Caicó: Exame de DNA ainda não foi feito e corpo permanece em Natal, sem identificação

O corpo carbonizado, que foi encontrado no início do mês de abril deste ano de 2015, na zona rural de São Fernando/RN, que a família afirma ser de Irapuan Monteiro Saldanha, deve demorar para ser identificado oficialmente pelo Instituto Técnico e Científico de Polícia – ITEP. Isso, porque, o material que foi coletado para ser examinado em exame de DNA ainda não passou pelo procedimento.

A informação que chegou aos familiares de Puan Saldanha, dá conta que, por ser muito caro, o exame deve demorar. Nesse caso, os peritos do órgão, coletam material genético do corpo e de familiares e o envia para Salvador/BA, para que o exame seja feito.

Enquanto, isso a Polícia Civil, segue investigando o caso que é bastante rumoroso, dada a forma como a pessoa foi assassinada e por causa da possibilidade de a vítima ter grande quantidade de inimigos.