Projeto Seridó: Governo reforça experiência técnica e propõe parceria com União

Projeto Seridó

O Governo do Rio Grande Norte enviou, nesta sexta-feira (25), um ofício ao Ministro Rogério Marinho para encaminhamento conjunto das obras de implantação do Projeto Seridó. No documento, a governadora Fátima Bezerra reforça a experiência técnica do RN, anui com o fornecimento do projeto básico, elaborado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), e como contrapartida propõe um termo de cooperação técnica entre os governos, nas duas esferas.

A ideia do MDR é que a obra seja executada pela união, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A proposta da governadora é que o Governo do RN seja o supervisor das obras de implantação dos sistemas se os procedimentos de licitação e execução das obras ficarem sob a responsabilidade do Governo Federal.

É importante destacar que esse projeto foi elaborado pelo Governo do RN e desde o início da nossa gestão, temos concentrado um grande esforço para executá-lo. Inclusive, no primeiro semestre de 2019, durante visita do então ministro do desenvolvimento regional, Gustavo  Canuto, tivemos um retorno positivo em relação à abertura do convênio e a disponibilidade dos recursos financeiros para sua execução. Ver esse projeto concretizado com a participação ativa da nossa equipe é um das prioridades do nosso governo”, destaca a chefe do Executivo.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), João Maria Cavalcanti, destaca que a Semarh vem se preparando há muito tempo para executar a obra, exatamente como estava previsto quando o projeto foi inserido na plataforma Mais Brasil, inclusive de acordo com a orientação do governo federal. “Temos um corpo técnico de alta qualidade que acompanhou a elaboração dos estudos e do projeto executivo do Sistema Seridó, além de toda expertise adquirida na implantação de diversos sistemas adutores em todas as regiões do território potiguar. Como o governo federal está propondo mudança no cenário inicial, coube a nós propor um termo de cooperação técnica que contemple o desejo do governo do estado em acompanhar sua execução, através de fiscalização”, frisa João.

O Projeto Seridó, que está incluído no Plano Nacional de Segurança Hídrica, constitui um conjunto de sistemas adutores com suas interligações entre grandes reservatórios a fim de garantir o suprimento de água para consumo humano e atividades produtivas da região. Orçado em R$ 280 milhões, prevê a implantação de sete adutoras, que totalizam 300 km de extensão. Permitirá, sobretudo, oferecer sustentabilidade hídrica, pelos próximos 50 anos, para o abastecimento humano da população do Seridó e vai permitir que os perímetros irrigados e açudes da região possam se manter perenes e atendendo também ao setor produtivo.

O Projeto Seridó, que é composto por dois eixos, tem um desenho encantador e vai trazer também sustentabilidade social, além de hídrica, ao garantir abastecimento também para atividades produtivas” finaliza a Governadora.


Caicoense é assassinado à tiros em Jardim de Piranhas

Rony foi assassinado a tiros em via pública

O caicoense, Rony dos Santos Barbosa, de 22 anos, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (26), por volta das 20hs, na calçada de uma sorveteria, na Avenida Rio Branco, em Jardim de Piranhas/RN.

O assassino se aproximou da vítima à pé. Ele usava calça, tênis e camisa, provavelmente de cor laranja e máscara. Depois que a Rony caiu, o homem ainda efetuou um disparo e depois foi embora.

A Polícia foi acionada e fez diligências na tentativa de prender o suspeito, mas, não houve êxito.

*Veja no vídeo, o momento em que a vítima é morta:


Calendário Eleitoral tem autorizações e datas para votação nos dois turnos

Calendário Eleitoral 2020

Os interessados na disputa pelas cadeiras de prefeito e vice e de vereador, devem ficar atentos ao Calendário Eleitoral.

No período, o TSE autoriza uma série de atividades a serem promovidas pelos candidatos e ainda determina as datas para a votação em primeiro e segundo turno.

Confira as datas:

26 de setembro: prazo para registro das candidaturas;
– a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
após 26 de setembro: início da propaganda eleitoral, também na internet;
– 9 de outubro: início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV
– 27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
– 15 de novembro: primeiro turno da eleição;
– 29 de novembro: segundo turno da eleição;
até 15 de dezembro: data-limite para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
– até 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.


Período da propaganda eleitoral começa neste domingo (26)

Período autorizado pela Justiça Eleitoral começa neste domingo

As datas foram definidas pelo TSE. Veja exemplos do que passa a ser permitido aos candidatos a partir de domingo:

Realizar comícios;
Carreatas;
Distribuir material gráfico;
Fazer propaganda na internet.

O horário eleitoral na televisão e no rádio começa no dia 9 de outubro e vai até 12 de novembro.


Prazo para registro de candidaturas de candidatos termina neste sábado (26)

Prazo termina neste sábado

O prazo para partidos apresentarem o pedido de registro das candidaturas nas eleições de 2020 termina às 19h deste sábado (26).

No domingo (27), começa o período da campanha eleitoral nas ruas.

Até as 20h24 de sexta-feira (25), havia 443 mil candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador já registrados, segundo a base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).