RN já confirmou 11 casos de síndrome pediátrica associada ao Covid-19

Um dos sintomas são as manchas no corpo das crianças

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou um informe epidemiológico em edição especial sobre a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (Sim-P), temporalmente associada à Covid-19 no contexto do RN. Até o dia 16 de setembro de 2020, foram notificados no estado 21 casos suspeitos para SIM-P, dos quais 11 foram confirmados.

Os casos confirmados são dos seguintes municípios: Mossoró (3), Natal (3), São Gonçalo do Amarante (2), Apodi (1), Nísia Floresta (1) e Touros (1). Desses apenas um permanece internado e dez receberam alta. Entre os casos suspeitos, um continua internado, oito receberam alta e um evoluiu para óbito, o qual está em investigação. Ressalta-se que cinco dos casos suspeitos tiveram testes de diagnóstico positivos para arboviroses, sendo um caso de Zika, três de Chikungunya e um que positivou para Zika e Dengue.

Continue lendo

Maior acordo de patrocínio esportivo individual da história do futebol fez Neymar trocar Nike pela Puma

Neymar troca Nike por Puma

Quem obteve acesso ao contrato de Neymar momentos antes da assinatura do contrato com a Puma garante: é o maior acordo de patrocínio esportivo individual da história do futebol. Entre diversos itens que compõem o contrato, a remuneração do craque chega a 25 milhões de euros anuais (158,5 milhões de reais), segundo duas fontes que falaram em condição de anonimato ao Radar Econômico.

O acordo é mais que o dobro em relação ao que recebia da Nike desde 2011. Para fechar com a marca alemã, Neymar teve de quebrar um contrato com a Nike que era válido por mais dois anos ainda.

Para comparar, o acordo supera os contratos de Cristiano Ronaldo com a Nike (16,2 milhões de euros anuais) e de Lionel Messi com a Adidas (20 milhões de euros anuais). Os valores dos contratos do português e do argentino foram divulgados em momentos diferentes pela revista Forbes.

Veja


Fifa rechaça Mundial de Clubes em 2020 e o projeta no início de 2021

Competição só deve ocorrer em 2021

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta sexta-feira (18) que o Mundial de Clubes não acontecerá em 2020 em razão dos impactos da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Segundo o dirigente suíço, a ideia é que a competição, sediada no Catar, ocorra no início de 2021.

Como muitas confederações, ou algumas delas, melhor dizendo, possivelmente não terminarão os torneios continentais até dezembro, é improvável que o Mundial ocorra em dezembro, como planejado. Estamos monitorando e discutindo sobre realizá-lo, provavelmente, no começo do [próximo] ano, ao invés do fim do ano [de 2020]” afirmou Infantino em entrevista coletiva realizada após o encerramento do 70º congresso anual da Fifa.

Continue lendo

Prefeitura do Rio autoriza volta do público aos jogos no Maracanã

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira (18) a volta do público aos jogos no Maracanã.

A primeira partida com torcida será no Maracanã, no dia 4 de outubro, entre Flamengo e Athletico Paranaense, segundo o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos).

O jogo terá a presença de 20 mil torcedores, o que representa 1/3 da capacidade total do estádio. Essa é uma das regras da prefeitura para a volta dos torcedores ao estádio, de acordo com Crivella. Veja abaixo quais são as orientações.

A prefeitura informou que a abertura do Maracanã será um teste para a volta dos torcedores também aos outros estádios, como o Engenhão e São Januário, mas a data da reabertura não foi anunciada.

As vendas dos ingressos para os jogos no Maracanã deverão ser feitas pela internet para evitar filas e aglomeração.

G1