Caso F. Gomes: Julgamento de Gilson Neudo e Lailson Lopes deve acontecer março em Natal

A juíza Eliana Alves Marinho, marcou para o dia 27 de março de 2019, às 08hs, em Natal, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, o julgamento popular dos réus Gilson Neudo Soares do Amaral e Lailson Lopes, que são acusados de terem mandado matar o jornalista F. Gomes, assassinado na frente de sua casa, no Bairro Paraíba em Caicó, no dia 18 de outubro de 2010.

Os defensores públicos, Serjano Marcos Torquato Valle e Mateus Queiroz Lopes de Melo Martins, irão fazer a defesa dos réus.

Não é a primeira vez que o julgamento tem data reaprazada. Em 2017, inicialmente iria ocorrer no dia 05 de julho, mas, passou para o dia 19 e depois para o dia 26 de julho e novamente foi adiado.

O processo foi desaforado da comarca de Caicó e agora tramita na 1ª Vara Criminal de Natal.

De acordo com o Ministério Público, os réus do processo, se consorciaram para matar o jornalista por causa do seu trabalho.

O réu Gilson Neudo, ainda não foi julgado por causa de manobras feitas por ele. Um exemplo foi destituir seu advogado quando uma das sessões iria começar no Fórum Amaro Cavalcante em Caicó.

O réu, Lailson Lopes, já foi julgado e condenado, mas, a assistência do Ministério Público recorreu para pedir o aumento da pena. O Tribunal de Justiça do RN decidiu que na verdade deveria ser feita uma nova sessão para julgá-lo. Alguns meses depois, Lailson foi posto em liberdade.

O réu, Rivaldo Dantas de Farias, ainda não teve a data de seu julgamento marcado pela Justiça.

O único que foi condenado e já cumpre pena pela morte de F. Gomes, é João Francisco dos Santos, o Dão.