Barça perde e fica a 3 pontos do Atlético de Madrid, que vence o Espanyol

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após 23 partidas de invencibilidade, o Barcelona sofreu neste sábado a segunda derrota consecutiva pelo Campeonato Espanhol ao perder para a Real Sociedad por 1 a 0 no estádio Anoeta, permitindo que o Atlético de Madrid, que bateu o Espanyol, diminuísse a desvantagem para a liderança para três pontos.

Tranquilo na ponta da tabela há pouco mais de uma semana, o Barça foi derrotado pelo Real Madrid no último sábado e pela Sociedad hoje. Com isso, parou nos 76 pontos, contra 73 do Atlético, vice-líder, e 72 dos ‘Blancos’, que aparecem em terceiro.

O time catalão teve novidades, já que não pôde contar com o atacante Luis Suárez, suspenso, e o técnico Luis Enrique ainda poupou atletas como o lateral-esquerdo Alba e o meia Iniesta para o duelo com os ‘Colchoneros’ pela Liga dos Campeões na próxima terça, no Vicente Calderón.

Mesmo assim, e com Neymar e Messi no gramado, entrou em campo disposto a quebrar um jejum de nove anos sem vencer em San Sebastián pelo Espanhol e a derrubar as dúvidas deixadas após o revés no clássico em casa.

Entretanto, as dificuldades foram as mesmas das partidas mais recentes na cidade basca, e logo aos cinco minutos do primeiro tempo Oyarzabal escorou de cabeça depois do cruzamento de Xabi Prieto e estufou a rede.

Com a desvantagem no placar, o Barça tentou impor sua maior qualidade técnica, mas esbarrou na grande atuação do goleiro Rulli. O jovem argentino de 23 anos fez ao menos seis defesas e garantiu o resultado para a Sociedad, que subiu para o nono lugar, com 38 pontos, abrindo dez da zona de rebaixamento.

Já o Atlético de Madrid fez sua parte ao bater o Espanyol por 3 a 1 no Cornellà-El Prat. Diego Simeone preferiu não preservar o elenco, mesmo precisando derrotar o Barcelona na próxima quarta para avançar na ‘Champions’ após a derrota por 2 a 1 na ida.

Diop fez 1 a 0 para os donos da casa, aos 29 minutos da etapa inicial, mas Fernando Torres empatou seis minutos depois. Griezmann fez o segundo, aos 13 da etapa final, e Koke confirmou o triunfo com o terceiro, marcado aos 44.