedidos de SOCORRO ao Governo Federal. “Talvez eles não saibam que existem outras regiões em nosso Estado. Só pode!“, disse.

Em nota da OAB no Rio Grande do Norte, eles também falaram sobre o assunto, dizendo que: “Por outro lado, neste momento de urgente intervenção estatal na segurança pública, é necessário que a constante convocação de tropas federais para garantir a segurança da população se estenda a todas as regiões, sobretudo nas maiores cidades do interior do estado, como Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros, onde a violência também tem afastado os cidadãos das ruas“.