Please enter banners and links.


Maior associação de serviços funerários do mundo premia Morada da Paz pela 3ª vez consecutiva

Prêmio reafirma excelência na prestação de serviços da marca do Grupo Vila, que conta com três cemitérios no Rio Grande do Norte e um em Pernambuco, além de um complexo funerário na Paraíba

O Morada da Paz, marca pertencente ao Grupo Vila que está presente nos estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba

O Morada da Paz, marca pertencente ao Grupo Vila que está presente nos estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba, conquista pela terceira vez consecutiva o prêmio internacional Pursuit of Excellence Award 2019 por perseguir a excelência no serviço funerário, com total aderência aos padrões éticos e profissionais rigorosos, com visão no atendimento de forma excepcional as famílias enlutadas e a comunidade. A premiação será entregue aos vencedores durante a cerimônia All-Star Recognition, na Convenção & Expo Internacional da National Funeral Directors Association (NFDA), em novembro.

Ao todo, 284 empresas do segmento de todo o mundo foram contempladas, sendo apenas duas brasileiras. De acordo com o diretor do Grupo, Ibsen Vila, a premiação reafirma a referência da marca Morada da Paz no Nordeste brasileiro. “Há 70 anos, nossa missão no Grupo Vila é valorizar as pessoas. Por isso, o reconhecimento faz com que possamos continuar prestando um atendimento de excelente aos nossos clientes e colaboradores”, afirma.

A qualidade dos serviços ofertados é uma das principais áreas avaliadas no prêmio. Para Emerson Silva, gerente do setor de Gestão de Qualidade do Grupo Vila, o reconhecimento da NFDA é resultado dos esforços daqueles que estão no dia-a-dia do Morada da Paz. “A nossa gratidão é para os nossos colaboradores que se dedicaram com muito carinho, comprometimento e paixão neste projeto tão importante para todos nós”, diz.

Dentre os requisitos necessários para que a marca recebesse o prêmio internacional em excelência, está o cumprimento dos regulamentos nas esferas estadual e federal, a valorização dos colaboradores através da educação, desenvolvimento pessoal e profissional, o atendimento focado na excelência através de programas e recursos para o acolhimento e amparo às famílias desamparadas, o contínuo vínculo com a comunidade através de ações sociais, a participação no mercado aderindo às práticas éticas, além da demonstração na gestão da imagem da empresa perante seus clientes e comunidade.

Sobre o Morada da Paz

Há quase três décadas no mercado com três unidades em solo potiguar, uma no Pernambuco e outra na Paraíba, o Morada da Paz acolhe a família quando ela mais precisa, fazendo com que se sinta respaldada no momento da perda de um ente querido. Entre os serviços oferecidos, estão orientação sobre a parte burocrática; traslado; venda de jazigos; preparação de todo o velório, seja por meio de um sepultamento ou da cremação; grupo de apoio para superação do luto; floricultura online; obituário online com localizador de jazigo e velório virtual.

O Morada também incentiva a cultura por meio de patrocínio de iniciativas que contribuem para perpetuar a arte, preservar a história de pessoas e promover o resgate da memória de personalidades importantes para a história, com o projeto Morada da Memória. Este ano, por exemplo, a marca patrocina o projeto que desenvolve a biografia de Nísia Floresta, primeira educadora feminista do Brasil.



“Dom Helder Câmara e o papa Francisco”, por Dom Antônio Carlos

Dom Helder Câmara e Papa Francisco

Por Dom Antônio Carlos Cruz Santos, MSC – Bispo de Caicó/RN e vice-presidente do Regional Nordeste II da CNBB

Na festa de Santa Mônica, dia 27 de agosto deste ano, celebramos 20 anos do falecimento de dom Helder Câmara, 13  anos de dom Luciano Mendes de Almeida e dois anos de dom José Maria Pires. Parece que a mãe de santo Agostinho, o bispo de Hipona, tem uma predileção pelos bispos proféticos brasileiros.

Imagino a alegria de dom Helder se conhecesse o pontificado do papa Francisco, pois sentiria confirmado nos seus sonhos, que na verdade são sonhos de Deus. Por outro lado, em contextos diferentes, dom Helder antecipou muitas coisas que o Espírito hoje sopra pela boca do papa Francisco.

Como jovem, na década de 1980, bebi e vivi de tudo aquilo que se vivia na sociedade e na Igreja naquele período: o início do pontificado de um papa não italiano, pois o último tinha sido o holandês Adriano VI, falecido em 1522. João Paulo II, um polonês cheio de carisma e com uma capacidade enorme de se comunicar com os jovens (1978);  as conclusões da Conferência Episcopal Latino-americana e Caribenha em Puebla, e a opção preferencial pelos pobres e pelos jovens (1979), a primeira vinda de um papa ao nosso país, o país com o maior número de católicos do mundo (1980), a abertura política com as Diretas Já (1984) etc.

Nesse cenário destacava-se o nosso dom Helder com uma mistura de pastor, profeta e poeta. Líamos os seus livros, as suas poesias e comíamos os seus gestos, apesar da censura que tentava velar a sua transparência. Como diz nosso povo, tentavam tapar o sol com a peneira. Os raios sempre vazavam para fora da peneira da repressão e das instituições. Só o vi pessoalmente uma única vez, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, em 1985, por ocasião do Ano Internacional da Juventude, na execução da Sinfonia dos Mundos. Era apenas um pontinho branco de braços abertos no palco, regendo uma multidão, enquanto o maestro Isaac Karabtchevsky regia a orquestra do Projeto Aquarius, tendo Fafá de Belém como uma das solistas. Até hoje guardo essa imagem impregnada no coração.

O que há em comum entre esses dois profetas, entre dom Helder e o papa Francisco? Poderíamos citar inúmeros exemplos, porém apenas destacarei três aspectos fundamentais desses dois homens de Deus, o Dom da Paz e o Papa da Misericórdia.

Uma Igreja em saída (Uma Igreja ao encontro dos pobres): O papa Francisco no nº 24 da Exortação Apostólica Evangelii gaudium (A alegria do Evangelho) nos mostra que “a Igreja ‘em saída’ é a comunidade de discípulos missionários que ‘primeireiam’, que se envolvem, que acompanham, que frutificam e festejam”. A comunidade missionária experimenta que o Senhor tomou a iniciativa, precedeu-a no amor, e, por isso, ela sabe ir à frente, sabe tomar a iniciativa sem medo, ir ao encontro, procurar os afastados e chegar às encruzilhadas dos caminhos para convidar os excluídos”. Dom Helder fez isso com maestria. Os pobres como presença real do Senhor estavam sempre diante dos seus olhos: “Há a Eucaristia do Santo Sacramento: a presença viva do Cristo sob as aparências do pão e do vinho. E há uma outra Eucaristia, a Eucaristia do pobre: aparência de miséria? Realidade do Cristo!

A Igreja: o profetismo do nosso papa não é somente para fora, mas para dentro, de onde recebe tantas críticas. Denuncia a tentação de uma Igreja autorreferente que anuncia a si mesma e não ao Senhor Jesus. Alerta para o risco de uma Igreja que vive na mundanidade, na medida em que “faz as coisas de Deus”, porém nem sempre movida pelo Espírito de Deus. Uma Igreja que não consegue construir pontes com outras expressões religiosas. Dom Helder dizia: “Se eu não me engano, nós, os homens de Igreja, deveríamos realizar dentro da Igreja as mudanças que nós exigimos da sociedade”. Também dirá o nosso bom bispo: “A Igreja não é sempre tão bela, tão pura, tão corajosa e sincera como ela deveria, e mesmo como ela o quereria ser”. Enfaticamente, a favor do ecumenismo, bradará: “Jesus disse que ele é a porta do aprisco, do redil. Então, por que temos tantas vezes a tentação de sermos nós mesmos a porta?… É necessário que se passe através de nossa porta, de nossas definições, de nossas linguagens! Mas não! O Cristo basta! Basta uma porta, O Cristo!”.

A paz: O papa Francisco na sua mensagem para o 50º Dia Mundial da Paz, celebrado em 1º de janeiro de 2017, apresenta a não violência como um estilo de uma política para a paz. Portanto, nos dirá no nº 5: “A construção da paz por meio da não violência ativa é um elemento necessário e coerente com os esforços contínuos da Igreja para limitar o uso da força através das normas morais, mediante a sua participação nos trabalhos das instituições internacionais e graças à competente contribuição de muitos cristãos para a elaboração da legislação a todos os níveis. O próprio Jesus nos oferece um “manual” desta estratégia de construção da paz no chamado Sermão da Montanha. As oito bem-aventuranças (cf. Mateus 5, 3-10) traçam o perfil da pessoa que podemos definir feliz, boa e autêntica. Felizes os mansos – diz Jesus –, os misericordiosos, os pacificadores, os puros de coração, os que têm fome e sede de justiça”. Dom Helder vestiu essa camisa da não violência e a viveu até o fim, por razões evangélicas e estratégicas, porém seu pacifismo não era passivismo, era uma pressão moral libertadora. “A não violência não é de forma alguma uma escolha de fraqueza e da passividade. É crer na força da verdade, da justiça e do amor do que nas forças das guerras, das armas e do ódio”. “Eu não gosto muito da palavra não violência. Prefiro mil vezes a expressão de Roger Schutz: A violência dos pacíficos”. Ele mesmo carregava essa violência dos pacíficos como um modo de viver: “Chegando ao fim da minha vida, eu vejo que o mais belo presente que Deus me fez é o de permitir que jamais o ódio ou o rancor tomasse lugar no meu coração”.

Que nesses tempos de intolerância, de violências físicas e verbais, sobretudo com os mais excluídos, cercados por uma nuvem de testemunhas (dom Helder, dom José Maria Pires etc) e tendo os olhos fixos em Jesus (Cf. Hb 12,1-3) possamos rezar como dom Luciano Mendes: “Senhor Jesus, não vos pedimos que nos livreis das provações, mas que concedais a força do vosso Espírito para superá-las em bem da Igreja. A certeza do vosso amor nos renova cada dia. A alegria de servir aos irmãos é nossa melhor recompensa. Ensinai-nos, a exemplo de nossa Mãe, a repetir sempre “sim” no cumprimento da vontade do Pai. Amém!



Município do RN diz que ‘faliu’ e não vai pagar servidores em agosto

Do G1/RN – Os cerca de 5,5 mil moradores da pequena cidade de Bento Fernandes, distante cerca de 90 quilômetros de Natal, vivem uma situação no mínimo curiosa. A Prefeitura do município anunciou que não vai conseguir pagar os salários dos mais de 300 servidores e, com isso, a maior parte dos serviços oferecidos deve ser paralisada. Segundo o prefeito, Júnior Marques, a cidade “faliu” e está sem dinheiro para custear a máquina pública, após bloqueios das contas, determinados pela Justiça.

Tem que fechar a prefeitura. É a solução que eu vejo. É uma situação de ‘falência’ que gerou caos e não tem como se sustentar. Vou ter que pedir a compreensão de todo mundo“, diz.

Na tarde desta quinta-feira (29), ele pretende fazer um pronunciamento em praça pública para explicar aos moradores e servidores municipais as razões para a interrupção das atividades. A previsão é que aulas, limpeza pública, esgotamento sanitário, segurança realizada pela guarda municipal e até transporte de pacientes para consultas na capital fiquem suspensos.

Apenas os servidores da Saúde devem receber os salários de agosto, porque os recursos recebidos por eles vêm da União. Os professores também devem receber pagamento, mas apenas um percentual, provavelmente menos da metade do devido, graças ao Fundeb.

*Veja AQUI a notícia completa



Polícia deflagra operação em Jardim do Seridó

Presos na operação Jardim Segura em Jardim do Seridó

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (29), em Jardim do Seridó, a Operação Jardim Seguro. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Ao todo, quatro pessoas foram presas e um adolescente, de 16 anos, apreendido.

Os detidos foram identificados como, Crismarque do Nascimento Avelino, de 26 anos; Carlos Anderson dos Santos André, de 23 anos; João Pedro de Oliveira Pereira, de 18 anos e Fabiana Cristina da Silva, de 30 anos.

Os policiais apreenderam 1,11 quilo de entorpecentes, entre crack, cocaína e maconha, além de apetrechos relacionados com o tráfico.

Todos foram autuados em flagrante e colocados no Sistema Penitenciário à disposição da Justiça.

Droga apreendida na operação pela Polícia Civil


Câmara de Caicó sedia sessão solene em homenagem ao 6º BPM

Com 25 anos de existência, o 6º Batalhão da Polícia Militar, em Caicó, será homenageado em sessão solene proposta pelo deputado estadual Coronel Azevedo. A solenidade acontece na sexta-feira (30), às 15h, na Câmara Municipal de Caicó.

Na sessão solene de sexta-feira, serão homenageados os seguintes militares: coronel Romualdo Borges Farias, tenente coronel Walmari Costa, major Ivanildo Henrique Mendonça, major Albervan Cirne de Medeiros, major José Alexandre Lopes Pereira, primeiro tenente Alexandre Lopes de Andrade Gomes, primeiro tenente Rafael Victor Targino de Araújo, segundo sargento Marcos Antônio de Souza, segundo sargento José Anchieta da Silva, segundo sargento Carlos Roberto de Aquino, segundo sargento Janilson César de Araújo Silva, terceiro sargento Sandro Ricardo Pereira, cabo Joelson Severino de Medeiros, cabo Dorges Alexandre de Lima Silva, cabo Alexandre Magno Santos Modesto, cabo Flabio Lucena, soldado Marcos Medeiros de Azevedo, soldado Alexandre Segundo da Silva Cavalcante e soldado Helder Medeiros Anjos.

Dentre os homenageados, também está o deputado estadual Vivaldo Costa, que à época em que foi governador do Estado, em 1994, criou o 6º BPM por meio do Decreto nº 12.888. Atualmente, a área de abrangência atinge 15 municípios e realiza algumas modalidades de policiamento, entre eles: de guardas, a pé, motorizado, montado, e especial, onde está o Grupo Tático Operacional (GTO).



Diretor Executivo da Plena Gestão Empresarial é um dos palestrantes de evento na FCST em Caicó

Erenildo Jair é um dos palestrantes do evento na Faculdade Católica Santa Terezinha

O Master Coach e Diretor Executivo da Plena Gestão Empresarial, Erenildo Jair de Oliveira, será um dos palestrantes do II Encontro Seridoense de Estudantes e Profissionais da Administração – ESEPAD, promovido pela FACULDADE CATÓLICA SANTA TERESINHA, nos próximos dias 11, 12 e 13 de setembro.

O evento discutirá os desafios do empreendedorismo nos dias atuais, com dicas de comportamento para superar os muitos obstáculos existentes.

As inscrições para o encontro, estão abertas no site WWW.ESEPAD.VPEVENTOS.COM

O palestrante, Erenildo Jair de Oliveira, também é psicologo e atua a 16 anos na área de consultoria de gestão. Ele possui mais de 115 projetos realizados e a sua empresa, a Plena, atua nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba.



Réus que tramaram e mataram o Cabo Rangel foram condenados; Somadas, penas chegam a 65 anos

Os três réus, vestidos de branco, foram condenados

O julgamento popular dos réus acusados de tramar e matar, o cabo da Polícia Militar, Edinaldo Alves da Costa Rangel, terminou por volta das 2 horas da madrugada desta quarta-feira (28). Os três foram condenados. A viúva, Rita de Cássia, a uma pena de 26 anos; Seu advogado Bartolomeu Linhares, confirmou que vai recorrer da sentença; O amante de Rita, Valdinez Santos, pegou pena de 21 anos de reclusão. E Thiago Conforte, filho de Rita, foi condenado a pena de 18 anos e 9 meses de reclusão.

No processo, consta que Rita de Cássia, foi a mandante do crime, a pessoa que planejou a morte do marido. Seu filho Thiago, deu o apoio logístico e Valdinez Santos, executou a vítima com tiros a queima roupa.

O crime foi cometido, no dia 19 de abril de 2016, no Bairro Alto da Boa Vista, em Caicó. A vítima dirigia seu carro, um veículo Gol de cor branca. Ao seu lado, estava Rita de Cássia. Eles tinham deixado a roupa na casa da lavadeira. O destino dos dois era o Fórum Amaro Cavalcante, aonde ela receberia alvará para liberação de cerca de R$ 16.000,00. O cabo Rangel queria esse dinheiro para pagar dividas e Rita não concordava. Esse teria sido o motivo principal do crime.

Atuaram na acusação, o Promotor Geraldo Rufino de Araújo Júnior, auxiliado pelos advogados, Anesiano Ramos, Maykol Robson de Morais, Isadora Medeiros de Araújo Costa e Katia Maria Lobo Nunes.

Na defesa de Valdinez Santos, atuou o advogdo, Vivvênio Villeneuve Moura Jácome.

Em defesa de Rita de Cássia, o advogado, Bartolomeu Linhares. E defendendo, Thiago Conforte, o advogado Francisco das Chagas Medeiros.



Técnico da IV URSAP confirma que Caicó terá prioridade no RN para uso do carro fumacê

Em entrevista à imprensa nesta terça-feira (28), o técnico responsável pelo controle vetorial na IV URSAP, Francisco Batista de Moura, explicou sobre a questão do carro fumacê que foi solicitado pela secretaria municipal de Saúde, para uma operação em Caicó, para combater o mosquito da dengue, mas que devido a algumas adequações do governo Federal, a operação ainda não começou.

Batista destacou que desde o início do ano houve um desabastecimento do produto inseticida usado carro fumacê em virtude de uma certa quantidade do produto que teve o prazo de validade expirado. Batista conversou com Walter, que é responsável pelo controle vetorial do Estado e pela base de UBV que fornece os carros para prestar o serviço e o mesmo confirmou que o produto vai chegar aos Estados dentro de 15 dias e a prioridade no momento no Rio Grande do Norte é a cidade de Caicó, para o início da operação carro fumacê.

Não vamos culpar Município nem Estado, ninguém teve culpa nisso, pois o próprio Ministério da Saúde recebeu as conseqüências do atraso do produto”, afirmou Batista. Ele confirmou que o trabalho dos Agentes de Endemias está sendo feito, sendo um trabalho relativamente bom, mas falta uma colaboração maior por parte da população, tanto na eliminação de criadouros em suas casas, quanto na facilitação da visita do agente a alguns imóveis fechados”, disse Francisco Batista.

Ele acrescenta que se a população não participar desse combate ao mosquito da dengue, com certeza vai continuar perdendo a guerra e estará sempre sob riscos de epidemias e surtos através dessa doença.



Vereador critica contrato da Prefeitura de Caicó com empresa de recuperação de créditos

O vereador Pastor Erinaldo Lino voltou a demonstrar preocupação com a continuidade do contrato entre o Município de Caicó e a empresa Virtus, especializada em recuperação de créditos.

Temos acompanhado essas decisões, as quais se referem a valores consideráveis. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) pediu a revisão desse contrato e a Receita Federal não homologou o processo”, explicou o vereador.

O Edil ainda fez duras críticas sobre a manutenção do contrato destacando que já foram pagos mais de 2 milhões de reais a empresa.

No ano de 2018 foi recolhido para o Município, através de negociações do Refis, 1,8 milhão de reais. E foi pago à empresa Virtus R$ 2,28 milhões de reais. Isso tem deixado o contribuinte preocupado, pois foi planejada, por exemplo, a compra de dois carros coletores de lixo, mas só um foi adquirido. A preocupação maior do Município foi pagar a empresa”, criticou o Pastor Erinaldo.



Ivonete Dantas solicitou reparos na iluminação do bairro Nova Caicó

Vereadora Ivonete Dantas solicita reparos em luminárias

A vereadora Ivonete Dantas encaminhou ofício à secretaria municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos, solicitando reparos de luminárias danificadas nos postes do bairro Nova Caicó, na zona Norte.

Em sua justificativa, Ivonete lembrou que esta é uma solicitação dos moradores que residem naquele bairro. “Eles alegam que existe uma grande quantidade de luminárias que não funcionam mais, deixando a população insegura com a escuridão”, destacou ela.



Bombeiros interditam ginásio Nonozão por problema na estrutura da cobertura metálica

Cobertura do Ginásio da Ilha de Sant’Ana danificado

Nesta segunda-feira (26), o Corpo Bombeiros de Caicó, interditou o ginásio poliesportivo Monsenhor Antenor Salvino de Araújo (Nonozão), na Ilha de Sant’Ana, em virtude da estrutura da cobertura metálica do ginásio ter sido danificada através de uma forte ventania (redemoinho).

No local, estão sendo realizados os Jogos Escolares do RN (JERN’s) e nesta manhã uma equipe dos Bombeiros esteve no ginásio acompanhado de representantes da prefeitura de Caicó e ficou definida a interdição por questões de segurança dos atletas e do público.

Ficou acertado de que a 10ª DIREC irá providenciar outro ginásio para a continuação dos jogos dos JERN’s, inclusive já tem como opções, os ginásios do IFRN e do CDS.



Caicó está inserida novamente no Mapa do Turismo Brasileiro

O Ministério do Turismo divulgou nesta segunda-feira (26), no Diário Oficial da União (DOU), o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Ao todo, 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país foram validadas pela Pasta e incluídas na atualização da plataforma. Neste ano, os estados e municípios contaram com novos critérios, compromissos e recomendações estabelecidas pelo Ministério do Turismo, entre elas a obrigação de participação em instância de governança e em Conselho Municipal de Turismo (COMTUR).

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e Turismo, José da Paz Dantas (Paizito) informou que o Município de Caicó entregou recentemente toda a documentação necessária para permanecer no Mapa do Turismo do Brasil. Com isso, o município de Caicó é reconhecido como uma cidade turística e isso implica diretamente na participação das políticas do Ministério do Turismo, como editais, entre outras ações.

Paizito Dantas destacou que o Município de Caicó tem várias potencialidades na área do turismo e citou o turismo de eventos, turismo de aventura, turismo pedagógico, turismo religioso e o turismo ecológico. “Em Caicó, a gente desenvolve atualmente vários projetos, entre eles, o roteiro geoturístico de Caicó que poderá culminar com a criação do museu da geodiversidade e o projeto da educação patrimonial com a participação de todas as escolas do Município. Essas são ações que vão ao encontro a esse tão esperado desenvolvimento do turismo em Caicó e na região”, disse Paizito Dantas.

Entre os benefícios do Mapa do Turismo estão a categorização dos municípios turísticos, que vai de “A” a “E”. Essa classificação é um instrumento de acompanhamento do desempenho das economias turísticas locais. Além disso, ele subsidia a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, incluindo ações de infraestrutura turística, qualificação profissional e promoção dos destinos, observando características peculiares de demanda e vocação turística.

O novo Mapa do Turismo está disponível para consulta no site www.mapa.turismo.gov.br e conta ainda com a emissão de certificado digital para os municípios que o compõem.



Jogos da modalidade de Futsal dos JERNs são transferidos do Nonozão para o ginásio de esportes do CDS

Em nota nesta segunda-feira (26), a direção da 10ª DIREC confirmou que considerando a interdição do ginásio Nonozão, por parte do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, em conjunto com sua coordenação de Esportes comunica oficialmente que todos os jogos da modalidade de Futsal passarão a ser realizados no ginásio de Esportes do Colégio Diocesano Seridoense (CDS).

Serão observados os mesmos horários da tabela, alternando apenas os dias, exemplo: Os jogos da segunda-feira (26/08) serão realizados na terça-feira (27/08) e assim sucessivamente até as finais da competição que passarão a ser realizadas no dia 01/09.



Caicó: Acusados de tramar e matar cabo da PM começam a ser julgados nesta terça (27)

Réus serão julgados nesta terça-feira, no Fórum Amaro Cavalcante, em Caicó

Nesta terça-feira (27), a partir das 09hs, acontece no Salão do Júri “Siloé Capuxú”, no Fórum Amaro Cavalcante, em Caicó, o julgamento popular de três réus, que foram denunciados pela trama e morte do cabo da Polícia Militar, Ednaldo Alves da Costa Rangel. O crime aconteceu na manhã do dia 19 de abril de 2016. Os réus, são: a então esposa do policial, Rita de Cássia Alves Rangel, que segundo a polícia tramou o crime; seu filho, Thiago Conforte, que não tinha um bom relacionamento com o padastro (ele deu apoio logístico, inclusive, pilotava a moto com o atirador) e Valdinez Fernandes dos Santos , que matou o cabo Rangel com disparos de arma de fogo.

Pelo menos inicialmente, a expectativa é que o júri dure cerca de dois dias, por causa da quantidade de testemunhas arroladas para serem ouvidas. No processo constam 32 pessoas. Esse número pode reduzir.

Outro número interessante desse julgamento, é a quantidade de advogados que estão habilitados para atuar. Só na assistência do Ministério Público, são 4, sendo eles, Maykol Robson de Morais, Isadora Medeiros de Araújo Costa, Anesiano Ramos de Oliveira e Katia Maria Lobo Nunes.

Os réus constituíram seus defensores e, também, em quantidade significativa. Se não, vejamos: Rita de Cássia é defendida por José Bartolomeu de Medeiros Linhares; Thiago Conforte é defendido por William David Ferreira e FRANCISCO DAS CHAGAS MEDEIROS; Por fim, o réu, Valdinez Santos, é defendido por Rivaldo Dantas de Farias (mas, este, está preso e não poderá atuar), Vivênio Villeneuve Moura Jácome e Wallacy Rocha Barreto.



FHC afirma que soberania se exerce sem arrogância e aponta impropriedades do governo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu que o país adote uma postura mais equilibrada nas discussões sobre o meio ambiente e nas relações exteriores.

Em meio ao conflito e troca de acusações entre os governos brasileiro e francês, FHC criticou a postura do Planalto no debate sobre o aumento de queimadas na Amazônia.

“Oposição entre economia e meio ambiente é falsa“, afirmou FHC no Twitter. Ele apontou que impropriedades do governo brasileiro prejudicam o país.

Impropriedades na fala do governo permitiram que interesses comerciais tentassem paralisar acordo com Mercosul. Preservar a floresta e o bem estar dos habitantes é  dever de todos. Soberania se exerce sem arrogâncias desnecessárias“, acrescentou.