Please enter banners and links.


Polícia Civil pede ajuda da população para localizar suspeito de tentar matar jovem em São Miguel-RN

A Polícia Civil solicita que a população envie denúncias anônimas que ajudem na localização de Paulo Roberto da Silva, 36 anos, suspeito de ter tentado matar a jovem Renata Ranyelle Almeida, 23 anos, no último sábado (23), na cidade de São Miguel.

Contra Paulo Roberto da Silva já existe um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. De acordo com as investigações realizadas pela equipe da Delegacia Municipal de Polícia Civil de São Miguel, o suspeito é ex-namorado de Renata Ranyelle e não aceitava o fim do relacionamento.

Imagens das câmeras de segurança da loja, onde a vítima trabalhava, registraram o momento em que ela é baleada no rosto, durante um suposto roubo que foi forjado por Paulo Roberto.

Informações que possam colaborar com a prisão de Paulo Roberto devem ser enviadas para o DISQUE-DENÚNCIA: 181, com garantia de sigilo.



MPF abre inquérito civil para investigar possíveis fissuras no açude de Santa Luzia-PB

G1/PB – Um inquérito civil público vai apurar a possível existência de fissuras na barragem do açude José Américo, localizado no município de Santa Luzia, Sertão da Paraíba. A portaria que instaura o inquérito foi publicado no Diário do Ministério Público Federal Eletrônico (DMPFE) desta quinta-feira (28) e foi assinada pelo procurador da República Tiago Misael Martins.

No texto, contudo, o procurador não explica o que motivou a abertura de investigação.

A reportagem do G1 entrou em contato com João Pedro Chaves, gerente de operações de mananciais da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) do Governo da Paraíba.

Ele explicou que o primeiro passo é localizar o proprietário do manacial e notificá-lo para analisar o local e eventualmente recuperá-lo. Segundo João Pedro, o açude pode ser do Estado, da União ou mesmo particular. E que, a depender do caso, a fiscalização pode ficar ou com a Aesa ou com a Agência Nacional de Águas (ANA).

De toda forma, ele disse que ao menos por ora a Aesa não foi notificada de nada. A ANA também foi procurada, mas os telefonemas não foram atendidos.



Acusado de matar Gegê e Paca será transferido para o Ceará

Gegê do Mangue e Paca forma mortos pela própria facção

Um dos acusados de matar Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, será transferido para o Ceará. Na decisão do colegiado de juízes da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz, publicada nesta quarta-feira (27), os magistrados solicitam que André Luís da Costa Lopes, o ‘Andrezinho da Baixada’ seja enviado ao estado para participar de uma audiência de custódia na cidade onde o crime aconteceu. A transferência ainda não tem data definida.

‘Andrezinho’ é denunciado pelo duplo homicídio dos chefes de uma facção criminosa paulista, ocorrido em fevereiro de 2018, na Região Metropolitana de Fortaleza. Gegê e Paca foram encontrados mortos em uma reserva indígena. Conforme a investigação, membros da facção ordenaram a morte dos dois porque eles usavam dinheiro da organização criminosa para sustentar uma vida de luxo em Aquiraz, área nobre do litoral cearense. Eles viviam em uma mansão e possuíam carros de luxo, que foram apreendidos pela Justiça.

Continue lendo


Governo reduz para R$ 1.031 estimativa de salário mínimo para 2020

O salário mínimo para o próximo ano ficará em R$ 1.031, anunciou no fim da tarde de hoje (26) o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues. O valor representa redução de R$ 8 em relação ao projeto de lei do Orçamento Geral da União do próximo ano, que previa mínimo de R$ 1.039 para o próximo ano.

O novo valor do mínimo consta de mensagem modificativa do Orçamento de 2020 enviada hoje (26) pelo governo ao Congresso Nacional. Segundo Rodrigues, a queda da projeção se justifica pela redução das estimativas da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para o próximo ano.

Continue lendo


Operação do MPRN investiga tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Jardim de Piranhas

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos com o apoio da Polícia Militar. Ação combate uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios

O GAECO, com o apoio da Polícia Militar, deflagrou uma operação nesta quinta-feira (28) para investigar os crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Jardim de Piranhas. A ação combate uma organização criminosa que atua dentro e fora de unidades prisionais potiguares.

Ao todo, foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão em endereços localizados em Natal e no município de Jardim de Piranhas. As provas coletadas serão objeto de análise. O processo segue em segredo de Justiça.

Denúncias

O MPRN reforça à população potiguar que recebe denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br

Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.



Réu é condenado por homicídio, em dois júris diferentes realizados nesta quarta (27) em Mossoró

Julgamento aconteceu em Mossoró nesta quarta

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Mossoró realizou nesta quarta-feira 27) duas sessões do Tribunal do Júri Popular envolvendo um mesmo réu. A opção pelos dois julgamentos se deu para fins de aproveitamento da sua escolta, uma vez que Mário Ranyelle da Silva Lima está preso no Ceará.

O juiz Vagnos Kelly de Medeiros, que presidiu as duas sessões do Júri, observa que essa não foi a primeira vez que a Comarca de Mossoró realizou dois julgamentos em um só dia, aproveitando o mesmo Conselho de Sentença, com a permissão contida no artigo 452 do Código de Processo Penal. O dispositivo diz que “o mesmo Conselho de Sentença poderá conhecer de mais de um processo, no mesmo dia, se as partes o aceitarem, hipótese em que seus integrantes deverão prestar novo compromisso”.

Continue lendo


Caicó: Vara da Infância e Juventude regulamenta atuação dos agentes de proteção na comarca

O juiz André Melo Gomes Pereira, da Vara da Infância e Juventude da comarca de Caicó, publicou portaria que regulamenta a atuação dos agentes judiciários de proteção vinculados à Justiça da Infância e Juventude no âmbito daquela comarca.

No documento constam as atribuições e os deveres dos agentes de proteção, bem como a forma pela qual eles serão credenciados para trabalhar no município de Caicó.

Entre as atribuições dos agentes de proteção está a de fiscalizar bares, boates, clubes, bailes, promoções dançantes, restaurantes e estabelecimentos congêneres; blocos de carnaval, certames de beleza e espetáculos públicos em geral; estádios, ginásios e campos esportivos; casas que explorem comercialmente diversões eletrônicas; hotéis, motéis, pousadas e outros estabelecimentos congêneres; embarque e desembarque de crianças e adolescentes na rodoviária ou pontos de parada de veículos de transportes intermunicipais.

A portaria garante aos agentes livre acesso a todos esses estabelecimentos, quando abertos ao público. Além disso, no exercício de suas funções, os agentes de proteção podem requisitar auxílio de força policial.

Articulação

A portaria é fruto da ação da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente de Caicó, que tem se reunido periodicamente para debater a criação dos agentes de proteção.

Para Júnior Santiago, articulador institucional da Rede de Proteção, “é um avanço que damos para o fortalecimento da rede de proteção com foco na proteção da criança e do adolescente. Estamos contribuindo sobremaneira na efetivação de políticas publicas infanto-juvenil com ações de articulação do Sistema de Garantia de Direitos. Durante este ano, foram várias reuniões, vários debates, para que tivéssemos mais um instrumento para proteger as nossas crianças e os nossos adolescentes”, explicou.