Áudio: Preso que se diz marcado para morrer revela planos de mortes e ataques

Pai Bola revela planos de ataques que serão promovidos pelo Sindicato do RN
Pai Bola revela planos de ataques que serão promovidos pelo Sindicato do RN

O preso de Alcaçuz, Antônio Fernandes de Oliveira, o “Pai Bola”, que responde por crimes de homicídio, ligou na noite desta segunda-feira (11), para o telefone do blogueiro Damião Oliveira, na cidade de Jucurutu e pediu pra gravar uma entrevista. Ele contou que foi decretada sua morte pelo Sindicato do RN, facção criada recentemente nas unidades prisionais do estado. Outros detentos e autoridades também estariam numa lista para serem assassinadas.

De acordo com o preso, a sua morte foi decretada por causa de sua saída do Pavilhão II e porque sabe demais, principalmente sobre quem manda matar dentro de fora das unidades. “Acabei de sair de dentro do “Pavilhão 2” e agora eu tô decretado para morrer pelo Sindicado do RN. Eu vou falar quem é os mandantes do crime e quem está mandando matar dentro do PV 2 de Alcaçuz; Léo Buta, que é o chefe desse pavilhão. Ele inclusive é um dos responsáveis pela morte de “Pé Seco”, que aconteceu recentemente. Eu estava lá, pessoalmente. O outro é Rafael. As mortes no Rio Grande do Norte todas estão partindo de dentro do Pavilhão 2, de alcaçuz. Eu saí de lá há 14 dias, porque eu também ia ser morto“, contou.

O preso ainda comentou que existem diversas pessoas marcadas para morrer no Rio Grande do Norte. Ele citou nomes das possíveis vítimas e de quem está mandando. Confirma ainda que todas são ordens do alto comando do “Sindicato do RN”. “O diretor Ivo aqui de Alcaçuz, não manda em nada, nem a Secretaria (Sesed) manda em nada, quem manda é eles do Sindicato. Tem um plano também que eu descobri dos postos de combustíveis de Natal. Tá na lista de morte, Henrique Baltazar, Dinorá e Ivo. O plano deles agora é queimar um bocado de “óleo”, explodir as empresas de ônibus, e eu sei de tudo da vida deles. Eles estão na minha cola pra mim matar porque eu sei muita coisa. Quem está mandando matar e tem dois que foram transferidos para o Federal, que foi o “Brama Pierre” e o “Pesadão” aí de Caicó“, disse.

Um preso que está no Presídio de Alcaçuz, foi espancado estas semana. Ele seria morto dentro da unidade, mas, algo deu errado.

Entre as mortes registradas em Alcaçuz, fora praticadas pelo preso “Pai Bola”. No contato com o blogueiro, o detento contou os crimes que praticou. “Eu cometi a morte de um tal de Chibinha em março de 2009, porque ele botou minha vida em risco. Em outubro de 2009, o “Ciclone” tentou matar a diretora do Presídio de Caicó, ele foi transferido para dentro de Alcaçuz e quando ia entrar na chapa ele me devia e me ameaçou e eu matei ele com cento e poucas facadas porque era o jeito. Tem no pavilhão II, em 2011, que eu matei um e foi esquartejamento… era “Bode Zé”, o nome dele. Ele tinha matado uma galera já e esquartejava todos, então quando eu fui matar ele, eu esquartejei, fiz do mesmo jeito. E tem outra morte de setembro de 2012, o cara conhecido por “Miolin”. Ele tentou contra a minha vida aí pra eu me defender tive que matar ele“, relatou.

Quem manda nos pavilhões dos presídios, segundo “Pai Bola”, são os líderes do Sindicato do RN. Em Alcaçuz, por exemplo, é aonde está a grande maioria dos cabeças da facção. “O “Léo Buda”, manda no sindicato em Alcaçuz, no Presídio de Caicó, no Provisório; Rafael que é o “geral” do Pavilhão II, é responsável por um monte de morte; Fabinho que é de Mossoró, bate o martelo pros outros morrerem, ele é do conselho; Nildinho do Alto Oeste, é o da final, é outro que bate o martelo e quando eu morrer, os responsáveis serão o Nildinho do Alto Oeste, que me ameaçou de morte, o outro é o Léo Buda, o outro é o Rafael e tem o outro que é Antônio Vaqueiro, que é um dos chefes“, disse.

Outra informação passada pelo preso Pai Bola é sobre quem mandou matar o preso Nanoga Saldanha em uma unidade prisional do estado da Paraíba. Ele contou também que o Sindicato está fechando parceria com outras facções em vários estados. “Agora, o Sindicato está fechando com o Comando Vermelho do Rio de Janeiro; a outra facção é a “facção 9” que é dos lados do Mato Grosso do Sul, de Manaus; a facção está fechando com eles e tem outra que é da Paraíba, que se chama Okaida, que mataram aí um boy conhecido por Nanoga Saldanha, aí de Caicó, que estava preso na Paraíba, enforcaram o cara. O fundador da fundação Okayda que conhecido por Peitola (ou Peidola) que está dentro do PV II de Alcaçuz, foi o responsável de mandar matar Nanoga“.

No final da entrevista, ele manda recados para o Sindicato e afirma que em Caicó, quem está mandando matar pessoas são dois homens que estão presos no Pereirão. “Eu sei que vou morrer, mas, também eu vou matar eles que eu num sou da parte desses comédias do RN, não. Do jeito que eles vão matar eu, vou matar eles. Eu quero que eles escutam mesmo em Caicó, que eu sei que tem uns comédias aí que é do Sindicato, também. O “Cego de Santa Cruz” e o “Cego de Camarão” que estão aí em Caicó, são responsáveis também, estão mandado matar tudo e comanda o presídio daí“.

Ouça os áudios: