Caern começa instalação de bombas flutuantes de sucção de água no Itans

Sidney Silva – Os técnicos da Caern, começaram a instalar nesta terça-feira (19), às bombas flutuantes para captação de água no açude Itans, em Caicó. A medida se dá, exatamente, por causa do baixo nível do reservatório que atualmente está com 7 milhões e 150 mil metros cúbicos de água, o equivalente a 8.75% de sua capacidade total que é de 81 milhões e 750 mil m³.

O gerente do escritório da Caern, para Caicó, Enilton Mário Alves, disse ao Blog Sidney Silva, que a água existente no Itans pode abastecer a cidade até o mês de novembro. “Atualmente nós estamos tirando 200 metros cúbicos de água por hora do Itans, e antes era 300“, disse.

Com a instalação das bombas de sucção flutuantes no Itans, os técnicos da Caern querem aumentar a vasão de água liberada para o abastecimento da população. As águas do reservatório de Caicó, são retiradas somente durante o dia. Na parte da noite e também nos finais de semana, os equipamentos são desligados. A adutora funciona 24 horas por dia. “O nosso objetivo, com isso é justamente tentar que tenhamos água até o final do ano“, contou.

Com relação a adutora Piranhas/Caicó, estão sendo usados, 190 metros cúbicos por hora. Antes eram 400. A pouca água que está chegando nas casas se dá, justamente, por causa da pouca água que chega do Rio Piranhas. As casas localizadas em bairros mais altos, ficam prejudicadas. “Esses bairros são abastecidos por sistema elevado e como vem somente a metade do que se precisa, então só os mais baixos são abastecidos“, disse Enilton.

Juntando os dois sistemas, o do Itans e da adutora Piranhas/Caicó, a Caern, está repassando para a população, 370 metros cúbicos, quando na verdade deveria estar com 700.

No rio piranhas tem pouca água. Os técnicos estão usando apenas uma das duas bombas de sucção existentes no local. Isso porque, não tem volume de água suficiente para manter as duas bombas funcionando. “Nós estamos esperando que até sexta-feira (22), o nível do Rio aumente para podermos abastecer às localidades que estão desabastecidas. O que atrasou a chegada da água de Coremas em Jardim de Piranhas, foi a pouca quantidade que era liberada pela comporta. De lá, estavam saindo apenas 2,8 metros cúbicos por segundo, mas, nos últimos dias aumentou para 3“, relata.

Muitos bairros das zonas Norte, Oeste e parte do Centro de Caicó, estão com problemas de abastecimento em decorrência da pouca quantidade de água no leito do Rio Piranhas.

Indagado se existe a possibilidade do uso de carros-pipa nos bairros onde a água não chega por causa de sua pouca quantidade, Enilton Mário, disse que ainda não discutiu sobre, mas, acredita que não vai demorar, se “continuar no rojão que vai”, para tratar sobre o assunto. Ele lembrou que em 2014, às localidades altas de Caicó, foram abastecidas por carros-pipa. “Se a água continuar com o nível baixo, teremos que lançar mão dessa possibilidade“, contou.