Obra da nova rodoviária de Caicó se arrasta há 10 anos sem previsão de término

A obra do novo terminal rodoviário de Caicó, que será localizado ao lado do Presídio “O Pereirão”, na saída da cidade para São José do Seridó, que foi iniciada há 10 anos, ainda na gestão do então prefeito Bibi Costa, segue sem ser concluída. Ou seja, estamos com a terceira gestão municipal em andamento desde então sem que a Rodoviária fique pronta.

Esta semana, o radialista Rosivan Amaral, fez reportagem no local, em seu canal de notícias nas redes sociais, o Caicó em Foco, e mostrou a situação do prédio em obra.

A informação que chegou para ele é que os funcionários da empresa contratada para erguer a rodoviária, estão trabalhando na obra da Praça do Bairro Soledade.

Como assim?

Os funcionários da empresa que deveria concluir a obra da rodoviária estão trabalhando na obra da Praça? e a empresa é a mesma? Se for, a empresa não tem funcionários suficientes para dar conta das duas?

Confesso que não entendi.

Veja o vídeo da reportagem feita por Rosivan Amaral



Caicó entre as cidades com casos confirmados de raiva animal em morcegos em 2018

Casos de raiva animal em morcegos foram confirmados no RN

A Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (Suvam) da Sesap está orientando a população para os cuidados com morcegos, pois tem sido registrado aumento no número de casos de raiva nesses animais. Até o momento, no Rio Grande do Norte, dos 21 casos de raiva animal diagnosticados laboratorialmente, 17 ocorreram em morcegos. Esses casos positivos já superam os registros de morcegos raivosos do ano passado inteiro.

Os 17 casos de raiva em morcegos de 2018 foram procedentes de nove municípios do estado: Caicó, Canguaretama, Guamaré, Natal, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Serra Caiada e Taipu. Desse total, oito morcegos raivosos foram de Natal, dois de Serra Caiada e os outros municípios citados notificaram cada um quiróptero com raiva.

Continue lendo



ADEPOL cobra realização do concurso público prometido pelo Governo

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN  (Adepol/RN) protocolou ofícios endereçados às secretarias estaduais de Segurança Pública e de  Administração e Recursos Humanos  cobrando a publicação do edital para o concurso da Polícia Civil. O lançamento do certame teve prazo dado pelo governador Robinson Faria em mais de uma ocasião. Tal prazo foi exaurido e até agora o governo do Estado não se pronunciou.

A Adepol/RN lembra que um processo administrativo (nº 98365/*2015-1) já existe para a criação do concurso e pede que haja prioridade para a tramitação do documento. “Inclusive no dia 21 de maio, foi estipulado um prazo máximo de 70 dias para a publicação do edital do concurso , porém até hoje, não há notícias do início do certame.” diz o documento enviado às secretarias.

Continue lendo



TRE-RN promove ‘Ciclo de Palestras’ sobre as Eleições 2018 nesta sexta-feira (10)

As Eleições 2018 se aproximam e os preparativos para o pleito seguem a todo valor. Na próxima sexta-feira (10), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), através da Escola Judiciária Eleitoral do RN (EJERN), realiza mais uma edição do ‘Ciclo de Palestras da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte’. O evento acontece de 08h às 18h00, no Auditório do Centro de Operações da Justiça Eleitoral (COJE), localizado na Rua da Torre, s/n – Tirol. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas gratuitamente através deste link: http://www.tre-rn.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/ciclo-de-palestras-2018

Continue lendo



Parelhas: MPRN recomenda que Prefeitura reduza gastos com pessoal

A Promotoria de Justiça de Parelhas publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (8) uma recomendação para que a Prefeitura adote as medidas de redução de despesas com pessoal, até que sejam reconduzidas a patamar inferior ao limite prudencial previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, ou seja, de 51,3% da Receita Corrente Líquida. Segundo os últimos dados extraídos do site do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE/RN), Parelhas encontra-se com índice de 67,54% de comprometimento, quando o limite legal máximo deve ser 54%.

Continue lendo



Pesquisa sobre Segurança Pública vai levantar prioridades para o setor no RN

Delegada, Paoulla Maués, se reuniu com presidente do TJRN

Paoulla Maués, presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Adepol/RN), reuniu-se com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira, para divulgar a realização da pesquisa de opinião pública “Eu decido a segurança do RN”.

O dirigente do Poder Judiciário destacou durante o encontro a importância do levantamento, que vai colher o posicionamento do cidadão potiguar sobre quais são as prioridades para a segurança pública. Com isso a associação vai poder encaminhar e discutir essas sugestões junto aos oito candidatos ao governo do Estado, com eleição marcada para 7 de outubro.

Para acessar a pesquisa clique aquihttps://www.eudecidoasegurancadorn.com.br

A pesquisa é fruto de uma parceria entre a Adepol e a inPACTA-UFRN (Incubadora de Processos Acadêmicos, Científicos e Tecnológicos Aplicados da Escola de Ciências e Tecnologia). Segundo Paoulla “A ideia é extrair uma percepção da população a respeito da segurança pública, quais são os crimes que causam maior preocupação para a população do Rio Grande do Norte, o que eles mais temem, quais são as prioridades que eles elegem para que o próximo governador execute na área da segurança”.

Para a presidente da Adepol é importante que os responsáveis pela segurança formal do Estado estejam unidos e engajados para articular com todos os atores neste processo de construção de uma sociedade mais segura.



Estudo de Alternativas de Sistemas Adutores será apresentado em Currais Novos

Estudo será discutido em reunião na cidade de Currais Novos

Na próxima terça-feira (14) será apresentado em Currais Novos o Estudo de Alternativas de Sistemas Adutores para a região do Seridó Potiguar. De acordo com Paulo Lopes Varella Neto, presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Piancó-Piranhas-Açu, o objetivo do estudo é garantir suprimento de água para o consumo humano e atividades produtivas envolvendo todos os municípios da região.

A apresentação tem início previsto para as 08h30 no auditório Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental – AMSO, que funciona na Avenida Teotônio Freire, nº 1296 – Bairro JK em Município: Currais Novos.

Quem desejar informações basta contatar o Centro de Apoio do CBH-PPA, através do seu Coordenador, Sr. Emídio Gonçalves de Medeiros, pelos telefones: (84) 3417-2948 e 98896-1840 ou pelo endereço eletrônico coordenador-cbh-ppa@adese.com.br, ou o Sr. Marcone de Medeiros Nunes, Secretário, através dos telefones (84) 3417-2948 e 98896-1839 ou pelo endereço eletrônico secretario-cbh-ppa@adese.com.br



Nélter diz que decisão que torna seus bens indisponíveis é “absurda”

O deputado estadual Nélter Queiroz, emitiu nota dizendo que a decisão que determinou a indisponibilidade de seus bens junto com uma ex-servidora da ALRN, é absurda.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte conseguiu que a Justiça potiguar decretasse a  indisponibilidade de bens do deputado Nelter Lula Queiroz e de uma servidora “fantasma” da Assembleia Legislativa, Kadydja Rosely, até o valor de R$ 1.018.825,71. A determinação do desembargador  Ibanez Monteiro reforma decisão anterior de primeira instância, que tinha sido proferida pela 4ª vara da Fazenda Pública de Natal e atende a um recurso interposto pelo MPRN.

Na nota, Nélter diz que:

1) Recebi com surpresa a notícia hoje, pela mídia, já que o Juiz, na 1ª instância, havia negado o pedido em liminar do MPRN – o que deixou claro que a acusação contra mim é absurda –, e por que tenho consciência de que não fiz nada que justificasse isso;

2) Não fui beneficiário de um único centavo, sequer, de maneira ilícita, e também não fui partícipe de qualquer ilegalidade, como supõe a acusação;

3) Não tenho qualquer responsabilidade em relação aos fatos objeto da ação judicial e isso será provado em juízo novamente, pois cumpro com minhas atribuições parlamentares rigorosamente.

Aos amigos e às amigas da luta diária e incansável pelo bem do nosso Estado, reafirmo a tranquilidade de quem confia na justiça, ciente de que este mal entendido (que me associarem à investigação em curso) será reparado brevemente.

Continue lendo



Penas pecuniárias: comarca de Parelhas destina R$ 63 mil a projetos sociais

Diversas instituições e projetos sociais executados na comarca de Parelhas e região foram beneficiadas com a destinação de recursos oriundos da aplicação de penas pecuniárias pelo Poder Judiciário. No último dia 31 de julho, a juíza da comarca, Ana Maria Marinho de Brito, realizou a entrega de alvarás de liberação dos valores para os beneficiários.

O montante é de R$ 63.099,57, arrecadados por meio do pagamento de penas pecuniárias referente aos depósitos de fianças do Juizado Especial Criminal e processos penais da Justiça Comum.

Continue lendo