Gestão do prefeito Dr. Tadeu vai pagar os salários de dezembro; Sindicatos aceitaram proposta

Servidores sindicalizados aprovaram propostas da gestão – (Foto: Alexandre Costa)

Depois de um conjunto de negociações e esforços, o município de Caicó e os servidores chegaram a um consenso.

O prefeito de Caicó, Dr. Tadeu, acompanhado do secretário de Tributação e Finanças, Salmo Batista, apresentaram a proposta sobre o débito dos salários deixados sem pagar referente a dezembro de 2020. Será seguido o seguinte cronograma:

30% será pago no dia 19/02/2021
40% será pago no dia 10/03/2021
30% será pago no dia 09/04/2021

Foi um grande esforço, contenção de despesas, trabalho e negociações com os servidores, que reconheceram o nosso esforço em pagar esses salários atrasados em um mês e vinte dias. Estamos colocando Caicó em dia e isso é só o começo”, afirmou o prefeito Dr. Tadeu.

A proposta foi apresentada em assembléia, nesta terça-feira, 16 de fevereiro, às 8 horas, na Ilha de Santana, com o Sindserv, Sindas e Sinsaúde.

Thiago Costa, presidente do Sindserv, Sindicato dos Servidores do Município de Caicó, confirmou que a assembleia dos servidores aprovou a proposta do prefeito de Caicó Dr. Tadeu.

O ideal seria receber todo de uma vez. Mas reconhecemos o esforço da gestão atual em buscar medidas para economizar receitas, destravar INSS, tomar medidas para que o FPM não venha mais zerado. A categoria entende que o prefeito fez o que era possível para o momento”, afirmou o presidente do Sindserv.


Senadora apresenta projetos para sustar decretos de Bolsonaro sobre armas de fogo

O presidente baixou novos decretos

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) apresentou no Senado quatro projetos para sustar os quatro decretos sobre armas de fogo assinados pelo presidente Jair Bolsonaro no fim da semana passada.

Os decretos flexibilizam as regras para a compra e o uso de armas, munições e acessórios. Entidades civis ligadas à área de segurança pública criticaram os atos e argumentaram que a facilitação no acesso a armas de fogo aumenta a violência.

Dentro do Congresso também houve resistência aos textos assim que foram publicados. O 1º vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), disse que Bolsonaro invadiu a competência de deputados e senadores ao legislar sobre o tema.

A Constituição prevê que o presidente da República pode publicar decretos para regulamentar leis, mas não para criar novas. Os decretos de Bolsonaro afirmam que estão regulamentando pontos do Estatuto do Desarmamento, lei aprovada em 2003.

Apesar de decretos não precisarem ser aprovados pela Câmara e pelo Senado, o Congresso pode votar projetos que sustem os textos.

G1


Governo federal edita 4 decretos que ampliam acesso a armas e munições

Decreto do Presidente Bolsonaro foram publicados

O governo federal alterou quatro normas de 2019 que flexibilizam os limites para compra de armamento e munição por agentes de segurança e grupos de Colecionadores, Atiradores e Caçadores (CACs).

O decreto amplia de quatro para seis o número máximo de armas que cada cidadão pode ter. As mudanças foram publicadas em edição extra do Diário Oficial da União.

Segundo o governo, “a medida desburocratiza procedimentos, aumenta clareza sobre regulamentação, reduz discricionariedade de autoridades e dá garantia de contraditório e ampla defesa”. Os decretos regulamentam a Lei nº 10.826/2003, mais conhecida como Estatuto do Desarmamento.

As alterações incluem, de acordo com texto divulgado pela Secretaria-Geral da Presidência da República:

Decreto nº 9.845

Aumento, de quatro para seis, do número máximo de armas de uso permitido para pessoas com Certificado de Registro de Arma de Fogo;

Decreto nº 9.846

Possibilidade de substituir o laudo de capacidade técnica – exigido pela legislação para colecionadores, atiradores e caçadores (CACs) – por um “atestado de habitualidade” emitido por clubes ou entidades de tiro;

Permissão para que atiradores e caçadores registrados comprem até 60 e 30 armas, respectivamente, sem necessidade de autorização expressa do Exército;

Elevação, de 1 mil para 2 mil, da quantidade de recargas de cartucho de calibre restrito que podem ser adquiridos por “desportistas” por ano;

Decreto nº 9.847

Definição de parâmetros para a análise do pedido de concessão de porte de armas, cabendo à autoridade pública levar em consideração as circunstâncias do caso, sobretudo aquelas que demonstrem risco à vida ou integridade física do requerente;

Decreto nº 10.030

Dispensa da necessidade de registro junto ao Exército dos comerciantes de armas de pressão (como armas de chumbinho).

Exame


Chuvas de mais de 100 milímetros foram registradas na região de Caicó nesta terça-feira (16)

Chuvas banharam cidades e comunidades rurais

Fazenda Feitosa – São João do Sabugi – 130 mm
Sítio Mulunguzinho – Caicó – 91 mm
Sítio Juá debaixo – Caicó – 144 mm
Sítio Nova Olinda – Caicó 20 mm
Sítio Brejinho – São João do Sabugi – 130 mm
Ipueira – zona urbana – 105 mm
Boa Passagem – Caicó – 45 mm
Sítio Serrote do Tigre – Picuí – 6 mm
Sítio Manhoso – Caicó – 13 mm
Fazenda Monte Alegre – Carnaúba dos Dantas – 72 mm
Sítio Carcará – São João do Sabugi – 100 mm
Fazenda Mulungu – São João do Sabugi – 165 mm
Lagoa da Serra – 102 mm
Sítio Bestas Bravas – 35 mm
Sítio Barra do Riacho – Junco do Seridó – 15 mm
Bairro Penedo – Caicó – 40 mm
Serra Negra do Norte – 127 mm
Sítio Malhada da Pedra – Paulista/PB – 50 mm
Sítio Lagoa da Serra – Serra Negra do Norte – 120 mm
Sítio Saudade – 80 mm
Sítio Jerusalém – São João do Sabugi – 96 mm
Sítio Barra da Espingarda – 17 mm
Sítio Curral Queimado – Serra Negra do Norte – 115 mm
Sítio Logradouro dos Enéias – 110 mm
Sítio Riacho da Serra – Caicó – 15 mm
Bairro Paraíba – 42 mm
Sítio Buriti – Caicó – 15 mm
Timbaúba dos Batistas – zona urbana – 73 mm
Fazenda Bom Sucesso – 60 mm
Bairro Nova Caicó – 45 mm
Bairro Paulo VI – Caicó – 55 mm
Florânia – 15 mm
Sítio Varzea Redonda – 85 mm
Sítio Três Riachos -42 mm
Fazenda Herança – Caicó – 37 mm
Sítio Caibreira – São João Sabugi – 79 mm
Sítio Maravilha – Caicó – 115 mm
Sítio Mata Fome – São João do Sabugi – 100 mm
Chacará Vaca Brava – São João do Sabugi – 85 mm
São João do Sabugi – Zona Urbana – 110 mm
Sítio Riacho dos Cavalos – São João do Sabugi – 100 mm
Penitenciária Estadual do Seridó – 40 mm
Cohab – Jucurutu – 48 mm


Marinha e PF apreendem barco com cocaína na costa de Pernambuco

Embarcação seguia em direção à Europa

Um veleiro catamarã com grande quantidade de cocaína foi apreendido pela Marinha e pela Polícia Federal na costa de Pernambuco. O barco, que ia em direção à Europa, foi interceptado a 270 quilômetros da costa do Recife.

Cinco tripulantes que estavam no interior da embarcação foram presos. Eles estão sendo conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco e serão investigados pela Polícia Judiciária.

Continue lendo

Cúpula da Segurança Pública do RN esteve pessoalmente em Pipa

Autoridades da segurança pública do RN – (FOTOS: Robson Oliveira)

A cúpula da Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte, esteve pessoalmente em Tibau do Sul, precisamente na Praia da Pipa para acompanhar o trabalho de fiscalização para impedir aglomerações.

O Secretário de Segurança, Coronel Araújo e o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Alarico, participaram das ações.

As imagens feitas por volta da meia noite desta terça-feira (16), mostram as ruas da localidade com poucas pessoas, diferente do que aconteceu no dia anterior quando verdadeira multidão se aglomerou.


Bares e restaurantes de Pipa deverão fechar após 22h

Após reunião com forças de segurança do Estado, prefeito de Tibau do Sul decreta fechamento de bares e restaurantes de Pipa após 22h.

O prefeito de Tibau do Sul, Valdenicio Costa, decretou o fechamento de bares e restaurantes do município após as 22h desta segunda-feira (15). A medida vale até ser revogada pelo prefeito. A decisão será publicada ainda nesta segunda-feira, em edição extraordinária do Diário Oficial do Município.

A medida foi anunciada pelo próprio prefeito,  durante reunião realizada na Secretaria de Turismo de Tibau do Sul com a presença do titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESED), coronel Francisco Araújo Silva, o secretário adjunto da SESED, delegado Osmir Monte, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Monteiro Junior, e o delegado Inácio Rodrigues, diretor de Polícia Civil do Interior.

Donos de bares e restaurantes serão informados da decisão com auxílio de servidores da Prefeitura de Tibau do Sul, equipes da PM, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Também serão usados carros de som para ajudar na divulgação das informações.

A governadora Fátima Bezerra determinou e estamos montando uma força-tarefa para fazer cumprir os decretos estadual e municipal. Unimos todas as forças de segurança e vamos dar apoio a todas as ações que ajudam a preservar a vida“, destacou o coronel Araújo.