Vereadora Rosangela de Zé Maria é detida acusada de fazer boca de urna

A vereadora Rosangela Maria da Silva (PL), foi detida na tarde deste domingo (15), na Escola Estadual Antônio Aladim, na zona norte de Caicó, sob a acusação de crime de boca de urna.

O filho da vereadora afirma que ela estava, na verdade, no local, comprando um sorvete comprando um sorvete quando foi filmada por correligionário de candidato opositor. Esta pessoa teria dito que iria denunciá-la, o que ocorreu.

A vereadora, Rosangela Maria, foi conduzida para o Fórum Eleitoral.


Treze candidatos foram presos neste domingo de eleições, diz TSE

Em boletim divulgado ao meio-dia, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que 13 candidatos foram presos até as 11h Outros 10 foram flagrados em algum tipo de conduta irregular.

O maior número de prisões se deu pela prática de boca de urna (7), seguida de divulgação de propaganda (5) e uso de alto-falante (1). Os estados com o maior número de candidatos presos são Minas Gerais (10), Goiás (4), Sergipe (4) e São Paulo (2).

Urnas

O TSE também informou no boletim que subiu para 923 o número de urnas eletrônicas que precisaram ser substituídas até o momento em todo o Brasil, devido a mau funcionamento. O último boletim apontava 431 urnas substituídas.

A votação no primeiro turno das eleições municipais deste ano teve início às 7h, sempre no horário local.

O número representa 0,2% do total de urnas eletrônicas. Mais de 450 mil equipamentos estão aptos a serem utilizados nas eleições deste ano, sendo que cerca de 52 mil são de contingência, ou seja, ficam de reserva para alguma eventualidade.

O estado que teve mais urnas substituídas foi São Paulo (160), seguido por Rio de Janeiro (142), Rio Grande do Sul (114), Minas Gerais (96), Pernambuco (89), Paraná (54), Sergipe (44) e Santa Catarina (44).

Também foram trocadas urnas na Bahia (25), no Ceará (23), em Goiás (22), no Pará (17), em Alagoas (11), no Maranhão (11), Espírito Santo (11), em Rondônia (11), na Paraíba (10), em Roraima (10), em Mato Grosso do Sul (10), no Amazonas (7), em Mato Grosso (6), no Rio Grande do Norte (5) e no Acre (1).

Até o momento, não foi necessária a adoção de votação manual por cédulas em nenhuma localidade. O procedimento está previsto em caso de não ser possível substituir as urnas eletrônicas que apresentem defeito.

O TSE compila os números informados pelos Tribunais Regionais Eleitorais de cada estado. Os dados seguem sendo atualizados ao longo do dia.


Caicó: Polícia conduziu 17 pessoas que faziam aglomeração e boca de urna em frente a UFRN

Policiais militares de Caicó, conduziram na manhã deste domingo (15), para o Fórum Eleitoral, 17 pessoas que estavam usando camisas da mesma cor e que trabalhavam para Mara Costa, que não é mais candidata, mas que apoia seu pai Preto Costa (PSDB), fazendo aglomeração e boca de urna na frente do Campus da UFRN, que é usado pela Justiça como local de votação.

A medida foi necessária por causa da proibição de que várias pessoas permaneçam juntas, quando na verdade, só é permitida a manifestação individual.


Eleições 2020: tudo o que o eleitor precisa saber antes de sair de casa para votar

Dia de votar e eleger os gestores e legisladores nas cidades do Brasil

Confira a seguir as principais orientações para que os eleitores possam exercer seu direito de voto com tranquilidade e segurança:

O primeiro turno acontece neste domingo (15), e o segundo turno, no dia 29 de novembro.

O voto é obrigatório para maiores de 18 anos e menores de 70 anos, sendo facultativo para os analfabetos e para os maiores de 70 anos, bem como para os eleitores de 16 e 17 anos.

O horário de votação foi ampliado este ano: será das 7h às 17h. As três primeiras horas – das 7h às 10h – serão preferenciais para as pessoas com mais de 60 anos.

O uso da máscara é obrigatório.

Se possível, leve a sua própria caneta. As seções terão algumas de reserva, mas é melhor não correr nenhum risco.

Você pode votar usando um documento oficial com foto ou o seu título de eleitor, ou ainda mostrar sua identificação visual por meio do aplicativo e-Título (opção disponível apenas para quem fez a biometria).

Caso tenha dúvida, consulte seu local de votação aqui.

No local da votação, é permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos, adesivos e camisetas.

Segundo a legislação eleitoral, no dia da votação, é proibida a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.

Pode ir votar tranquilo: o TSE tomou inúmeras medidas de segurança para proteger os eleitores, mesários e colaboradores, visando reduzir as possibilidades de contaminação nas seções eleitorais.

Para garantir mais segurança, o fluxo de votação nas seções mudou. Fique atento às orientações dos mesários.

Na urna, primeiro você deve votar para vereador, depois para prefeito.

Se precisar, pode levar uma colinha com os números dos seus candidatos.

Higienize as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. As seções terão álcool em gel à disposição de todos.

Mantenha a distância de, no mínimo, um metro das pessoas, e evite aglomerações.

Evite ficar nos locais de votação após votar.

Já votou? Então você já pode voltar para casa com a certeza do dever cumprido e de que ajudou a escolher o melhor para a sua cidade.