Caern conclui extensão da Adutora Serra de Santana

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) deve concluir esta semana a obra de extensão da Adutora Serra de Santana, para mudança do ponto de captação flutuante na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. A adutora abastece as cidades de Florânia, Tenente Laurentino Cruz, Lagoa Nova, São Vicente e Bodó, além de 156 comunidades.

O objetivo da obra é garantir o fornecimento de água para essa população por mais três meses. Depois disso, o abastecimento será feito pela adutora de engate rápido de Currais Novos, que está sendo construída pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). “Se não executássemos esse trabalho, a água só iria ser suficiente até o fim de semana”, explicou o engenheiro Eudes Medeiros, da Unidade de Receita de Currais Novos.

Com investimentos próprios de cerca de R$ 300 mil, a obra consiste na construção de duas estações elevatórias flutuantes em série, com a primeira bombeando 500 metros cúbicos de água por hora na altura de dez metros para a segunda elevatória. Daí, é feito o recalque de 370 metros cúbicos por hora para 30 metros de altura até a estação de bombeamento 1 (EB1), onde está localizada a Estação de Tratamento de Água (ETA).