Campanha de vacinação contra a gripe encerra nesta sexta-feira

Balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira (21) indica que 19,1 milhões de pessoas se vacinaram contra a gripe. O número representa 38,6% do público-alvo, formado por 49,7 milhões de pessoas mais vulneráveis para complicações da gripe. A meta é vacinar 80% do público prioritário durante o período da campanha nacional que encerra nesta sexta-feira (22).

Dentre os grupos prioritários à vacinação, as puérperas apresentam, até o momento, a maior cobertura, com 193.753 doses aplicadas, o que representa 54,15% das mulheres até 45 dias após o parto. Em seguida estão os idosos, com 9 milhões (43,28%) de vacinados; 4,8 milhões (37,9%) de crianças de seis meses a menores de cinco anos foram vacinadas; nas gestantes foram aplicadas 802,3 mil doses (36,86%); e os trabalhadores da saúde, com 1,3 milhão doses aplicadas (32,91%). Com 174,6 mil doses aplicadas, 28,8% dos indígenas já foram vacinados. Como a vacinação deste grupo é realizada em áreas remotas, a atualização dos dados segue outra dinâmica. Também foram aplicadas 2,8 milhões de doses nos grupos de pessoas com comorbidade, população privada de liberdade e trabalhadores do sistema prisional.

O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Antônio Nardi, convoca as pessoas que compõem o público-alvo a procurar um posto de vacinação e garantir sua proteção contra a gripe no inverno. “Essa é uma vacina muito importante para a saúde da população, pois ajuda a reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. Portanto, as pessoas que são integrantes do grupo prioritário devem procurar um dos postos de vacinação para fazer a prevenção contra gripe”, ressalta.

Mais de 54 milhões de doses da vacina estão sendo disponibilizadas, pelo Ministério da Saúde, aos estados e municípios para garantir a proteção de cerca de 49,7 milhões de pessoas. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). O período de maior circulação da gripe vai de final de maio a agosto. A após da administração da dose, o corpo leva de duas a três semanas para gerar as proteções contra a gripe.

Estado

Total

População prioritária

Doses aplicadas

Cobertura vacinal (%)

RIO GRANDE DO NORTE 666.632 270.902 40,64
PARAIBA 850.986 342.393 40,23