Médico legista pediu exames complementares para atestar causa da morte de currais-novense

Corpo de Zaíra Cruz foi necropsiado e entregue aos familiares

O corpo da curraisnovense, Zaíra Dantas Cruz, de 22 anos, foi necropsiado durante 4 horas na tarde deste sábado (02), e entregue aos familiares para ser sepultado. O médico legista não testou a causa da morte da jovem.

O médico pediu exames complementares que irão ajudar na composição do laude final que será entregue a Polícia Civil. O ITEP tem 10 dias para isso.

O corpo de Zaíra Cruz, foi encontrado dentro de um carro KIA Cerato, ano 2011, de cor prata e placas NNX2244/RN, na sede de um bloco carnavalesco em Caicó, (antiga Labodeguita).

Ainda pela manhã, os membros do blocos foram todos levados para a Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento.

Os peritos do ITEP, encontraram no local do fato, o corpo deitado no banco da frente do carro, ao lado do motorista. Foram recolhidos materiais diversos dentro e fora do veículo. Alguns dos vidros das portas estavam abertos. O estado do corpo era de rigidez cadavérica.

A jovem, Zaíra Cruz, cursava engenharia química na Ufersa em Mossoró.