Número de mortes por covid-19 no país se aproxima de 2 mil

Em meio à troca de comando, o Ministério da Saúde divulgou hoje (16) novo balanço de casos confirmados e óbitos relacionados ao novo coronavírus. Os óbitos totalizaram 1.924, enquanto as pessoas infectadas chegaram a 30.425.

O número de mortes é 10% superior ao divulgado ontem (15), quando foram contabilizadas 1.736 mortes. Nas últimas 24 horas, 188 pessoas morreram, menos do que nos dois dias anteriores, quando foi batido o recorde de 204 novas mortes.

O total de casos confirmados hoje marcou um aumento de 7% em relação ao de ontem (15), quando foram registrados 28.320 casos confirmados. O número de novos casos confirmados nas últimas 24 horas foi de 2.105, menos do que os 3.058 anunciados ontem.

São Paulo concentra o maior número de óbitos (853), quase três vezes o número do segundo colocado, o Rio de Janeiro (300). Os estados são seguidos por Pernambuco (160), Ceará (124) e Amazonas (124).  

Além disso, foram registradas mortes no Paraná (41), Maranhão (37), Minas Gerais (33), Bahia (30), Santa Catarina (29), Pará (24), Paraíba (24), Rio Grande do Norte (20), Rio Grande do Sul (19), Espírito Santo (22), Distrito Federal (20), Goiás (16), Piauí (oito), Amapá (sete), Alagoas (cinco), Mato Grosso do Sul (cinco), Mato Grosso (cinco), Acre (cinco), Sergipe (quatro), Roraima (três), Rondônia (três) e Tocantins (um).

A taxa de letalidade do país ficou em 6,3%, mesmo índice registrado ontem.

Agência Brasil


Seridó tem 150 casos suspeitos de Covid-19 e 79 foram descartados

Entre os casos de Covid-19, registrados na 4ª Região de Saúde, que está no Seridó, 79 foram descartado, 150 permanecem como suspeitos, ou seja, aguardando os resultados dos exames laboratoriais ou investigações epidemiológicas e 03 foram confirmados, nos municípios de Cerro Corá, Acari e Currais Novos.

Números mostram os casos nas três cidades do Seridó

O primeiro caso foi de uma criança de 1 ano e 7 meses, do sexo feminino, natural da cidade de Cerro Corá. Ela apresentou os primeiros sintomas no dia 31/03/2020. A coleta do material para o exame (Coleta de Swab), ocorreu em 04/04/2020. O resultado do exame, com confirmação para COVID-19 ocorreu no dia 11/04/2020. A criança evoluiu para óbito em 09/04/2020.

O segundo caso confirmado foi do Município de Currais Novos. Era uma paciente do sexo feminino, de 59 anos, que apresentou os primeiros sintomas no dia 28/03/2020. A Coleta de Swab para exame, ocorreu em 03/04/2020. O resultado, com confirmação para COVID-19, ocorreu em 13/04/2020. A paciente segue em isolamento domiciliar.

O terceiro caso confirmado foi do Município de Acari. O paciente é do sexo masculino, de 47 anos. Ele apresentou os primeiros sintomas em 02/04/2020. A coleta realizada em 09/04/2020. O resultado do exame, com confirmação para COVID-19 ocorreu em 13/04/2020. O paciente que ficou internado no Hospital Regional, recebeu alta nesta quinta-feira (16), mas, vai continuar em isolamento, em casa.


Grupo que planejava atacar carros-fortes e bancos no Sertão da Paraíba é preso na BR-230

Humberto Vital (Catolé News)- Seis suspeitos de planejar ataques a carros-fortes e bancos, foram presos em uma operação realizada nesta quinta-feira (16), em Aparecida, Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, o grupo foi preso com armas escondidas embaixo da carroceira de um carro.

Segundo a polícia, os seis suspeitos estavam com uma metralhadora, quatro fuzis, uma pistola, explosivos e munições. O grupo estava dividido em dois veículos, com placas de Minas Gerais, e em um deles estavam as armas escondidas.

Ainda de acordo com informações da Polícia Militar, a apreensão do grupo foi feita após um trabalho integrado entre a Polícia Militar da Paraíba, Polícia Federal do Rio Grande do Norte, Polícia Federal da Paraíba e Polícia Civil da Paraíba.

Os suspeitos são dos estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia, e foram levados para a sede da Polícia Federal em Patos.

Segundo a polícia, operação irá continuar até chegar em outros integrantes da quadrilha.


Polícia Civil apreende mais de 2.700 fracos de álcool em gel fabricados clandestinamente em Lagoa de Pedras

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (DECON) realizaram, nesta quinta-feira (16), após recebimento de denúncias do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), diligências que resultaram na apreensão de 2.779 frascos de álcool em gel produzidos irregularmente em uma fábrica localizada no município de Lagoa de Pedras. O material, que foi encontrado pelos policiais civis armazenado em uma pousada, na cidade de Parnamirim, estava sendo vendido em estabelecimentos comerciais e em condomínios residenciais.

Segundo as investigações realizadas pela Polícia Civil, a empresa estava fabricando álcool em gel de maneira irregular e revendendo para mercadinhos potiguares, sem garantia de qualidade do produto, omitindo informações, descumprindo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Ao longo das investigações, os policiais civis notaram que a cada nova embalagem do produto o rótulo vinha alterado, com informações divergentes umas das outras, que já haviam sido repassadas. Além disso, o rótulo constava endereço inexistente, sendo um galpão abandonado, há aproximadamente, 5 anos, e site inacessível.

No local, foram encontrados 2.779 frascos contendo 500 ml de álcool em gel, além de algumas outras embalagens, contendo 5l do mesmo material, quando o máximo permitido por embalagem é 1l, seguindo às medidas sanitárias. O material foi encaminhado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), onde será realizada a avaliação quanto à formulação química do álcool em gel comercializado de forma irregular.

Os responsáveis pela fábrica e pela pousada foram identificados e serão investigados pelos crimes de fazer afirmação falsa sobre produto, estelionato e falsificação de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.


Banco do Nordeste prorroga em mais 30 dias pagamento de prestações do Crediamigo

O Banco do Nordeste prorrogou, automaticamente, as prestações das operações contratadas no âmbito do Crediamigo com vencimento entre 19 de abril a 18 de maio deste ano para 30 dias após o vencimento da última parcela. Essa é a segunda prorrogação por conta da pandemia. São mais 30 dias disponibilizados aos clientes, considerando que a prorrogação aprovada em 26 de março passado venceria neste sábado, 18. Multa e mora por atraso serão dispensadas, mantendo-se a cobrança dos encargos contratuais.

Como alternativa à prorrogação automática, o Banco aprovou a possibilidade de revitalização do crédito, com 60 dias para pagamento da primeira parcela, por meio de nova operação que regularize a situação do cliente e injete novo capital nos negócios.

No caso de novas operações, sejam contratações ou renovações de crédito, o Banco do Nordeste aprovou a concessão de carência de até 30 dias da primeira parcela, durante o período de 19 de abril a 30 de junho de 2020, resultando em 60 dias para o início do pagamento.

Continue lendo

Operação Tricerátops cumpre mandados de prisão contra grupo criminoso que agia em estados do Nordeste

Operação foi deflagrada e teve a participação das forças policiais

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas no Rio Grande do Norte, coordenada pela Polícia Federal e composta de policiais federais, policiais militares e policiais civis da SESED/RN e, ainda, agentes penitenciários federais, atuando com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), na manhã desta quinta-feira, 16/4, deflagrou a Operação Tricerátops, para dar cumprimento a cinco mandados de prisão preventiva expedidos pela 11ª Vara Federal de Assu/RN.

Os mandados foram expedidos contra pessoas responsáveis pela prática de arrombamentos e furtos em mais de 40 estabelecimentos comerciais nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Dentre os estabelecimentos arrombados e furtados, com grande demonstração de violência, estavam agências dos Correios das cidades de Paraú e Triunfo Potiguar/RN, nas datas de 27/02/2018 e 07/03/2019, respectivamente.

Todos os indivíduos presos possuem um extenso histórico criminal ligado à prática de crimes contra o patrimônio, incidências que causam grande abalo social, especialmente em pequenos municípios do interior dos estados.

Apesar das restrições impostas neste período de calamidade pública, a Força-Tarefa coordenada pela Polícia Federal prossegue com o monitoramento da criminalidade visando reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte, atividade essencial que não pode ser interrompida.


Homem de 61 anos é 20º morto por novo coronavírus no RN; estado tem 400 casos confirmados

O Rio Grande do Norte tem 400 casos confirmados no novo coronavírus. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (16), em boletim da Secretaria Estadual de Saúde, mostrando somente um novo caso da doença registrado. Além disso, uma morte em decorrência do novo coronavírus foi confirmada em Canguaretama. Foi a primeira no município.

De acordo com informações preliminares, a vítima foi um homem de 61 anos, que estava internado no hospital Giselda Trigueiro, em Natal, e morreu ainda na quarta-feira (15). Ele tinha quadro de diabetes e hipertensão.

Esse foi o vigésimo óbito no estado. Antes da morte do homem de 61 anos, já estavam registradas as mortes em Apodi (1), Cerro Corá (1), Lagoa de Pedras (1), Mossoró (6), Natal (5), São Gonçalo do Amarante (2), Taipu (1) e Tenente Ananias (2).

Ao todo, o Rio Grande do Norte conta com 400 casos confirmados, 2.232 suspeitos e 2.207 descartados. O estado conta ainda com 113 pessoas internadas, sendo 33 com diagnóstico confirmado de covid-19 e 80 com suspeita da doença.


Adese e Sebrae lançam site para ajudar produtores de queijos do Seridó a aumentarem as vendas

Site vai ajudar produtores de queijos do Seridó

A Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó – ADESE, com o apoio do Sebrae do Rio Grande do Norte, está lançando nesta quarta-feira (15) o site https://queijosdoserido.com.br/  para divulgar as atividades dos produtores de queijos regionais do Seridó. Existem atualmente pouco mais de 300 produtores de queijo de coalho e de manteiga distribuídos pelos 25 municípios do Seridó norte-rio-grandense. Muitos deles produzem outros derivados do leite, como a manteiga do sertão, muito apreciada e utilizada na culinária regional por consumidores do Nordeste brasileiro.

A iniciativa é uma alternativa visando minimizar os efeitos da pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) na cadeia produtiva do leite, que está praticamente estagnada por falta de locais para a comercialização desses produtos, devido ao fechamento do comércio local e isolamento social das famílias. Segundo o presidente da Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares do Seridó – COAFS, Joseilson Medeiros, a crise do coronavírus tem afetado diretamente a comercialização de queijos e, consequentemente, a produção de leite na região do Seridó, que sofreu uma queda vertiginosa.

Continue lendo

Saída de leitos de UTI que não são para pacientes Covid-19, de Caicó para Currais Novos, pode ser judicializada

O promotor Vicente Elísio de Oliveira Neto, continua insistindo que a retirada dos leitos de UTI para atendimento de problemas de saúde que não sejam Covid-19, de Caicó para Currais Novos, é um erro. Inclusive, é possível que nas próximas horas, o assunto seja judicializado.

Esta semana, o promotor participou de reunião através de vídeo-conferência com diversas autoridades de saúde da região Seridó e do estado para tratar também, sobre o assunto. A promotora, Kalina Correia Filgueira, coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Saúde no M/RN, também participou e disse que o Plano de Contingência e enfrentamento ao Coronavírus, criado na região, precisava de ajustes.

Os profissionais de saúde que estavam presentes, disseram que não tinha como fazer qualquer mudança no Plano.

Uma possibilidade defendida pelos promotores é que sejam instalados leitos de UTI no Hospital do Seridó. Quando perguntando da possibilidade do empenho da Prefeitura nesse sentido, já que o referido hospital, atualmente é de sua responsabilidade, Batata Araújo, disse que era inviável.


Mandetta e seu desabafo a VEJA: “60 dias de batalha, já chega, né? e fico até encontrarem uma pessoa para assumir meu lugar”

Em entrevista a revista Veja, Mandetta desabafa

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, comandou na tarde desta quarta-feira, 15, mais uma entrevista coletiva diária da série iniciada há cerca de três meses em razão da pandemia do novo coronavírus. O tom de despedida e o balanço feito por ele e seus dois principais auxiliares — o secretário-executivo João Gabbardo e o secretário de Vigilância e Saúde, Wanderson de Oliveira — levam a crer que foi a última coletiva pilotada por Mandetta.

Em um clima praticamente de confraternização, que incluiu piadas e discursos de despedidas, Mandetta confirmou que Oliveira havia pedido para sair do ministério na manhã de hoje, mas que ele não aceitou a demissão. “Entramos juntos e sairemos juntos”, referindo-se aos dois secretários. A entrevista, como sempre, ocorreu no Palácio do Planalto, um andar abaixo do gabinete do presidente Jair Bolsonaro, que ainda procura um substituto para assumir a pasta. Horas depois da coletiva, Mandetta falou a VEJA por telefone em tom de desabafo sobre sua iminente demissão. A seguir, os principais trechos da conversa:

Ministro, a sua saída está certa, pelo que o senhor falou na coletiva de hoje. Até quando o senhor fica? Fico até encontrarem uma pessoa para assumir meu lugar.

Não tem mesmo mais jeito de permanecer no governo, ministro? De permanecer no governo? Não, não. São 60 dias nessa batalha. Isso cansa!

Sessenta dias do quê? Sessenta dias tendo de medir palavras. Você conversa hoje, a pessoa entende, diz que concorda, depois muda de ideia e fala tudo diferente. Você vai, conversa, parece que está tudo acertado e, em seguida, o camarada muda o discurso de novo. Já chega, né? Já ajudamos bastante.

O senhor acredita que a política de combate à pandemia vai mudar? Não sei, mas acho que o vírus se impõe. A população se impõe. O vírus não negocia com ninguém. Não negociou com o (Donald) Trump, não vai negociar com nenhum governo.

O que o senhor vai fazer quando sair do governo? Não sei. Vou trabalhar. Tenho de ganhar o pão. Meu caçula, o Paulo, está no último da faculdade de direito na USP, em São Paulo. O Pedro, que é médico, está na residência de cirurgia geral na Santa Casa de Campo Grande, e a Marina, que é advogada e mãe do meu netinho.

Mas o senhor vai para o governo de Goiás, com o governador Ronaldo Caiado? Não, não. Não tem nada disso. Eu posso ajudar lá informalmente, como posso ajudar qualquer outro governo ou prefeitura.

Mas o senhor tem plano de sair da vida pública? Eu nunca planejei nada. A vida foi me apresentando oportunidades. Algumas eu aproveitei, outras não.

O senhor pretende ser governador de Mato Grosso do Sul ou de Goiás, como tem sido especulado recentemente? Como ser governador? A eleição é só em 2022! Até lá tem muita coisa para acontecer. Agora tenho de trabalhar, ganhar o pão. Tenho meus filhos na faculdade ainda, tenho um netinho.

E a carreira parlamentar, o senhor pretende retomar? Não. Já passei oito anos lá e já não queria concorrer na segunda eleição. Já foi o suficiente.

O senhor se arrependeu de ter entrado no governo Bolsonaro? Não. De jeito nenhum. Não me arrependo de nada.

Estar à frente do ministério da Saúde nesse momento de pandemia foi o maior desafio que o senhor já enfrentou? Não, já passei por desafios piores. Ir para os Estados Unidos, deixando a mulher e dois filhos pequenos para estudar, foi mais desafiador.

O senhor sabe quem vai substituí-lo? Não, não sei. Mas nós vamos ajudar quem entrar, se quiser nossa ajuda. A gente tem compromisso com o país. Aqui é tudo marinheiro antigo, não tem principiante, ninguém vai torcer contra.

VEJA


Isolamento é descumprido por 53% da população do RN

Mais da metade da população potiguar não está seguindo as recomendações de isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus, aponta um levantamento feito pela empresa de geolocalização In Loco. Dados registrados na última segunda-feira, 13, revelam que 53,83% das pessoas do Rio Grande do Norte não estão respeitando as orientações de isolamento, contra 47,17% que seguem os conselhos para permanecer em casa.

O gráfico disponibilizado pela In Loco também mostra uma tendência de redução no isolamento. No final de março, o índice de isolamento chegou a superar os 60% no Estado e, depois, seguiu alternando próximo à casa dos 50%.

De acordo com o levantamento, a unidade da federação onde a população mais respeita o isolamento social é o Distrito Federal, onde 55,9% das pessoas seguem as recomendações, seguido por Pernambuco (50,6%) e Goiás (50,22%). Os três Estados são os únicos onde a maioria segue o isolamento.

A média nacional é de 46,2%, e o Rio Grande do Norte ocupa a décima posição no ranking. Os piores níveis de isolamento estão no Tocantins (35,54%), Mato Grosso do Sul (36,69%) e Mato Grosso (37,8%).

*Leia a notícia completa da Tribuna do Norte, aqui


Mantida decisão do TCE que determinou readequação de comissionados na Câmara de Caicó

Câmara de vereadores de Caicó deve se readequar

A desembargadora Zeneide Bezerra indeferiu recurso da Câmara Municipal de Caicó que pedia para que a Justiça suspendesse Acórdão do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) que concedeu 180 dias para que aquela casa legislativa readequasse o número de servidores ocupantes de cargos em comissão em seus quadros.

A Câmara Municipal de Caicó interpôs recurso contra decisão da 3ª Vara da Comarca de Caicó que negou o pedido liminar para suspender a decisão do TCE/RN que determinou prazo para que a instituição parlamentar organizasse o número de servidores ocupantes de cargos em comissão naquele órgão ao limite de 50% da totalidade da lotação.

Continue lendo

Instituto Butantan pretende desenvolver anticorpos contra covid-19

Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo Coronavírus – (Foto: Divulgação/Josué Damascena/IOC Fiocruz)

Pesquisadores do Instituto Butantan trabalham na identificação de anticorpos que poderão ser utilizados em composto para combater o novo coronavírus. Os chamados anticorpos monoclonais neutralizantes serão produzidos por células de defesa selecionadas pelos pesquisadores, que estão no sangue de pessoas que se curaram da doença.

“Temos que identificar os linfócitos B [células de defesa] que produzem anticorpos contra o coronavírus. E, entre esses, identificar aqueles que produzem anticorpos que são de fato capazes de neutralizar a ação do vírus e são capazes de bloquear a entrada do vírus na célula, que são os que a gente chama de anticorpos neutralizantes, aqueles que de fato neutralizam o vírus”, explicou a pesquisadora Ana Maria Moro, do Instituto Butantan, que coordena o estudo.

Continue lendo

Feira livre de Caicó funciona com restrições

Feira livre deve funcionar com restrições

A Prefeitura Municipal de Caicó em concomitância com o decreto estabelecido pelo Estado do RN em virtude da Pandemia que assola não só o Brasil, mas o mundo, determina que:

  • A Feira será isolada, tendo entrada e saída dos visitantes por dois acessos (um na Rua Seridó e outro na Rua Olegário Vale)
  • Irá ser aberta ao público das 5 às 12h.
  • Só serão permitidos feirantes de Caicó.
  • Cada feirante só será permitido usar 2 bancas.
  • Serão distribuídas até 200 fichas simultaneamente, para mantermos o quantitativo de pessoas circulando
  • Haverá fiscais da Agricultura, Infraestrutura, Meio Ambiente, Defesa Civil, tanto para fiscalizar a organização das bancas como no controle das medidas estabelecidas.
  • Ainda contaremos com a parceria da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros para fazer valer as regras de não aglomeração ou desvio de conduta tanto por partes dos visitantes, quanto dos feirantes.
  • Disponibilizaremos ainda a álcool a 70% para limpeza das mãos dos visitantes na entrada e saída.
  • Não poderá ser vendida bebida alcoólica na área da Feira, bem como é vetado o consumo pelos feirantes.

Orientações para os Feirantes

  • Fazer uso de máscara e luvas.
  • Utilizar-se de álcool a 70% (gel ou líquido) para limpeza das mãos constantemente.
  • Permanecer na banca, no máximo 2 pessoas.
  • Manter-se sempre por trás da mesa no atendimento ao cliente, mantendo uma distância de 1,5 m.
  • Se possível, o próprio feirante colocar os produtos na sacola.

Prefeitura de Caicó emite decreto regulando o funcionamento do Comércio e de outras atividades no período da pandemia

Funcionamento do comercio foi liberado com restrições

O prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata), mandou editou o Decreto N.º 757 de 15 de abril de 2020, que regula o funcionamento do Comércio e de outras atividades no período de enfrentamento da pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19), no âmbito municipal.

Pelo decreto fica suspenso o funcionamento de todos os restaurantes, lanchonetes, praças de alimentação, praças de food trucks, bares e similares.

Os estabelecimentos de que trata o caput poderão funcionar exclusivamente para entrega em domicílio e como pontos de coleta.

A suspensão de que trata o caput não se aplica a bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres que funcionem no interior de hotéis, pousadas e similares, desde que os serviços sejam prestados exclusivamente a hóspedes e que sejam observadas as recomendações da autoridade sanitária de distanciamento mínimo de 1,5 m (um metro e meio) entre as mesas e de até 4 (quatro) cadeiras por mesa Art.

Fica suspenso o funcionamento de feiras de artesanato, de atividades no beco da troca, de todos os shopping centers e centros comerciais similares.

Excepcionalmente fica autorizado o funcionamento do comércio em geral, de shopping centers e similares que possuam sistema de circulação natural de ar, desde que observadas medidas de segurança e higiene, com disponibilização de álcool 70º aos clientes, devendo ser mantida a distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas presentes.

Continue lendo