Caixa reduz juros imobiliários e dá 6 meses de carência a compradores

Facilidades foram anunciadas pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães – (Foto: Marcelo Camargo ABr)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (14) uma redução das taxas de juros para o financiamento imobiliário e comunicou que vai manter a carência de pagamento por seis meses para quem adquirir a casa própria até o final de 2020.

De acordo com o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, a taxa de juros praticada para os financiamentos firmados após a quinta-feira da semana que vem (22) será entre TR + 6,25% ao ano e TR + 8% ao ano. A taxa mínima é 2,5 pontos percentuais inferior à praticada em dezembro de 2018.

Com a alteração, um financiamento de R$ 200 mil em 36 meses terá uma parcela inicial de R$ 1.568,52, valor 25% inferior ao cobrado ao final de 2018 (R$ 1.958,48).

A Caixa estima conceder mais de R$ 14 bilhões em crédito imobiliário com o uso de recursos da poupança (SBPE) até o fim deste ano com a nova redução das tarifas.

Carência

Guimarães também anunciou que os contratos firmados com Caixa para a compra do imóvel até o dia 30 de dezembro serão isentos do pagamento por seis meses. O período é o mesmo que tiveram direito os proprietários de imóvel desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Isso é muito importante porque ainda estamos com os efeitos da pandemia. Apesar de o preço dos imóveis já estarem se recuperando, nós estendemos que há um espaço para a população continuar comprando e ter esses seis meses de carência”, afirmou o presidente da Caixa.

No período, o comprador pagará apenas seguros e a taxa de administração do contrato. De acordo com o banco estatal, a medida deve beneficiar 30 mil clientes até o final deste ano.

Para aqueles com o contrato imobiliário ainda vigente, a Caixa anunciou a possibilidade do pagamento de 75% ou 50% das prestações nos próximos meses. “Se você tem uma prestação de R$ 2.000, você pode pagar R$ 1.500 por seis meses. Ou pode ter uma redução ainda maior e pagar metade do valor [R$ 1.000] por três meses”, disse Guimarães.

R7


Caicoense preso em Patos/PB também foi alvo da Operação Sombra da PF

Mandado foi cumprido no Presídio Regional de Patos

Uma das pessoas que recebeu voz de prisão na Operação Sombra da Polícia Federal, nesta quarta-feira (14), foi caicoense, Uender Antão. O mandado preventivo, foi cumprido no presídio aonde ele está detido desde o mês de junho deste ano, quando foi abordado pela Polícia entre Santa Luzia/PB e o Distrito Palma/Caicó/RN, conduzindo drogas e dinheiro.

A Polícia Federal informou que contra Uender Antão pesa a suspeita de participação direta nas ações de estouro de carros-fortes na região Seridó do RN e na Paraíba.


Suspeito de participar da morte do empresário Dinoberg Almeida é preso em Natal

Bruno Juan é de Caicó e foi preso em Natal

Polícias da Deprov prenderam hoje em Natal, o caicoense, Bruno Juan dos Santos Alves, de 19 anos. Ele é investigado pela Polícia Civil de Caicó, como suspeito de ter participado da morte do empresário Dinoberg Almeida, ocorrida em 2018. A prisão dele na capital, não tem haver com esse caso.

De acordo com a Polícia, Bruno Juan, é foragido do Centro de Atendimento Socioeducativo Pitimbú desde o mês de setembro deste ano; ele também já havia fugido do Centro Educacional (CEDUC) de Caicó em 2018 e, também, responde por atos infracionais análogos ao roubo, um deles foi praticado contra um supermercado, porte ilegal de arma de fogo e posse de drogas para uso pessoal.


Polícia Civil prende dois suspeitos por posse ilegal de arma e receptação na Zona Oeste de Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), com apoio do 9º Batalhão de Polícia Militar, deram cumprimento, nesta quarta-feira (14), a um mandado de prisão em desfavor de Jefferson Dantas da Costa, 20 anos. Ele, que é investigado pela suspeita da prática de alguns crimes de roubo a veículos na Capital Potiguar e no município de Parnamirim, foi preso no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal. Durante a ação, na mesma residência, Bruno Juan dos Santos Alves, 19 anos, foi preso; os dois foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Segundo as investigações, uma das práticas criminosas foi registrada por câmeras de segurança, quando, possivelmente, o suspeito Jefferson Dantas aparece nas imagens. Os registros foram divulgados e, através de denúncias anônimas, por meio do 181, os policiais civis conseguiram identificá-lo.

Na residência de Jefferson Dantas, estava Bruno Juan, foragido do Centro de Atendimento Socioeducativo Pitimbú desde o mês de setembro deste ano; ele também já havia fugido do Centro Educacional (CEDUC) de Caicó em 2018. Bruno Juan responde por atos infracionais análogos ao roubo, um deles foi praticado contra um supermercado, porte ilegal de arma de fogo e posse de drogas para uso pessoal.

No momento das diligências, eles estavam na posse de um revólver calibre 32, totalmente municiado, e um simulacro de pistola. Por isso, também foram flagranteados por posse ilegal de arma de fogo e receptação. Eles foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.


Ipueira: Candidato a vereador preso hoje portava duas armas de fogo

Operação deflagrada pela Polícia Federal prendeu, também, candidato a vereador

O candidato a vereador pelo Partido Liberal – PL da cidade de Ipueira/RN, Jovani Medeiros de Araújo, de 35 anos, natural de Caicó, preso por força de mandado de prisão preventiva na manhã desta quarta-feira (14), por agentes da Polícia Federal, na Operação Sombra, foi flagrado com duas armas de fogo.

Os agentes conduziram Jovani Medeiros e as armas para Caicó, onde foram ouvidos. Depois foi encaminhados para o Presídio Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega (O Pereirão). Lá, ele fica à disposição da Justiça.


Governo prorroga até dezembro programa que permite redução de jornada e salário

Benefício foi prorrogado pelo Governo Federal

O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem (13) o decreto que prorroga, até 31 de dezembro, o programa que autoriza empresas a reduzirem proporcionalmente, ou suspenderem, a jornada e o salário dos funcionários.

Criado em razão da pandemia do coronavírus, o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM) foi instituído com uma medida provisória em abril e já tinha passado por outras duas prorrogações.

Continue lendo

Operações conjuntas do MPRN e PF combatem atuação de facção criminosa no Alto Oeste

Operações prenderam pessoas envolvidas com organização criminosa

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Federal deflagraram nesta quarta-feira (14), simultaneamente, as operações Barrito e Argos. O objetivo das ações, que contaram com o apoio da Polícia Militar, foi desarticular uma célula de liderança de uma facção criminosa paulista no Estado. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de prisão e outros nove, de busca e apreensão nas cidades de Pau dos Ferros e São Francisco do Oeste, na região do Alto Oeste potiguar.

Barrito é o som emitido pelos elefantes, em uma referência à região onde ficam as cidades-alvo da ação, conhecida como “tromba do elefante”. Argos, na mitologia grega, era um gigante que tinha cem olhos.

As investigações do MPRN e da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado (FT-NUDEM), coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, foram iniciadas em 2019 para apurar os possíveis cometimentos dos crimes de organização criminosa, porte e posse ilegal de armamentos, tráfico de drogas, associação para o tráfico e pistolagem.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos em desfavor de pessoas envolvidas diretamente nas atividades da organização e chefias da facção. Entre os investigados há lideranças estaduais da facção criminosa.

Ainda segundo as investigações, integrantes do grupo criminoso no Rio Grande do Norte mantinham intensa comunicação, em conversas via conferência, com lideranças de outros estados, nas quais realizavam cadastros de novos membros e cobravam pagamento de valores em benefício da organização criminosa, que a facção chama de “rifa”.

Os chefes da organização criminosa que se encontravam presos determinavam ordens de crimes como roubos, homicídios, tráfico de drogas dentre outros, que eram executados por membros da denominada “linha de frente” da facção.

Todos os mandados foram cumpridos. Os presos possuem antecedentes criminais, alguns deles, inclusive, se encontravam foragidos da Justiça. Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos armas, drogas, munições, dinheiro fracionado e um caderno com anotações referentes à facção.


“Operação Sombra”: PF prende suspeitos de envolvimento com roubo de banco e carros-fortes

Polícia Federal cumpriu os mandados em Caicó e Ipueira

As ações da Polícia Federal registradas na manhã desta quarta-feira (14), nas cidades de Ipueira e em Caicó, fazem parte de mais uma fase da Operação Sombra, que tenta acabar com uma quadrilha especializada em roubo de bancos e carros-fortes com atuação nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba.

Ao todo, foram cumpridos 5 mandados de prisão preventiva e 4 de busca e apreensão. Entre os presos está o candidato a vereador, Jovani Medeiros, de Ipueira.

As investigações vem sendo desenvolvidas ao longo dos últimos doze meses e apuram um total de seis ocorrências de ataques a veículos de transporte de valores ocorridos entre junho/2018 e julho/2019.

Os suspeitos hoje presos serão indiciados pelos delitos de organização criminosa, roubo qualificado e porte ilegal de arma de uso restrito.

O nome da operação Sombra remete a uma propriedade rural encravada no município de Jardim do Seridó, em local bem próximo de onde ocorreu um dos ataques da ORCRIM.

As pessoas detidas, são do mesmo grupo de Uender Antão, FLABSTON TAIRONE e MAURO FÉLIX, que estão presos no estado da Paraíba, desde junho deste ano.

Leia mais sobre o assunto:

  • “Operação Sombra” da Polícia Federal resultou na prisão de caicoenses na Paraíba; ENTENDAhttps://cutt.ly/zgs1YKz
  • Caicoense investigado pela Polícia Federal por assalto a banco e carros-fortes é preso na Paraíbahttps://cutt.ly/bgs1Ays
  • Polícia diz que assaltantes mortos em confronto com GEOSaC da PB eram ligados à caicoenses https://cutt.ly/bgs1F3I

Polícia Federal prende candidato a vereador em Ipueira/RN

Jovani Medeiros foi preso pela Polícia Federal nesta quarta

O candidato a vereador pelo Partido Liberal – PL na cidade de Ipueira/RN, JOVANI MEDEIROS DE ARAÚJO, de 35 anos, natural de Caicó, foi preso na manhã desta quarta-feira (14), por agentes da Polícia Federal. Eles cumpriram mandado de prisão.

A operação está em andamento em outras cidades da região Seridó e ainda faltam cumprir 4 mandados de prisão.

A suspeita é do envolvimento do candidato a vereador de Ipueira, Jovani Medeiros, com assaltos a banco e carros-fortes.