Áreas de instabilidades trazem chuvas para o Nordeste

Imagens de satélite mostram instabilidades que podem provocar chuvas no Nordeste

Nesta quarta-feira (14), chuvas moderadas a fortes atingiram a Região Nordeste, com maior concentração no litoral entre os estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Os maiores índices pluviométricos ocorrem em João Pessoa, com valores acumulados superando os 120mm.

No Rio Grande do Norte, as chuvas mais fortes aconteceram durante a noite em Natal, com valores que variaram entre 50mm a 80mm. Essas chuvas ocorreram devido a atuação conjunta de dois Sistemas Meteorológicos, Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCANS) e Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Como as condições das águas do oceano Atlântico estão com temperaturas acima de 28ºC próximo do litoral nordestino, houve um favorecimento na intensificação das instabilidades e na ocorrência de chuvas, que só não foram maiores porque o vento em superfície estava soprando de nordeste.

Imagem de Satélite GOES 16 às 07 horas da manhã desta quarta (14), mostra instabilidades devido a presença da Zona de Convergência Intertropical sobre a Região Nordeste.

A previsão para as próximas horas é de que as instabilidades tropicais permaneçam sobre a região Nordeste causando chuvas em todo o estado do Rio Grande do Norte.