ENTREVISTA: Advogado de militar aposentado acusado de abuso sexual nega crimes

O advogado Rômulo Fernandes, que defende o militar aposentado, de 70 anos, que foi preso na semana passada acusado de estupro de vulnerável, crime praticado contra pelo menos 6 crianças, conversou nesta quinta-feira (09) com a reportagem do Sistema Rural de Comunicação.

Em sua fala, o advogado diz que existe uma tentativa de tomada dos bens de seu cliente e acusa Polyana Lorena, filha de sua ex-companheira, de estar coopitando pessoas para depor contra ele.

O advogado ainda disse que sua ex-mulher foi flagrada por ele em ato de traição dentro de sua casa.

Acompanhe o áudio da entrevista:


Prefeito de Caicó diz que não descumpre decreto do Governo do Estado, mas, quer conversar com a Casa do Empresário

Prefeito diz que não vai descumprir o decreto governamental

O prefeito de Caicó, Robson de Araújo Batata, informou ao Blog na noite desta quinta-feira (09), que não vai editar nenhum decreto contrário ao que foi publicado pelo Governo do Estado que manda fechar o comércio entre os dias 14 e 23 de abril.

“Nós não podemos brincar com a saúde, com a vida das pessoas. A governadora baixa um decreto, nós vamos cumprir, agora na próxima segunda-feira, vamos sentar com a Casa do Empresário. É preciso dialogar”, disse.

Mas, os prefeitos de Nastal, Álvaro Dias, de Mossoró, Rosalba Ciarlini e de Parnamirim, Maurício Marques, disseram que não irão cumprir o decreto estadual. Cada um vai editar medidas próprias.


Aldeias Infantis SOS lança Campanha Nacional no Brasil

As Aldeias Infantis SOS lançou esta semana, no Brasil, a Campanha Nacional #SOSPrecisamosContinuar, voltada para a captação de recursos, financeiros e materiais, neste momento de emergência. Na imagem acima você poderá ter um preview da identidade da Campanha, que será veiculada em nosso site e redes sociais.

Para dar suporte a campanha, foi criado também uma página que reúne conteúdos sobre como a Organização está enfrentando os desafios da Covid-19, dicas de prevenção e orientações para viver, da melhor maneira possível, o isolamento social em família.

“Neste momento de Pandemia em que estamos passando, precisamos, ainda mais, da colaboração e compreensão dos brasileiros. Aqui em Caicó, por exemplo, temos muitas famílias em situação de extrema vulnerabilidade que precisa da ajuda das pessoas. Por isso, contamos com a sua ajuda para oferecermos dignidade nesse momento de crise humanitária”, destacou Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS no RN.

Em Caicó, faça sua doação através do seguinte endereço eletrônico: doe.aldeiasinfantis.org.br/caico

Você pode conferir todo o conteúdo por meio deste link: https://www.aldeiasinfantis.org.br/coronavirus

Confira o Texto oficial da Campanha:

#SOSPrecisamosContinuar

A Aldeias Infantis tem como missão garantir um futuro digno para milhares de crianças e adolescentes em todo o mundo e sabe da importância fundamental das famílias para o pleno desenvolvimento desses jovens. Mas neste momento o futuro não pode esperar!

O que se apresenta diante dessas famílias hoje é uma Emergência Social. E nós não podemos deixá-las desamparadas. Um grande número de vidas está em risco e, por isso, precisamos dar uma resposta rápida e eficaz.

Para poder agir rapidamente, estamos criando o Fundo de Emergência Humanitária, em uma campanha nacional para arrecadação de recursos financeiros e materiais. Desde o dia 20 de março, as doações recolhidas nas ruas, que representavam 85% dos recursos doados para a Aldeias Infantis SOS Brasil, foram paralisadas. Mas acreditamos no poder da solidariedade e confiamos no apoio da sociedade brasileira neste momento de adversidade.

Por isso, ​​queremos ampliar nosso atendimento e apoiar outras milhares de famílias vulneráveis, nas 31 localidades em que atuamos no país. ​Mas para isso dependemos da sua ajuda, pois a quantidade de famílias atendidas dependerá exclusivamente da quantidade de recursos arrecadados.

Além do suporte psicossocial, precisamos levar ajuda humanitária a essas famílias. E isso inclui assistência material como cestas básicas, kits de higiene e uma série de outras ações que garantam a sobrevivência das populações mais atingidas pela crise do coronavírus.

Nossos profissionais têm, ainda, a necessidade urgente de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para continuar prestando atendimento dentro dessas comunidades, sem oferecer riscos para eles e para essa população extremamente vulnerável.

O Fundo de Emergência Humanitária vai garantir também a manutenção dos projetos já em curso, como o acolhimento de mais de 500 crianças e adolescentes em nossas 59 Casas Lares de norte a sul do país, e a continuidade do apoio às mais de 2 mil famílias já atendidas pela organização, incluindo as venezuelanas em refúgio. Contamos com vocês para superarmos essa crise. #SOSPrecisamosContinuarMais do que nunca, é hora de nos unirmos, use a #SOSPrecisamosContinuar, compartilhe as publicações e nos ajude a chegar ainda mais longe.

#VaiFicarTudoBem #FicaEmCasa


Ouro Branco terá parada no abastecimento para manutenção

Ouro Branco passará por interrupção no abastecimento de água

A cidade de Ouro Branco, na região Seridó do Estado, vai passar por uma parada no abastecimento na próxima semana, nos dias 15, 16 e 17 (quarta, quinta e sexta-feira). A interrupção no fornecimento de água será necessária para que equipes da Caern possam realizar um trabalho de manutenção o sistema.

Ouro Branco tem cerca de 4.800 habitantes e é abastecida por poços. Durante a manutenção, será feita a limpeza na estação de tratamento de água, no reservatório e na adutora. Também haverá equipes fazendo a manutenção das bombas dos poços.

O objetivo do trabalho é permitir o melhor funcionamento do sistema. Logo que a manutenção for concluída, o abastecimento será restabelecido. No entanto, a normalização completa da rede se dará em um prazo de até 48 horas.


Em 43 dias, Covid-19 matou mais que H1N1, sarampo e dengue em um ano

O Ministério da Saúde informou que, até a tarde da quarta-feira (9), o país havia registrado 800 mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em 43 dias, o vírus fez mais vítimas fatais do que dengue, H1N1 e sarampo mataram ao longo de todo o ano de 2019.

De acordo com dados do próprio Ministério da Saúde, a dengue matou 782 mortes em 2019, enquanto que o H1N1 provocou a morte de 796 pessoas e o sarampo de mais 15.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, 148 pessoas morreram em decorrência da dengue até o dia 28 de março deste ano, no país. Há um aumento na incidência da doença, que ao longo de 2019 teve 1.544.987 casos registrados no país, um aumento de 488% em relação ao ano anterior.

Ministério confirma que casos tem aumentado

Tenente-coronel da PM do Ceará morre com coronavírus

Tenente-coronel João Océlio Atanázio Alves tinha 50 anos

Após dias internado e com diagnóstico de Covid-19, o tenente-coronel da Polícia Militar do Ceará (PMCE) João Océlio Atanazio Alves, de 50 anos, morreu nesta quarta-feira (8), em Fortaleza.

A Polícia Militar (PMCE) informou que o oficial tinha comorbidades e seu quadro de saúde se agravou após ser infectado pelo novo coronavírus.

Ceará tem 53 mortes confirmadas por Covid-19, conforme atualização desta quarta-feira (8) da plataforma IntegraSUS. São 1.376 casos confirmados.

O tenente-coronel estava hospitalizado em Fortaleza.

G1/CE


Publicada MP que isenta consumidor pobre de pagar conta de luz

MP regula o pagamento de contas de energia elétrica por pessoas de baixa renda – (Foto: Beth Santos)

A população pobre, com consumo mensal de energia elétrica inferior ou igual a 220 quilowatts-hora (kWh), está isenta de pagar a conta de luz, no período de 1º de abril a 30 de junho deste ano. É o que determina a Medida Provisória (MP) nº 950, de 8 de abril de 2020, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, dessa quarta-feira (8).

Para isso, fica a União autorizada a destinar recursos para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), limitado a R$ 900 milhões, a fim de cobrir os descontos relativos à tarifa de fornecimento de energia elétrica dos consumidores incluídos na Tarifa Social.

Continue lendo

Decreto manda fechar comercio no RN entre os dias 14 e 23 de abril

Comercio deve fechar suas portas obedecendo o decreto do Governo do Estado

O decreto nº 29.600/2020, do Governo do Estado, divulgado nesta quinta-feira (09) no Diário Oficial, estabelece medidas mais rígidas de isolamento social para diminuir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). Um exemplo é o fechamento do comercio entre os dias 14 e 23 de abril.

A exceção é para os serviços essenciais como as áreas de saúde, alimentação e segurança. São considerados essenciais também serviços como coleta de lixo, transmissão de energia, telefonia e internet, serviços postais e bancários, transporte de cargas e postos de combustíveis.

Confira o decreto:

http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200409&id_doc=679767