Diagnóstico da Criança e do Adolescente em Caicó está na fase final

Coleta de dados está na fase final

O município de Caicó está concluído mais uma fase da elaboração do diagnóstico da criança e do adolescente. Esta é a fase final de coleta e organização dos dados. Ao final desta fase, um relatório será apresentado e os dado serão publicados em uma plataforma digital. O diagnóstico tem o objetivo de identificar os principais problemas de criança e adolescente do município.

“Estamos já em uma fase final do diagnóstico. Começamos, agora, a análise dos dados e vamos publicar todos os resultados completos. Esse diagnóstico começou em 2017 quando uma comissão foi formada em Caicó. Foram coletados dados locais como por exemplo, nas delegacias, nas organizações sociais, prefeitura, promotoria, organizações governamentais que atendem crianças e adolescentes”, explicou Veruska Gladini, responsável pela Fluxo Consultoria, empresa responsável pela capacitação e consultoria da equipe.

Para o presidente do Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente de Caicó, Santiago Júnior, o diagnóstico da criança e do adolescente do município é uma forma do município nortear as ações e os investimentos para as crianças e os adolescentes.

“O diagnóstico é um produto para que possamos planejar ações para crianças e adolescentes do nosso município. É um documento importante e que todos os municípios do Brasil estão se mobilizando para a sua construção e os próprios financiadores de fundos de infância e adolescência mencionam a necessidade terem um diagnóstico para se elaborar um plano de ação”, destacou o presidente.



Ivonete Dantas solicita construção de galeria no bairro Darci Fonseca, em Caicó

Ivonete Dantas solicita construção de galeria no bairro Darci Fonseca, em Caicó

A vereadora Ivonete Dantas solicitou ao município de Caicó que seja construída uma galeria na rua Antônio, no bairro Darci Fonseca, em Caicó. A solicitação foi feita na sessão de hoje quarta-feira (11/06) e será encaminhada, através de ofício, ao município de Caicó.

Em sua justificativa, Ivonete afirmou que é uma cobrança dos moradores do bairro. “A população que mora nessa parte do bairro nos procurou para informar que está prejudicada e o deslocamento das pessoas pela referida rua do bairro causa transtornos. Dessa forma, cobramos celeridade e urgência para que essa obra possa ser feita”, justificou.



Ivonete Dantas solicita pavimentação no bairro Paraíba

Ivonete Dantas solicita pavimentação no bairro Paraíba

A vereadora Ivonete Dantas solicitou ao município de Caicó que seja feita pavimentação à paralelepípedo nas ruas Moacir Maurício Dantas e José Relva de Lima, no bairro Paraíba, em Caicó. A solicitação foi feita na sessão de hoje segunda-feira (11/06) e será encaminhada, através de ofício, ao município de Caicó.

Em sua justificativa, Ivonete mostrou a necessidade do serviço de pavimentação. “Os moradores alegam que a falta da pavimentação dificulta a locomoção das pessoas que residem na rua. Com isso, tráfego de veículos no bairro está totalmente prejudicado, por isso os moradores nos procuraram para reclamar e cobrar providências”, justificou.



TRE-RN informa números de atendimentos do Cadastro Eleitoral no estado

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) informa os números de atendimentos realizados no dia 09 de maio, data que marcou o fechamento do Cadastro Eleitoral em todo o país, visando as eleições 2018.

Somente na quarta-feira (09), último dia do Cadastro Eleitoral, foram atendidos nos cartórios eleitorais do RN 10.866 eleitores, número que corresponde aos seguintes serviços: 4607 Inscrições 1º Título, 2596 Transferências, 3608 Revisões (biometria, atualização de nome, etc.) e 55 segunda via de título; Total: 10.866 eleitores atendidos no RN em 09 de maio.

Período de Cadastro Eleitoral começou em novembro de 2016

No RN o período de Cadastro Eleitoral e regularização, para as eleições 2018, foi iniciado em 07 de novembro de 2016. Desta data até 09 de maio de 2018, foram atendidos 721.052 eleitores, correspondendo aos serviços:

84.602 Inscrições 1º Titulo;

66.731 Transferências;

565.884 Revisões;

3835 segunda via de título;

Total: 721.052 eleitores atendidos no RN de 07/11/2016 à 09/05/2018.

O número é elevado devido aos trabalhos realizados pelo TRE-RN para o cadastramento biométrico da população potiguar, ao longo deste período. O RN está com 100% da população biometrizada, ou seja, nas eleições 2018, 100% do eleitorado potiguar votará a partir da identificação biométrica.

TSE divulgará números finais do eleitorado de cada município

De acordo com a Secretaria de Tecnologia de Informação do TRE – RN, com a concretização dos números do Cadastro Eleitoral no RN, os dados serão encaminhados ao Tribunal Superior Eleitoral, que fará a sistematização dos cadastros de todos os estados, assim como o cruzamento de dados. O TSE fará a divulgação dos números finais do eleitorado de cada município.



ELEIÇÕES 2018: e-Título pode ser baixado a qualquer momento até o dia da votação

E-Titulo é um aplicativo para smartphone

Os eleitores que estão em dia com a Justiça Eleitoral e desejam atendimento apenas para impressão da segunda via do título podem ficar despreocupados, pois o aplicativo e-Título substitui o documento na hora de votar. Basta baixar o aplicativo, disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets.

O aplicativo apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. Após baixá-lo, basta que o eleitor insira seus dados pessoais.

O aplicativo foi atualizado esta semana e, a partir de agora, também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular.

De acordo com o TSE, é importante preencher os dados pessoais exatamente como eles estão registrados no Cadastro Eleitoral, pois, na hora de preencher os dados no aplicativo, se houver preenchimento de alguma informação em discordância com aquela lançada no documento original, o sistema não validará o cadastro. Se o eleitor já tiver realizado o recadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais) junto à Justiça Eleitoral, a versão do e-Título virá acompanhada da foto do eleitor, o que facilitará a identificação na hora do voto.

Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nesse caso, o eleitor está obrigado a levar outro documento oficial com foto para se identificar ao mesário durante a votação.