Caso F. Gomes: Justiça marca nova data para júri do advogado Rivaldo em Caicó

Poder Judiciário quer fazer julgamento de Rivaldo nas próximas semanas

O advogado, Rivaldo Dantas de Farias, que já está pronunciado para ir a julgamento popular apontado pelo Ministério Público como um dos mandantes da morte do radialista F. Gomes, deve sentar no banco dos réus nos próximos meses. Pelo menos é que deseja o Poder Judiciário.

Na comarca de Caicó, aonde o processo tramita, o juiz Luiz Cândido Villaça, tinha agendado o júri dele para o dia 5 de abril, mas, o promotor Geraldo Rufino, pediu o desaforamento, alegado se tratar da mesma situação dos outros dois, Gilson Neudo e Lailson. Ele aguarda o TJRN se manifestar.

Mas, mesmo assim, o juiz Luiz Villaça, reaprazou o júri de Rivaldo para acontecer em Caicó. O Blog Sidney Silva conseguiu apurar que a sessão deve ocorrer no dia 16 de maio, no Fórum Amaro Cavalcante.

O advogado, Rivaldo Dantas de Faria, tornou-se réu no processo meses depois da morte de F. Gomes. No dia do crime, ele se apresentou na Delegacia como defensor de João Francisco dos Santos, o Dão, autor material do crime.

Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público, ele, juntamente com Lailson, Gilson e Dão, se consorciaram para matar o radialista.

A delegada Sheila Freitas, que na época, foi designada para investigar o crime, disse que os autores intelectuais, estavam nas imediações da casa de F. Gomes, quando ele estava sendo assassinado.



Réus acusados de mandar matar F. Gomes serão julgados nesta segunda (15)

O ex-pastor evangélico, Glson Neudo (de camisa azul) e o comerciante, Lailson Lopes, serão julgados nesta segunda

Deve acontecer nesta segunda-feira (15), o julgamento popular dos réus, Lailson Lopes (Gordo da Rodoviária) e Gilson Neudo Soares do Amaral, acusados de serem mandantes da morte do radialista F. Gomes, crime ocorrido no dia 18 de outubro de 2010, em frente a sua casa no Bairro Paraíba em Caicó/RN.

Os réus Lailson e Gilson, foram denunciados de serem mandantes do crime, juntamente com o advogado Rivaldo Dantas de Farias, que está pronunciado para ser julgado.

O júri desta segunda está previsto para começar às 08hs, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Natal. Os processos que foram unificados, foram desaforados da comarca de Caicó.

Um detalhe, o advogado que vai fazer a defesa de Lailson Lopes, é o mesmo que foi destituído pelo réu em 2017.