PRF realiza prisões e apreende três armas na BR 226 em Santa Cruz

Armas apreendidas pela PRF

Na noite desta quinta-feira (11), no Km 113 da BR 226, em Santa Cruz/RN, a Polícia Rodoviária Federal, apreendeu três armas, em duas ocorrências diferentes, porém no mesmo local e com o mesmo tipo de veículo.

A primeira delas ocorreu por volta das 20h20, quando os policiais abordaram um veículo L200 cor prata, conduzida por um homem de 62 anos. Dentro do veículo foi encontrada uma pistola .380 e 12 munições. O condutor não possuía registro, nem porte para a arma.

Na outra ocorrência, dessa vez com uma L200 cor preta, já no final da noite, foram encontrados uma pistola .380, com 28 munições e dois carregadores e um revólver .38, com seis munições. O condutor informou ser o proprietário das armas, porém não possuía porte, nem o registro para o revólver.

As duas ocorrências foram encaminhadas para a Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal.



Polícia Civil prende suspeito de chefiar facção criminosa

Gutemberg foi preso pela Polícia

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), prenderam Gutemberg Simplício da Silva, vulgo “Guto”, 29 anos, nesta quinta-feira (11). Ele é investigado por chefiar uma facção criminosa e integrar uma organização criminosa especializada em roubo a bancos. Também é investigado pela prática de homicídios. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão expedido em seu desfavor, em Natal.

Investigações da Deicor revelaram que, após a morte do seu primo Cleudson Webster (“Choquito”), fato ocorrido em Pernambuco em 2018, durante confronto com a polícia, Gutemberg Simplício assumiu o comando na organização.

“Guto”, que já foi alvo de um atentado, no qual dispararam 12 tiros de pistola contra ele, sobreviveu aos tiros e estava sendo procurado pela polícia.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando, de forma anônima, informações sobre investigações para o Disque Denúncia 181.



Juizado Especial da Comarca de Jucurutu atinge pauta zero

Jucurutu atinge pauta zero

Dia 9 de abril de 2019, data histórica para a comarca de Jucurutu, marca o dia em que a equipe atingiu pauta zero no Juizado Especial. Isso significa que não há nenhum processo concluso para despacho, decisão ou sentença, e que todos os processos que se encontravam nessas condições foram analisados, apreciados e qu tiveram o devido seguimento pelo Juiz Mark Clark, titular da comarca do município.

Ao assumir a Comarca de Jucurutu, no início de setembro de 2018, o quadro que se apresentava ao magistrado Mark Clark, trazia 413 processos conclusos para sentença, sendo 282 parados há mais de 100 dias; 125 conclusos para decisão, destes 56 parados há mais de 100 dias e 296 casos conclusos para despacho, onde 79 estavam parados há mais de 100 dias.

Para alcançar a pauta zero, a equipe do Juizado Especial adotou medidas estratégicas, como a de separar os processos por matérias, fixar metas a serem atingidas ao final de cada mês, além de reuniões periódicas com as equipes do gabinete e da secretaria.

“De fato, o resultado de excelência atingido com o pauta zero do Juizado Especial da comarca de Jucurutu foi obtido com Planejamento e esforço conjunto de todos os servidores, sem os quais e sem a participação de cada um, tal intento não seria possível de ser alcançado.”, ressalta o juiz.

Atingir a Pauta Zero é uma maneira de dizer à sociedade que o trâmite processual tem ocorrido com celeridade, na medida em que os processos que estão sendo julgados pelo juiz da comarca já são, em seguida, efetivados pela secretaria judiciária.

O juiz titular da comarca, Mark Clark, disse ainda que esse não é um mérito apenas seu, mas uma conquista de toda a equipe, sem a qual não conseguiria concretizar esse marco histórico do poder judiciário no município de Jucurutu.