Audiência pública em Coremas tratou sobre tratamento de água, distribuição para o RN e uso do espaço urbano

Mesa na reunião em Coremas formada por políticos e técnicos
Mesa na reunião em Coremas formada por políticos e técnicos – (FOTO: Sidney Silva)

Sidney Silva – Aconteceu na cidade de Coremas/PB, na manhã deste sábado (16), audiência pública com o tema: Água Tratada, uma necessidade de todos. O evento aconteceu no Centro Pastoral João Paulo II, e contou com a participação de deputados estaduais da Paraíba, prefeito da cidade e seu vice, lideranças religiosas e comunitárias, além de representantes do Dnocs, Cagepa e Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Assu.

Três assuntos abordados, foram: o tratamento da água ofertada a população e o uso da água do Açude local para abastecer outras cidades paraibanas e norte-rio-grandenses e o uso do espaço urbano. É que a cidade é toda construída em terras do Dnocs.

Padre Givanaldo Costa
Padre Givanaldo Costa

O padre Givanaldo Costa, que atua em Coremas, conversou com o Blog Sidney Silva e disse que solicitou do governador que avalie com bons olhos a questão da contaminação das águas. Ele nos diz apenas que tudo depende das lideranças locais. O próximo passo é a implementação de um estação de tratamento. Ele está para, através da Cagepa um plano, que primeiro terá uma estação de tratamento e depois a distribuição.

Outro grande problema daqui de nossa cidade é a grande quantidade de casos de câncer. Tudo por causa do problema da qualidade da água, essa água que é servida sem a menor condição. O maior índice de casos de câncer no estado da Paraíba está em Coremas“, afirmou o Padre Givanaldo.

Sobre a falta de tratamento da água, às pessoas que moram em Coremas, não tem água tratada. Eles a consomem na forma bruta, direto do reservatório. Isso ocorre, há 61 anos, desde que a cidade existe. Somente agora, é que as autoridades estão lutando para mudar a realidade. Já foi elaborado um projeto para a cidade e a Cagepa que é o órgão de controle de abastecimento e esgotamento sanitário da Paraíba, vai administrar.