Conexões de fibra ótica expandem em 70 mil % no Ceará

Expansão dos pontos de fibra ótica no Ceará movimenta a economia do estado

O título de Terra da Luz, atribuído ao Ceará por ter sido o primeiro estado a abolir a escravidão, pode ser ressignificado a partir do desenvolvimento da fibra ótica no Estado. Isso porque o Ceará atingiu uma marca importante nas telecomunicações, “iluminando” todas as 184 cidades com este tipo de conexão.

A informação foi confirmada pelo último balanço sobre banda larga da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), referente ao mês de setembro de 2018. Ainda segundo o relatório, desde a implementação, em 2011, do Cinturão Digital – malha de fibra ótica instalada pelo Governo do Estado e que liga Fortaleza ao Interior – o número de pontos de conexão por essa modalidade tecnológica deu um salto de mais de 70.000%.

Há oito anos, segundo a Anatel, eram 403 pontos no Ceará, atualmente, são 283.955. Contudo, segundo players do mercado, todo esse desenvolvimento não seria possível sem uma clara visão local, aliada à preocupação de expandir conexões também pelo Interior, representada pelo consórcio de três empresas locais que administra o equipamento: o BWM (Brisanet, Wirelink e Mob Telecom).

*Leia a matéria completa do Diário do Nordeste aqui