Please enter banners and links.


Adepol volta a cobrar celeridade do governo na realização de concurso para a Polícia Civil

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN) enviou novo ofício ao Governo do Estado cobrando, mais uma vez, celeridade ao concurso público para a instituição. Já é o quarto ofício só este ano. Desta vez, o documento foi dirigido aos cuidados do subsecretario estadual de Administração e Recursos Humanos e presidente da comissão do concurso, José Ediram Teixeira. O Rio Grande do Norte enfrenta atualmente um agravamento no déficit de policiais civis, que já é o pior de sua história.

O último concurso público realizado para reposição de cargos no âmbito da Polícia Civil ocorreu há mais dez anos, em 2009, mas o processo tramita desde maio de 2015, sem solução”, diz o presidente interino da Adepol/RN, delegado Cláudio Henrique.

O ofício lembra ao subsecretário que a associação repassou ao governo anterior, por diversas vezes, o aumento gradativo do déficit, e as trágicas consequências do fenômeno, como por exemplo, o estresse e a sobrecarga de trabalho causados pela desproporcionalidade entre o efetivo e os números da criminalidade.

Com o baixo efetivo, os policiais, em muitas ocasiões, são obrigados a cumprir uma sobrejornada de trabalho muito além das 40 horas semanais para as quais foram nomeados”, diz o ofício.

A Adepol/RN ressalta também que apesar da necessidade da sobrejornada de trabalho para a continuidade das investigações no período noturno e nos finais de semana, não há qualquer regulamentação de horário extraordinário no âmbito da polícia civil.

Segundo dados recentes do setor de Recursos Humanos da instituição, o estado do Rio Grande do Norte conta com apenas 1.045 agentes, quando deveria ter pelo menos 4 mil policiais, um déficit de 73,87%. Já a situação dos escrivães ainda é mais gritante: são 187 profissionais ativos, quando a legislação estadual determina 800, ou seja, um déficit de 76,62% do adequado. Para o cargo de delegado de polícia, atualmente contamos com 160 cargos ocupados, quando deveríamos contar com 350.



Agência de Fomento terá atendimentos na Feira de Negócios em Caicó

Atendimentos acontecerão durante a feira que ocorre na Ilha de Sant’Ana em Caicó

Oferecer oportunidades para instalação e ampliação de negócios locais para empreendedores norte-riograndenses. Esse é o objetivo da participação da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN) durante a FENECITI – Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação, evento que terá sua primeira edição entre os dias 14 e 15 de junho, na cidade de Caicó, região Seridó potiguar.

A AGN estará presente com um estande na feira para divulgação de suas linhas de microcrédito e atendimento ao público interessado. Os financiamentos da Agência são direcionados aos microempreendedores e pequenos empreendedores formais ou informais.

O interessado passa por um processo de análise de crédito e, se aprovado, é capacitado com noções voltadas para o empreendedorismo e gestão dos recursos para investir de forma sustentável os recursos contratados por meio de operação financeira de crédito. O diferencial nas contratações junto a AGN é que, para os pagamentos em dia, o contratante paga as mensalidades sem juros. Os prazos para pagamento variam de acordo com a atividade produtiva e a natureza física ou jurídica do contratante.

O comércio é o setor com o maior número de contratações de crédito, sendo o ramo de alimentos, comércio varejista e prestadores de serviços entre os principais. Outras áreas da economia, em breve, passarão a ter linhas próprias de microcrédito, como cultura, apicultura e startups.



Dupla é presa em Caicó e Jucurutu durante operações da Polícia Civil

Policiais civis de Caicó, Jucurutu e Florânia, deflagaram na terça (11) e quarta (12), operação conjunta, que rendeu pelo menos duas prisões.

Na noite de terça-feira, foi preso em Caicó, Ronaldo Firmino da Silva, conhecido como “Peleleu”. Ele foi detido por força de mandado de prisão preventiva. Já na cidade de Jucurutu, nesta quarta, pela manhã, houve a prisão de Willame Bruno de Medeiros Galvão, de 22 anos, mais conhecido como “Bruno Mau”. Este, é acusado de cometer um arrastão em uma residência em Caicó no dia 26 de maio deste ano, na companhia de Peleleu. As vítimas do arrastão reconheceram a dupla que roubou aparelhos celulares, ferramentas, notebook, perfumes e cerca de R$ 400,00.

Ademais, Ronaldo Firmino também é suspeito de participar de outro assalto a residência no início deste ano, numa residência localizada em um sítio na zona rural de Caicó, quando um veículo tipo Toro foi roubado e depois abandonado. Com relação a este fato, mandado de busca e apreensão foi cumprido pela Delegacia Municipal de Caicó, tendo havido a recuperação de alguns objetos subtraídos, como roupas e celulares.

Durante a investigação, os policiais identificaram, Williame Bruno e Ronaldo Firmino, como participantes de uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas e roubos à residências e comércios nas cidades da região Seridó, fato que motivou o pedido de prisão de preventiva autorizado pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Caicó.

Material apreendido pela Polícia Civil nas operações

A dupla também é investigada pela série de roubos à comércios em Jucurutu entre os meses de abril e maio deste ano.

A Polícia Civil informa que novas diligências serão cumpridas para a prisão de outros integrantes da quadrilha. Os nomes dos acusados serão preservados para não prejudicar as investigações. Participaram da operação.

A Delegacia de Polícia Civil de Caicó, agradece o apoio da população e reitera a necessidade de fortalecimento da parceria, informando que as denúncias anônimas podem ser fornecidas pelo 181 ou pelo Whatsapp (84) 98602-0324.



Currais Novos receberá evento sobre Empreendedorismo e Startups nessa quinta-feira (13)

Fundada em maio durante o Startup Day, a Potiguaras Valley, uma comunidade composta por jovens empreendedores da região do Seridó, realizará nessa quinta-feira um grande evento com foco no mundo das Startups.

Intitulado “O que é Startup?” contará com a palestra do empreendedor e administrador Carlos von Sohsten, Gestor do projeto de TICs, Startups e do SEBRAELAB do SEBRAE/RN. O evento acontecerá no IFRN Campus Currais Novos a partir das 19h da quinta-feira (13) e a inscrições são limitadas e gratuitas.

Confira a agenda:
• O que startup?
• Porque você pode ser o próximo Mark Zuckerberg
• Por onde começar?
• Qual deve ser o seu esforço
• Em quê prestar atenção
• Scale Up Now!

Para Líder de Eventos, Palloma Alves, a expectativa para o primeiro evento da Potiguaras Valley é bastante positiva, nesse evento vamos ter a oportunidade de conhecer mais sobre Startups e negócios inovadores, além de estar fomentando o nosso ecossistema interiorano, que por sinal tem um potencial gigante para a abertura de novos negócios” complementou sobre.

O Seridoense é um povo criativo, batalhador e empreendedor. Com as iniciativas e ações promovidas através da Potiguaras Valley, buscaremos despertar a comunidade empreendedora que o Seridó possui, assim estimulando ainda mais a inovação regional” comenta Edinete Heloisa, analista técnica do SEBRAE Currais Novos.

Para realizar a inscrição, basta acessar o site: https://www.outgo.com.br/oqueestartup



IFRN de Currais Novos participará da FENECITI com novas receitas de queijos, laticínios e bebidas

Alunos do IFRN Currais Novos produzindo queijo do reino

O campus do IFRN de Currais Novos irá apresentar durante a FENECITI – Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação – as novidades na fabricação de queijos além de outros produtos desenvolvidos pela Usina de Alimentos que fica nas instalações da instituição de ensino. Entre as inovações da usina-escola serão apresentados laticínios, como iogurtes incrementados com ingredientes regionais – mel, polpa do umbu e goiaba – e queijos especiais, como o queijo de coalho defumado, queijo do reino e queijo gouda.

Um grupo de treze alunos do Instituto Federal projetou uma bebida fermentada e gaseificada à base de abacaxi e gengibre, que ganhou o nome de Ginger Beer de Abacaxi. Foram utilizados resíduos agroindustriais do abacaxi com objetivo de agregar mais aroma e sabor à bebida, bem como aproveitar as cascas e talos do fruto que são desperdiçados pelas fábricas de polpa de fruta da região.

Outra inovação que poderá ser conhecida na Feira será o Kombuchá, uma bebida originalmente produzida a partir de uma mistura de chá preto ou chá verde, açúcar e uma cultura de levedura e bactérias. Além do potencial probiótico, várias outras propriedades benéficas à saúde vem sendo atribuídas ao seu consumo, como o efeito antimicrobiano, antioxidante, anticancerígeno, antidiabético, também utilizada no tratamento para úlceras gástricas e colesterol alto.

A ideia do Kombuchá Regional, com novos ingredientes, é facilitar a aceitação dos consumidores locais e movimentar a economia da região, possibilitando a inserção de um novo produto no mercado que, além de apresentar sabor agradável, também contribua para a melhoria da saúde, sendo uma alternativa ao consumo de refrigerantes”, destacou Miguel Linhares, coordenador de pesquisa do IFRN Currais Novos.

A FENECITI acontece nesses dias 14 e 15 de junho, no Complexo Ilha de Sant’Ana, em Caicó-RN, sendo uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, FCDL RN e CDL-Caicó. Apoio: Sebrae, IFRN, UFRN, UnP e ITEP. Patrocínio: Governo Federal, Banco do Nordeste, Município de Caicó, Sistema FIERN, Fecomércio RN, Potigás, IPEM, CAERN, JUCERN, Cimentos Mizu, Coca-Cola e Café Santa Clara.



Em tempos de desmonte cultural, Curta Caicó é reflexo da resistência do meio audiovisual

Mesmo com grande repercussão e praticamente com o dobro de tamanho, o Curta Caicó enfrentou dificuldades financeiras nesta segunda edição por não contar com incentivo de nenhum edital público. “Conquistamos muitos apoios importantes que deram uma dimensão gigante ao evento, mas faltou recursos diretos para custear despesas logísticas e com equipe de produção”, relatou Lucena.

Para complementar as despesas, o evento precisou recorrer a uma “vakinha virtual”, onde é possível ajudar o festival com qualquer valor. “Apoios coletivos são uma forma dos eventos culturais resistirem nos tempos sombrios de desmonte cultural que enfrentamos nos dias de hoje”, afirmou. Para contribuir, basta acessar: http://vaka.me/601788.

Mesmo com as intempéries, em momento algum houve possibilidade de cancelamento do festival. “Estamos plantando uma semente em nosso Seridó, que pode vir a se tornar uma região propícia para a cadeia produtiva do audiovisual, gerando emprego e renda para a nossa população. O Curta Caicó tem uma missão. E essa missão é motivar”, ressaltou.

O Curta Caicó é uma realização da Referência Comunicação. O evento conta com os seguintes parceiros: Governo do RN, Fundação José Augusto, Prefeitura de Caicó, Prefeitura de Parelhas, CERES – UFRN, UERN, SESC RN, SEBRAE, SINDSERV, Replac, Implarn, Calle, Óticas Mirna, Unicords, Auto Escola Caicó. Apoio cultural: BrisaNet, TV Kurtição, Elo Company, Místika, ACCIRN, ABDeC, Setcenas, Sistema Rural de Comunicação, Rádio Povo FM, Rádio Caicó AM, Solidariedade FM, Jovem Pan FM, Canal Futura, Lâmina Filmes, Gravura Filmes e InterTV Costa Branca.



2º Curta Caicó retorna com a missão de fomentar o audiovisual no interior do RN

Um sonho que se tornou realidade. Esse é o sentimento vivenciado pelo Curta Caicó, festival do audiovisual que chega a sua segunda edição, resgatando a sétima arte no interior do Rio Grande do Norte.

O Curta Caicó, que é uma realização da Referência Comunicação, surgiu no ano passado com boa repercussão no meio audiovisual e chega mais forte em sua segunda edição.

Curta Caicó de 2018 foi o primeiro e teve grande participação e repercussão

Ao todo, serão exibidos 52 filmes divididos em várias mostras: Nacional, Potiguar, Seridó, Diversidade, Matinê, Curtas Fantásticos, Mostra Sesc, Mostra Identidades Canal Futura/UERN e sessão especial, com produções potiguares e de diversas partes do país, entre quinta (13) e domingo (16), no Centro Cultural Adjuto dias.

O evento também irá realizar várias atividades de formação com profissionais de renome do audiovisual nacional como Marlom Meirelles (Documentando), Márcio Motokane (Criadores de Formatos Audiovisuais), Márcia Lohss (Atuação Orgânica) e Ernani Silveira (Cinema Alternativo).

A abertura do evento será nesta quinta-feira (18), a partir das 18h, com apresentação da Orquestra Sanfônica de Parelhas e, a seguir, exibição das primeiras mostras competitivas. A programação é gratuita e se estende até o domingo, 16. Os ingressos serão distribuídos 1h antes de cada sessão.

“O Curta Caicó surgiu para fomentar a produção audiovisual no Seridó e valorizar o trabalho dos realizadores e as narrativas da nossa região, criando assim um cenário propício para fomentar a sétima arte no interior do Rio Grande do Norte”, ressaltou Raildon Lucena, idealizador e diretor do festival de cinema.

A programação também contará com debates, premiações e o lançamento da Câmara Setorial do Audiovisual pelo Governo do RN, onde será apresentada a minuta de um edital de incentivo ao segmento. Os filmes vencedores estarão concorrendo aos prêmios Místika de pós-produção, Elo Company de Distribuição, além do prêmio da crítica, entregue pela ACCIRN.