STJD mantém decisão e retira pontos do Potiguar no Estadual 2019

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) do Rio Grande do Norte, emitida no dia 24 de janeiro deste ano, e decidiu, de forma unânime, em julgamento de recurso realizado na tarde desta quinta-feira (28), no Rio de Janeiro, pela perda dos seis pontos e da multa de R$ 300 ao Potiguar, em razão da escalação irregular do jogador Sávio Elielton Andrade Abreu, ocorrida no dia 9 de janeiro, na estreia do Campeonato Estadual 2019 contra o Palmeira, no Estádio Nogueirão, em Mossoró.

Dessa forma, o Time Macho, que havia somado 27 pontos na classificação geral da competição, retorna aos 21 pontos. Com isso, a tabela sofre uma alteração com a seguinte ordem:

1º) América – 28
2º) ABC – 26
3º) Globo FC – 23
4º) Potiguar – 21
5º) Palmeira – 11
6º) Santa Cruz – 10
7º) Força e Luz – 10
8º) Assu – 10

O caso

O TJD/RN tomou como base a denúncia apresentada pelo Força e Luz, clube também participante do Campeonato Potiguar 2019, com argumento no art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que cita como infração “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. Na decisão, a Comissão justificou a perda de pontos com “a perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória, não sendo computados os pontos obtidos pelo infrator na partida”.

No dia 11 de março, o Potiguar conseguiu um recurso suspensivo junto ao STJD, com base no art.147-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Na ocasião, o FNF devolveu os pontos ao Potiguar de forma imediata, com a devida republicação e a correção do resultado da partida ocorrida na abertura da Copa Cidade do Natal, válido pelo primeiro turno do Campeonato Potiguar de 2019.



RN: PF apreende mala com 266 mil reais e dinheiro estrangeiro na Operação Tiro

Dinheiro apreendido pela Polícia Federal na Operação Tiro

Durante a realização da Operação Tiro, deflagrada nesta quinta-feira (28), pela Polícia Federal em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal, foram apreendidos R$ 265.900,00 em dinheiro dentro de uma mala. Na mesma casa, os agentes ainda encontraram, € 2.330,00 (euros) e mais $ 10.825,00 (dólares).

A ação, apura desvio de recursos públicos, dispensa indevida de licitação e lavagem de dinheiro no município de Touros em 2016, e aconteceu em Parnamirim e Natal.

Mala com dinheiro apreendido pela PF

De acordo com a PF, há três anos, a Prefeitura de Touros recebeu verba de emenda parlamentar no valor aproximado de R$ 270 mil destinada à aquisição de medicamentos, tendo sido, em sequência, sem prévia licitação, celebrado contrato com a empresa ora investigada. Ressalte-se que, a despeito do pagamento realizado em favor dessa pessoa jurídica, não há registros da efetiva entrega dos medicamentos.

Afastado o sigilo bancário da empresa sob suspeita, as investigações, tomando por base a análise de dados, apontaram que no dia seguinte ao crédito do valor da emenda parlamentar, a prefeitura repassou à empresa investigada cerca de R$ 195 mil e, dias depois, novos repasses ocorreram em favor da mesma empresa, desta feita, em valores que somados alcançaram mais R$ 61 mil, sendo que o rastreamento das operações bancárias tornou possível identificar um dos beneficiários da verba pública desviada.



Servidores municipais de Caicó recebem salários de março nesta sexta (29)

O funcionalismo público municipal de Caicó, recebe nesta sexta-feira (29), o pagamento referente ao mês de março.

De acordo com o secretário de Tributação e Finanças, Francisco Oliveira, logo cedo recebem os efetivos, comissionados e contratos do Gabinete, Procuradoria, Assessoria de imprensa, Administração, Finanças, Tesouraria, Tributação, Infraestrutura, Meio Ambiente, Agricultura, Planejamento, inativos e pensionistas e Assistência Social.

Os servidores da Educação e Saúde recebem o pagamento após o meio-dia desta sexta-feira. “Com esse pagamento, a prefeitura injeta na economia local cinco milhões de reais”, disse.



Caicó: Chuva alaga ruas e árvore cai nas imediações da Praça Dom José Delgado

Chuva registrada na tarde desta quinta-feira (28), provocou o alagamento de ruas em várias partes da cidade de Caicó. O vídeo mostra como ficou o setor aonde é localizado o campus da UERN no Bairro Paraíba.Vídeo: Sidney Silva

Publicado por Sidney Silva em Quinta-feira, 28 de março de 2019

A chuva registrada na tarde desta quinta-feira (28), que segundo o Cemaden foi de 35,8 milímetros no centro de Caicó, provocou, como sempre, o transbordamento de uma galeria pluvial existente nas imediações do Campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, na região do Bairro Paraíba.

O vídeo feito no momento da chuva mostra o problema que é antigo. Os carros passavam com cuidado pelo local.

Árvore caiu na ao lado da Praça Dom José Delgado – (Foto: Sidney Silva)

Do outro lado da praça, uma árvore caiu e interditou por algumas horas, o trânsito de veículos. A Defesa Civil o Corpo de Bombeiros foram acionados para remover a árvore. Neste mesmo local, também houve o transbordamento de outra galeria e o alagamento das ruas.



Polícia Civil prende em Parnamirim homem com material pornográfico envolvendo criança e adolescente

Policias civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente deram cumprimento, na manhã desta quinta-feira (28), a mandado de busca e apreensão em desfavor de um dos alvos da Operação Luz da Infância 4, Fabrício Guto Macedo de Souza, 34 anos. Ele foi preso em flagrante delito, em sua residência, localizada em Emáus, Parnamirim, por armazenar, disponibilizar e transmitir material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. No imóvel, foram apreendidos equipamentos de informática que serão encaminhados ao ITEP para exame pericial. Fabrício Guto confirmou ser o responsável pelo material pornográfico encontrado no seu computador no momento da diligência.

Computador apreendido também armazenava material pornográfico

O suspeito já havia sido preso em flagrante pela Polícia Federal, em Parnamirim, em junho de 2018, por possuir e armazenar material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Na ocasião, em razão de o crime ser afiançável, foi arbitrada fiança e ele foi liberado.

A Operação Luz da Infância 4 está sendo realizada em todo território Nacional e é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). A força-tarefa envolveu a Polícia Civil do Rio Grande do Norte e procurou acusados de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas do MJSP, com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva. Esse conhecimento produzido foi repassado às Polícias Civis – em especial às delegacias de proteção à criança e ao adolescente, e de repressão a crimes informáticos – que, por sua vez, instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais para expedição dos mandados de busca e apreensão.

As ações simultâneas mobilizam um efetivo de mais de 1500 policiais em todo o país. A ação desencadeada é decorrente de cooperação mútua entre a Diretoria de Inteligência e a Diretoria de Operações, ambas vinculadas à Secretaria de Operações Integradas do MJSP. Houve também colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE), oferecendo cursos e capacitações que subsidiaram as quatro fases da Operação Luz na Infância.



Polícia Civil prende casal suspeito de planejar crime que resultou na morte da policial militar de Santa Catarina

Casal foi preso pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou, nesta quinta-feira (28), que prendeu o casal suspeito de planejar o crime que causou o assassinato da soldado da Polícia Militar de Santa Catarina, Caroline Pletsch, 32 anos, morta no dia 26 de março de 2018. Weverton Lendário Gomes da Silva, vulgo Verto, 34 anos e Raíssa Torres Lima de Sousa, 20 anos, conhecida como Xuxinha, fazem parte do grupo de investigados, que organizou e prestou auxílio no dia do crime. O casal foi preso nesta quarta-feira (27).

O suspeito de ter efetuado os disparos, João Victor da Silva Pereira, 18 anos, já havia sido preso em abril de 2018. Weverton Lendário e Raíssa Torres eram foragidos da Justiça e estavam sendo procurados. “Nossas investigações revelaram que Weverton era o proprietário do veículo que foi utilizado no dia do crime e que ele também foi responsável por esconder os autores do homicídio. A companheira dele, Xuxinha, também autora intelectual do crime, foi a condutora do veículo, que levou o grupo até o local onde a policial militar foi assassinada”, detalhou o delegado Rysklyft Factore, responsável pelo inquérito que investigou o crime.

O crime – A ação criminosa do latrocínio, ocorreu no dia 26 de março de 2018, em uma pizzaria na Zona Norte de Natal. O marido da policial militar, o sargento Marcos Paulo também acabou sendo atingido, mas sobreviveu.

De acordo com o delegado Rysklyft Factore, João Victor e um adolescente entraram no estabelecimento para roubar e perceberam que o sargento Marcos Paulo estava armado. Primeiro houve uma luta corporal contra o sargento Marcos Paulo e a soldado Caroline ainda chegou a defender o marido usando uma cadeira contra João Victor, momento em que ele conseguiu disparar o tiro fatal nela. Após ter atingido a soldado, João Victor ainda disparou tiros contra o sargento Marcos Paulo. Após os disparos, a dupla conseguiu subtrair o revólver que era do sargento e saíram correndo.



Polícia Civil realiza operação em evento de facção criminosa e apreende drogas e munições

Material apreendido pela Polícia na operação

Policiais da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim realizaram, na noite de quarta-feira (27), uma operação policial em um evento de uma facção criminosa. Durante a ação, que aconteceu na Comunidade Toca da Raposa, no bairro de Nova Parnamirim, foram apreendidas porções de maconha e cocaína, balança de precisão, fogos de artifício e munições calibre 12. Na ocasião, houve confronto e os suspeitos conseguiram fugir.

A polícia solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada através do disque denúncia anônimo, número 181.



Polícia Civil prende suspeito pelo latrocínio de policial militar


Janderson Ferreira Leones, 24 anos , é suspeito do crime

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu, na manhã desta quinta-feira (28), Janderson Ferreira Leones, 24 anos, suspeito da morte do sargento da Polícia Militar, José Edivaldo do Nascimento, no dia 21 de abril de 2018, no bairro Tirol, em Natal. Janderson foi detido mediante o cumprimento de um mandado de prisão temporária, no Passo da Pátria, Zona Leste de Natal.

Na ocasião, os policiais também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do investigado, quando foi encontrada certa quantidade de “crack”, razão pela qual Janderson Ferreira foi preso em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas. Em interrogatório prestado após a prisão, Janderson Ferreira confessou que atirou na vítima, após ter anunciado o assalto, e que não sabia que se tratava de um policial militar.

Armas foram apreendidas em poder do suspeito

No momento das diligências, no Passo da Pátria, os policiais civis localizaram um imóvel que era utilizado como uma fábrica de armas artesanais. No local, foram apreendidos diversos instrumentos como furadeiras e outros apetrechos usados na montagem. O responsável pelo imóvel não foi encontrado.



Polícia Civil prende em Natal foragida da justiça do Ceará

Dayane Pinheiro de Souza

Policiais civis do 1º Distrito Policial de Natal prenderam, na manhã desta quinta-feira (28), no bairro Cidade Alta, Dayane Pinheiro de Souza, 24 anos.

Em desfavor dela, há um mandado de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça do Ceará, em razão de condenação a uma pena de 08 anos no regime semiaberto pelos crimes de tráfico de drogas, assalto e adulteração de veículo.

Dayane Pinheiro foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória de Emaús.



Polícia Civil prende foragido do Mato Grosso na praia de Pipa

Eurípedes Moura Saldanha Neto, conhecido como “Neto”

Uma ação conjunta entre policias civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e da Delegacia de Polícia Civil de Pipa cumpriu, nesta quarta-feira (28), um mandado de prisão contra Eurípedes Moura Saldanha Neto, conhecido como “Neto”, natural de Mato Grosso.

As investigações começaram quando a polícia recebeu denúncias anônimas, informando que Eurípedes “Neto” estava morando em Pipa. Após policiais da DEICOR identificarem o lugar onde o investigado estava residindo, a informação foi repassada aos policiais da Delegacia de Pipa, que foram até o local e prenderam o homem, o qual estava foragido. Ele foi encaminhado ao sistema prisional e permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue denunciando possíveis crimes, através do Disque-Denúncia anônimo, número 181.



Polícia Civil prende suspeito de matar motorista de aplicativo móvel no ano de 2017

Jonias Felipe da Silva Teixeira, conhecido como “Binho”

Policiais civis da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Natal, em ação conjunta com policias civis do Comando de Operações e Recursos Especiais (CORE) de Recife-PE, cumpriram dois mandados de prisão nesta quarta-feira (27), contra Jonias Felipe da Silva Teixeira, conhecido como “Binho”, de 20 anos.

Segundo as investigações, Jonias “Binho” e Alex da Silva Ferreira (preso no dia após o crime), são os autores dos homicídios que vitimaram o motorista de aplicativo Carlos Eduardo Moura da Trindade e Thiago Silva Fernandes. Os dois foram mortos no dia 19 de abril de 2017, por volta das 20hs, quando estavam no conjunto Cidade Satélite, bairro Pitimbu, em Natal.

As investigações revelaram ainda que Jonias “Binho” e Alex da Silva tinham rivalidades com Thiago Silva, enquanto que o motorista do aplicativo foi morto com o intuito de não deixarem testemunhas e assegurarem a impunidade do crime.



Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra foragido da Justiça em Extremoz

Klebio Gomes Leandro da Silva, conhecido como “Bimbo”

Uma investigação da Delegacia Municipal de Extremoz resultou, nesta quinta-feira (28), na prisão de Klebio Gomes Leandro da Silva, conhecido como “Bimbo”, de 31 anos. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão por homicídio, após ser conduzido à delegacia por Policiais Militares. Segundo as investigações, ele é o autor dos disparos que mataram Jonathan da Silva Freire, em Extremoz, no ano de 2017. Klebio “Bimbo” estava foragido desde a regressão de regime carcerário.