Passeatas do Agricultor e Trabalhador acontecem no domingo (30) em Caicó

Pelo menos quatro mobilizações políticas foram agendadas junto a Justiça Eleitoral de Caicó para o próximo final de semana.

De acordo com o Cartório da 25ª Zona Eleitoral, o candidato a deputado estadual, Vivaldo Costa, realiza a passeata do agricultor na tarde/noite de domingo (30), saindo do largo do estádio Marizão em direção a Praça Manoel Félix no Bairro Paraíba. No mesmo horário, o candidato, Adjuto Dias, fará a passeata do trabalhado. A saída está prevista para acontecer na Praça do Entroncamento, na zona oeste em direção a Rua Pedro Velho, no centro da cidade.

A Justiça Eleitoral terá o apoio da Polícia Militar para garantir a ordem e a segurança nos dois eventos que tradicionalmente reúne muita gente.

A concentração, trajeto, horário, entre outros detalhes das mobilizações, foram acertados em reunião com o juiz Luiz Cândido Villaça, o promotor Geraldo Rufino, entre outras autoridades e representantes dos candidatos.



Caicó: Sessões eleitorais da Escola Antônio Aladim serão instaladas no Sesc

Justiça Eleitoral faz mudanças em locais de votação

Pelo menos dois lugares de votação de Caicó, mudaram. Os eleitores que votam nas sessões instaladas na Escola Antônio Aladim (que está interditada e aguarda por reforma), votarão nas dependências do Sesc, que fica ao lado. Lá, funcionarão as sessões: 71, 72, 73, 74, 75, 76, 77, 87, 99, 107, 112, 113, 114, 122 e 130.

Outra mudança também aconteceu na zona norte. Os eleitores que votam na Escola Liberdade do Saber, votarão na Escola Raimundo Guerra. Lá, funcionará a sessão 134.

O edital com as mudanças foi divulgado pela 25ª Zona Eleitoral, nesta quarta-feira (26).



Eleições 2018: TSE aprova pedidos de Força Federal para outras 127 localidades de cinco estados

Na sessão administrativa desta terça-feira (25), os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovaram requisições de tropas federais para atuar durante as eleições nos estados do Pará (60 localidades), Amazonas (26), Mato Grosso (19) e Tocantins (12). Também foi autorizado o envio de militares para novas localidades do Piauí (10), estado que já havia solicitado o apoio para parte de seus municípios.

Os pedidos foram formulados pelos juízes das respectivas Zonas Eleitorais nos estados com a finalidade de garantir a normalidade da eleição, o livre exercício do voto e o bom andamento da apuração dos resultados. A medida é prevista no inciso XIV do artigo 23 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65).

As solicitações aprovadas pelo TSE na sessão desta terça serão encaminhadas ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações empreendidas pelas Forças Armadas.

Anteriormente, a Corte Eleitoral já havia determinado o envio de tropas federais para 370 localidades de sete estados: Mato Grosso do Sul (4 localidades), Ceará (5 localidades), Acre (11 localidades), Maranhão (72), Piauí (112), Rio de Janeiro (69) e Rio Grande do Norte (97).



Ciro Gomes passa por procedimento na próstata no Hospital Sírio-Libanês, em SP

O candidato do PDT à presidência da República Ciro Gomes deu entrada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na tarde desta terça-feira (25), para fazer exames e precisou passar por um procedimento de cauterização de vasos na próstata, segundo informou a assessoria de imprensa do político.

Ciro fez campanha na Baixada Fluminense pela manhã e, em seguida foi para São Paulo. A assessoria do candidato disse que Ciro sentiu um leve desconforto e, após exame, passou por um procedimento para retirar um coágulo na próstata.

Veja a nota da campanha do candidato: “Ciro Gomes deu entrada no fim da tarde desta terça-feira (25/09) no hospital Sirio Libanês. Após exames passou por um procedimento de cauterização de vasos da próstata. O procedimento foi realizado com sucesso pelo médico urologista Miguel Srougi. Por ser um procedimento simples, Ciro Gomes poderá retornar às suas atividades o mais breve possível”.

Ciro passou a noite no hospital.

A assessoria do Sírio Libanês ainda não divulgou boletim médico.

*Do G1



Nome do Padre Alcivan é usado por estelionatários para pedir dinheiro a políticos

O Blog de Marcos Dantas noticia em seu Blog que golpistas continuam usando nomes de religiosos do Seridó, para aplicar golpes em políticos e empresários. A vítima desta terça-feira (25) foi o Padre Alcivan Gomes, pároco da Catedral de Santana de Caicó.

O estelionatário, utilizando-se do número (84) 99479-1303 e uma foto do religioso entrou em contato, via WhatsApp, com um candidato a deputado federal, solicitando 3 mil reais para completar a compra de injeções para uma criança que estava necessitando.

Acreditando ser mesmo o religioso, o candidato não pensou duas vezes e depositou a quantia solicitada nos seguintes dados bancários: Agência 2878-9, localizada no Supermercado Nordestão em Natal, na Av. Dr. João Medeiros Filho, 1835, Bairro Potengi, Conta-Corrente 55070-1 – Banco do Brasil.

Ao Blog do Marcos Dantas, Padre Alcivan disse não ter sido a primeira vez que seu nome é usado em golpes deste tipo, e pediu para esclarecer que não costuma ligar para políticos com este tipo de expediente.



Mossoró: MPRN recomenda que Conselho Tutelar não pratique propaganda política

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 12ª Promotoria de Justiça de Mossoró, emitiu recomendação para que o Conselho Tutelar da cidade se abstenha de utilizar o órgão como ferramenta de propaganda política. A recomendação ainda prevê que os conselheiros não comprometam seu horário de trabalho previsto na legislação com atividades político-partidárias.

A recomendação segue o Estatuto do Servidor Municipal de Mossoró, em que são previstas algumas condutas vedadas ao servidor mossoroense. Entre elas, promover manifestação de apreço ou desapreço na repartição pública, aliciar subordinados para se filiar em sindicatos ou partidos políticos e exercer função atividade incompatível com sua função durante seu horário de serviço.

Além disso, a resolução do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) que entrou em vigor no ano de 2014 reafirma que é vedado ao conselheiro que utilize do órgão de proteção às crianças e adolescentes para propaganda e atividade político-partidária.

Caso o conselheiro tutelar pratique alguma das condutas vedadas citadas acima, estará sujeito a advertências, suspensão do exercício da função e destituição do mandato, dependendo da infração realizada.