Batimetria confirma redução da capacidade hídrica do Itans

O açude ITANS que foi construído em 1935, com capacidade de armazenar 81 milhões e 750 mil metros cúbicos de água, sofreu drástica redução ao longo dos anos por causa do assoreamento entre outras causas.

Recentemente, a Agência Nacional de Água – ANA, realizou um estudo técnico chamado batimetria e descobriu que atualmente, o reservatório pode acumular 75 milhões e 880 mil metros cúbicos de água em sua cota de sangria. Sofreu uma redução de quase 6 milhões de metros cúbicos.

A última sangria do ITANS, ocorreu no ano de 2009, ou seja, há 11anos. Atualmente, ele está com aproximadamente, 3 milhões de m³ (3,85% da capacidade).

O engenheiro agrônomo, José Procópio de Lucena, fez o vídeo mostrando a atuação situação do Itans, confira: