Caicoense preso depois de tomar sua moto apreendida pela PRF consegue a liberdade na Justiça

O caso do homem que tomou a moto de sua propriedade de volta para si depois de ter sido apreendida pela PRF no final de semana em Caicó, volta a ser contato pelo Blog Sidney Silva, mas, agora, veja a história como realmente aconteceu. Vamos aos fatos:

Nesta segunda-feira (06), a Justiça concedeu liberdade provisória a Juscelino Rodrigues, que foi preso na tarde de domingo (05), por policiais rodoviários federais. Ele tomou a moto de Artur Brito Santos, empregado de uma empresa terceirizada que faz a guarda de veículos apreendidos pela PRF.

Consta no procedimento que Juscelino, na tarde do dia 04/07/2020, no KM 97 da BR 427, em Caicó, mediante grave ameaça e com uma arma branca em punho (faca), subtraiu a motocicleta Yamaha YBR, cor vermelha, placa MXP-2453, de sua propriedade que havia sido apreendida pela Polícia Rodoviária Federal pouco tempo antes, enquanto ela era transportada pela empresa.

Já no domingo, dia 05, os policiais detiveram Juscelino Rodrigues, de posse da referida moto. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil aonde foi autuado por roubo. Depois, foi levado para a Penitenciária Estadual do Seridó.

O juiz que concedeu a liberdade ao preso impôs condições como:

O fornecimento imediato de seu atual endereço e demais lugares onde possa ser encontrado;

Proibição de ausentar-se da comarca, por mais de 08 (oito) dias, sem prévia autorização judicial;

Proibição de mudar de endereço, sem prévia comunicação;

Recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga.