Caicoense esfaqueada pelo ex-companheiro morre em Natal/RN

Claudineide morreu em Natal

Morreu na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, a caicoense Claudineide da Silva, de 33 anos, que foi esfaqueada pelo ex-companheiro identificado como Novinho, fato ocorrido no dia 18 de novembro de 2018, na frente da residência da vítima no Conjunto Casas Populares, no Bairro Barra Nova. Ela sofreu cerca de 08 cutiladas de faca em várias partes do corpo.

De acordo com o relato de uma das filhas, de Claudiane, Kátia Viviane Silva do Nascimento, sua mãe passou 1 mês e 18 dias internada, inicialmente na UTI do Hospital Regional de Caicó, aonde teve infecção pulmonar. Depois foi encaminhada para Natal.

Nesse período, Claudiane, que estava tetraplégica por causa de uma das facadas ter atingido uma artéria que oxigenava a medula óssea, passou por cirurgias, sofreu paradas respiratória e cardíaca e estava com as funções cerebrais bastante comprometidas.

O agressor está foragido desde o dia do fato. Após o ataque, Novinho não foi mais encontrado em Caicó.



Idema não concede licença ambiental para o matadouro público de Caicó

Idema não concedeu licença ambiental para o funcionamento do Matadouro de Caicó

O Matadouro Público de Caicó, está na iminência de fechas as suas portas. Um dos motivos, é o fato de o Instituto de Defesa do Meio Ambiente – IDEMA, não ter renovado a licença ambiental para o funcionamento do mesmo. A negativa do órgão se deu ainda no mês de dezembro de 2018.

Na noite de quinta-feira, dia 03 de janeiro, a Prefeitura realizou uma reunião com a participação de marchantes, que fazem uso do matadouro e ainda com representantes do Idiarn.

Outra coisa que inviabiliza o funcionamento do abatedouro público de Caicó no local aonde está instalado há décadas, é a proximidade com o aeródromo Ruy Mariz. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, o campo de pouso e decolagens é próximo demais e existe risco para aeronaves. As aves que sobrevoam o matadouro elevam  o nível de risco.



Maioria dos brasileiros é contra privatizações e redução de direitos trabalhistas

A maioria da população brasileira é contrária às políticas de privatizações e redução de direitos trabalhistas. De acordo com dados de uma pesquisa realizada pelo DataFolha e publicada neste sábado (5), 60% dos entrevistados não apoiam privatizações de empresas estatais e 57% não concordam com a diminuição de direitos trabalhistas.

O tema foi amplamente discutido durante a campanha eleitoral do ano passado e extremamente defendido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que considera as privatizações como ponto estratégico para a retomada do crescimento econômico do país.

Continue lendo



Bolsonaro anuncia nas redes sociais slogan do Governo Federal

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou, por meio das redes sociais, a nova marca do governo Federal. A ilustração é uma edição da bandeira brasileira composta pela frase “Pátria Amada Brasil”, trecho do hino nacional. A marca, que vai compor todos os materiais publicitários do governo, foi elaborado pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República.

Um competente trabalho da SECOM onde expõe a nova logo marca do Governo Federal. A parte mais importante é que a divulgação está sendo lançada na internet com custo zero, economizando mais de R$1,4 mi aos cofres públicos, se a ação fosse realizada pelos canais tradicionais de TV. pic.twitter.com/k2JziUx1C0

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) January 4, 2019

Continue lendo