Jovens fazem doação de mil máscaras para o Hospital Regional do Seridó

Jovens que residem na zona oeste de Caicó, fizeram na manhã deste sábado (25), a doação de mil máscaras para o Hospital Regional do Seridó.

O que motivou Bruno Felipe, Dayanne Monike e Kaliany Samara, foi o desejo de ser solidários em meio a pandemia do Coronavírus.

O estudante de enfermagem, Bruno Felipe, disse que pensei em ajudar quando recebeu o auxílio emergencial do Governo Federal. Ele disse que viu que parte do valor recebido, também, poderia ser utilizado para ajudar outras pessoas.

Máscaras foram entregues neste sábado no Hospitalar

Hospital Regional do Seridó está precisando de aventais; Veja como ajudar

Os profissionais do Hospital Regional do Seridó estão precisando de aventais para se proteger durante o trabalho de saúde, principalmente agora durante a pandemia.

Segundo o que apuramos, estão sendo utilizados mais de 100 aventais por dia. Por isso, Ana Patricia, que atualmente também atua nas mídias digitais do Hospital, está divulgando uma campanha para arrecadar aventais. Ela informa que as peças tem que ser de TNT gramatura 40.

Ana Patricia disponibilizou sua conta bancária para doação de dinheiro.

Ana Patricia Batista de Souza
CPF.: 008.820.754-46
Banco do Brasil
Ag.: 0128-7
Conta Corrente: 35.446-5

A prestação de contas aos doadores, será rigorosa
Whatsapp: 84 98137-6919


Agência da Caixa de Caicó e de outras 12 cidades do RN estarão abertas neste sábado (25)

Agência da Caixa de Caicó abre neste sábado

A agência da Caixa Econômica Federal de Caicó, vai abrir das 08hs às 12hs neste sábado (25), a exemplo de outras 12, em mais 10 cidades do Rio Grande do Norte.

As unidades vão funcionar para saque de INSS sem cartão, saque de seguro-desemprego e defeso sem cartão e senha, saque do bolsa família e outros benefícios sociais também sem cartão e senha, pagamento de abono salarial e FGTS, saque de conta salário e desbloqueio de cartão e senha de contas.

Confira quais as cidades que terão agências abertas neste sábado:

  • Natal Alecrim (Zona Leste)
  • Parnamirim
  • Natal Potengi (Zona Norte)
  • Ceará-Mirim
  • São Gonçalo do Amarante
  • Goianinha
  • Macaíba
  • Mossoró
  • Mossoró Terra do Sal
  • Pau dos Ferros
  • Caicó
  • Currais Novos
  • Santa Cruz

Em conversa com deputada sobre vaga no STF, Moro diz “Prezada, não estou a venda”

O ex-ministro Sérgio Moro mostrou ao Jornal Nacional imagens de uma troca de mensagens com a deputada federal Carla Zambelli (PSL), aliada de primeira hora de Bolsonaro. Ela, inclusive, estava nesta sexta ao lado do presidente durante o pronunciamento.

A deputada Carla Zambelli afirmou que não vai comentar a troca de mensagens.

Na troca de mensagens, Carla Zambelli diz: “Por favor, ministro, aceite o Ramage”, numa referência a Alexandre Ramagem, diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Ramagem é um dos candidatos de Jair Bolsonaro para a Direção-Geral da Polícia Federal.

Parte da deputada a proposta para que Sergio Moro aceite a mudança na PF em troca da nomeação dele para o Supremo Tribunal Federal.

“E vá em setembro pro STF”, enviou a deputada. “Eu me comprometo a ajudar”, acrescentou. “A fazer JB prometer”, completou.

Sergio Moro, então, rechaça a proposta: “Prezada, não estou à venda”.

Carla Zambelli, então, continua a argumentar: “Ministro, por favor, milhões de brasileiros vão se desfazer”

Em seguida, ela responde à mensagem de Moro de que não estaria à venda. “Eu sei”, diz. “Por Deus, eu sei”, acrescenta.

“Se existe alguém que não está à verba é o senhor”. A palavra “verba”, neste caso, parece ser “venda”, com erro de digitação.

Moro finaliza a conversa dizendo: “Vamos aguardar, já há pessoas conversando lá”. Segundo o ex-ministro, era uma referência à tentativa de aliados de convencer o presidente a mudar de ideia.

G1 via Blog do BG


Moro exibe troca de mensagens em que Bolsonaro cobra mudança no comando da PF

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro exibiu nesta sexta-feira (24) à TV Globo uma troca de mensagens entre ele e o presidente Jair Bolsonaro, ocorrida nesta quinta (23), na qual Bolsonaro cobrou mudança no comando da Polícia Federal.

Mais cedo, nesta sexta, ao anunciar que havia decidido deixar o cargo, Moro afirmou que Bolsonaro tentou interferir politicamente na PF ao decidir demitir o agora ex-diretor-geral da corporação Maurício Valeixo.

Depois, também em pronunciamento, Bolsonaro afirmou que as declarações de Moro eram infundadas e que ele não havia tentado interferir na Polícia Federal.

Após o pronunciamento de Bolsonaro, a TV Globo cobrou de Moro provas de que as declarações tinham fundamento. O ex-ministro mostrou, então, a imagem de uma troca de mensagens entre ele e o presidente, ocorrida nesta quinta.

O contato é identificado por “presidente novíssimo”, indicando ser o número mais recente de Bolsonaro. A imagem mostra que o presidente enviou a Moro o link de uma reportagem do site “O Antagonista” segundo a qual a PF está “na cola” de dez a 12 deputados bolsonaristas.

O presidente, então, escreveu: “Mais um motivo para a troca”, se referindo à mudança na direção da Polícia Federal.

Sergio Moro respondeu ao presidente explicando que a investigação não tinha sido pedida pelo então diretor da PF, Maurício Valeixo. Moro enviou a mensagem: “Esse inquérito é conduzido pelo ministro Alexandre, no STF”, se referindo ao ministro Alexandre de Moraes.

Moro prossegue: “Diligências por ele determinadas, quebras por ele determinadas, buscas por ele determinadas”. E finaliza: “Conversamos em seguida, às 0900”, referindo-se ao encontro que os dois teriam.

G1 via Blog do BG