Comporta do Eixo Norte da Integração do São Francisco é acionada

Presidente Jair Bolsonaro participou do evento no interior do Ceará – (Foto: Allan Santos/PR)

Agência Brasil – O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (26) que o Projeto de Integração do Rio São Francisco é uma “novela enorme que está chegando ao fim”. Bolsonaro participou, nesta sexta-feira, em Penaforte, no Ceará, da cerimônia de acionamento da comporta que será responsável pela chegada das águas do Eixo Norte do projeto ao estado do Ceará.

As primeiras obras, para o deslocamento de parte das águas do São Francisco, foram iniciadas em 2007 pelo Exército. A previsão original do governo da época era inaugurar até 2010 todos os canais, reservatório e estações de bombeamento. A expectativa do governo atual é que o projeto esteja concluído no próximo ano.

Foi uma recomendação desde o início do governo que não deixaríamos nenhuma obra parada. Faz parte do nosso compromisso e ficamos muito felizes em trazer água para quem precisa”, disse o presidente em entrevista à TV Brasil, ao final do evento. “[O projeto vai beneficiar a] agricultura, irrigar terras, levar água para casa do cidadão nordestino que sempre teve carência disso. É uma novela enorme que está chegando ao fim”, completou.


Semarh supervisiona retomada das obras no Complexo de Oiticica

Obras foram supervisionadas pela Semarh

A equipe de supervisão e fiscalização das obras do Complexo de Oiticica, formada pela Assessoria Técnica e coordenação de infraestrutura da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) realizaram nesta semana uma vistoria técnica por todo empreendimento, em Jucurutu.

O objetivo principal da visita foi verificar se a retomada dos serviços está acontecendo de acordo com a orientação dos órgãos sanitários, a fim de minimizar o contágio pelo novo coronavírus entre os trabalhadores da obra e a população que vive no entorno.

Continue lendo

Em 24hs Barragem Armando Ribeiro recebeu mais de 63 milhões de m³

Barragem Armando Ribeiro passou de 1 bilhão de metros cúbicos

A Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, localizada entre às cidades de Açu, Itajá e São Rafael, está atualmente com o volume de 1 bilhão, 155 milhões, 678 mil e 348 metros cúbicos de água.

O aumento da reserva hídrica se deu por causa das chuvas registradas nas últimas semanas na Paraíba e aqui no Rio Grande do Norte.

Os dados divulgados pelo Departamento Nacional de Obras Contra às Secas – Dnocs, mostram que de ontem (dia 26 de abril) para hoje (dia 27 de abril), o reservatório aumentou 63 milhões, 345 mil e 905 metros cúbicos de água. Ou seja, entrou quase um Itans (que tem capacidade de armazenar, 75 milhões de metros cúbicos) na barragem.

Outro dado do Dnocs aponta que entre o dia 16 de fevereiro e hoje, dia 27 de abril, a Armando Ribeiro aumentou seu volume em 640 milhões, 461 mil e 338 metros cúbicos de água, o equivalente a 26,99%.


Abastecimento de Currais Novos suspenso para conserto de vazamentos

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) suspendeu o fornecimento de água para Currais Novos, nesta terça-feira (24). A parada foi necessária porque foram detectados, vazamentos de grandes proporções, na rede de abastecimento. A previsão de normalização é para a sexta-feira (27).

A Caern irá trabalhar em rede de 300 milímetros, às margens da BR- 427, no Bairro Sílvio Bezerra; em rede de 200 milímetros na avenida Cândido Dantas, no Bairro Parque Dourado; em rede de 60 milímetros na rua Reginaldo Carneiro, próximo ao bairro Prefeito José Dantas e em rede de 60 milímetros na rua 7 de setembro, no Centro da cidade.

É importante reforçar a necessidade de uso racional da água. A Caern tirou o sistema de rodízio das cidades de Currais Novos e Acari. As boas chuvas caídas na região possibilitaram atender com maior disponibilidade essas cidades, particularmente, garantir água para o combate a pandemia do coronavírus. A empresa está empenhada em fornecer água, que é um serviço esssencial. Ao mesmo tempo, pede aos clientes que usem o produto, mas evitem o desperdício.


Termo adtivo possibilita aumento de vasão de água em Coremas

Diante de uma articulação entre CAERN, Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Assu e Agência Nacional de Águas -ANA, foi assinado aditivo ao termo de alocação de água 2019/2020 do sistema hídrico Curemas-Mãe D’água (RN e PB).

Esse termo aditivo permite que a CAERN aumente sua captação para Jardim de Piranhas e Caicó de 111 litros por sedundo (396 m³/h) para 191l/s (687,6 m³/h). Isso significa um aumento de 58% em relação ao volume d’água atualmente captado pela CAERN.

Assim, Jardim de Piranhas pode ter disponível 150 m³/h e Caicó 537,6 m³/h, água suficiente pra atende a demanda das duas cidades nestes tempos de pandemia do novo coronavírus.


Gargalheiras atingiu maior capacidade desde 2014

Gargalheiras segue elevando seu nível – (Foto: Alex Regis/Tribuna do Norte)

Com as chuvas caídas durante o início do ano, a barragem Marechal Dutra, o Gargalheiras, no município de Acari, atingiu sua maior capacidade desde janeiro de 2014. De acordo com monitoramento do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), atualmente o reservatório está com 14,36% de sua capacidade máxima e não sangra desde julho de 2011.

Com capacidade para 44.421.480 m³, o reservatório acariense acumula atualmente 6.380.717m³, de acordo com números divulgados pelo Igarn na manhã desta terça-feira, 10.

Com o notável aumento em seu volume de água ao longo dos primeiros meses do ano, a expectativa do Igarn é que o reservatório termine o período chuvoso com percentuais entre 20% e 30% de sua capacidade total.

O fato de já ter chegado ao seu maior volume desde 2014 nos faz ter boas perspectivas de terminar o inverno com uma quantidade de água que possa chegar à próxima quadra invernosa sem que o reservatório volte a secar totalmente e também possa continuar abastecendo Acari“, afirma Auricelio Costa, diretor-presidente do Igarn.

*Fonte: Tribuna do Norte


Caern reativa sistema do açude Gargalheiras em fase de testes

As chuvas no Seridó fizeram o açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, atingir a marca de 6,79% de medição volumétrica. Por este motivo, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) iniciou em fase de testes a reativação da captação de água pelo manancial. De acordo com a gerente da Regional Seridó, Rosi Gurgel, estão sendo observadas as condições operacionais como vazão e qualidade da água, para a captação ser feita definitivamente pelo Gargalheiras.

A Caern deixou de captar água pelo Gargalheiras em 1º de setembro de 2015. A princípio, quando o sistema for colocado definitivamente em funcionamento, Acari terá seu abastecimento por rodízio. Já Currais Novos continuará sendo abastecida pelo açude Dourado. De toda forma, a Caern está trabalhando na reativação do sistema que vai do Gargalheiras para Currais Novos. Caso o açude Dourado entre em colapso, o abastecimento volta a ser pelo Gargalheiras.

Mesmo com as últimas chuvas, é necessário compreender, que a recuperação de mananciais leva tempo e necessita de bons volumes de chuvas. É importante que a população colabore fazendo uso racional da água em todas as regiões do Estado.


Regional Seridó da Caern faz alerta sobre o uso da água em Caicó

Com a proximidade do verão, a Regional Seridó da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) alerta sobre a importância da colaboração de todos no uso racional da água na cidade de Caicó. Os mananciais precisam ser conservados para durar o maior tempo possível.

A Regional de Caicó lembra que os níveis dos reservatórios estão baixos e o consumo precisa ser controlado. O uso racional vai permitir o fornecimento da água por mais tempo, garantindo maior conforto para a população.

O uso da água de forma irresponsável só vai trazer prejuízos para a própria população.


Cidades da região Agreste terão parada no abastecimento nesta terça (30)

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informa que quatro cidades da região Agreste do Estado terão uma interrupção no abastecimento de água durante o dia desta terça-feira (30): Lajes Pintadas, Coronel Ezequiel, Jaçanã e Campo Redondo. A parada também vai atingir a cidade de Santa Cruz, que é atendida por um sistema próprio de abastecimento, a cargo da prefeitura. A água distribuída é adquirida da Caern.

A interrupção será necessária para que a companhia faça a substituição de um registro e parte da tubulação, além da instalação de um medidor de vazão para a cidade de Santa Cruz.

O sistema será desligado logo cedo, às 6h, com retorno previsto para as 17h30 do mesmo dia. Após a religação do sistema, o abastecimento será totalmente normalizado em até 48 horas.


Cruzeta e João Dias saem da situação de colapso no abastecimento

O quadro de abastecimento nos municípios do Rio Grande do Norte registrou duas boas notícias nos últimos dias. Do total de cinco cidades que ainda estavam em situação de colapso no fornecimento de água, duas deixaram essa condição.

Na região Seridó, desde o último dia 25, a cidade de Cruzeta não está mais nessa lista. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomou o fornecimento, com o atendimento à população agora em sistema de rodízio, sendo quatro dias com abastecimento e três dias com o sistema paralisado.

No Alto Oeste, foi o município de João Dias que teve o abastecimento retomado. Com o novo quadro, apenas três cidades da região do Alto Oeste potiguar permanecem em situação de colapso: Paraná, Pilões e São Miguel.

Apesar da boa notícia, a Caern recomenda que a população use a água de forma racional, a fim de preservar os mananciais por mais tempo.


Dirigentes da ANA e governadora do Rio Grande do Norte discutem temas sobre água no estado

Governadora, Fátima Bezerra, teve reunião com dirigentes da ANA

Na manhã desta quarta-feira, 10 de abril, os diretores da Agência Nacional de Águas (ANA) Ricardo Andrade e Marcelo Cruz receberam a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, para discutir aspectos da gestão de recursos hídricos do estado. Questões relacionadas ao gerenciamento da água no Rio Grande do Norte, como a sustentabilidade da gestão de recursos hídricos da bacia do Piranhas-Açu, estiveram em pauta. A segurança hídrica e a segurança de barragens também foram abordadas.

Durante a reunião, o diretor Ricardo Andrade exaltou a importância do engajamento da governadora nas questões que dizem respeito à água no Rio Grande do Norte e pela parceria com a ANA nesse sentido. “Nós estaremos aqui sempre à disposição de quem é séria, que trabalha para o bem comum e que tem como objetivo fazer uma gestão eficiente da água. O empenho que a senhora tem dado a essa agenda nos dá muito conforto e nos traz muita esperança de que os problemas serão enfrentados”, afirmou.

Também participaram do encontro o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte, João Maria Cavalcanti, e o assessor da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH/RN) e ex-diretor da ANA, Paulo Varella. Pela Agência também participaram da reunião os superintendentes Alan Lopes, Humberto Gonçalves, Rodrigo Flecha e Tibério Pinheiro.


Caern suspende abastecimento para melhorias na Adutora Jerônimo Rosado

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) faz uma parada no abastecimento de água pela adutora Jerônimo Rosado na próxima segunda-feira (25). A suspensão é necessária para realização de manutenção preventiva nas bombas da captação e melhorias nos quadros de acionamento das bombas.

A suspensão inicia às 8h e o abastecimento será retomado às 18h do mesmo dia. Além de Assú e parte de Mossoró, serão afetadas as localidades de São Jacinto, Medubin, Morada Nova, Compasa, Mulungu, Favela, Maracanaú, Vila Guanabara, Palheiros 1 e 2, Sitio Hipólito 1 e 2 e Paulo Freire. Após religado o sistema, normalização gradual do abastecimento se dará em até 48 horas.


Segurança de Barragens será debatida em audiência no Senado

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) promoverá uma audiência pública na próxima quarta-feira (21), às 9h, para debater a implantação da Política Pública Nacional de Segurança de Barragens. Essa política é objeto de análise da comissão, conforme sugestão do senador Elmano Férrer (Pode-PI).

A audiência terá a participação do presidente da Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), dom Flávio Augusto Irala, e do presidente do Comitê da Bacia do Rio Apodi (RN), Rodrigo Guimarães de Carvalho. O presidente da Confederação dos Trabalhadores da Agricultura (Contag), Aristides Santos, e o secretário do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Piancó-Piranhas-Açu (RN), José Procópio de Lucena, também constam entre os debatedores.

Também participarão representantes da Agência Nacional de Águas (ANA), do Ministério da Integração Nacional (MI), e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e a Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) também devem enviar representantes para o debate.

A audiência vai ocorrer na sala 13 da Ala Senador Alexandre Costa e terá caráter terminativo, com a possibilidade de participação popular. Dúvidas, críticas e sugestões poderão ser enviadas por meio do portal e-Cidadania ou pelo telefone do Alô Senado (0800 61 2211).


Abastecimento de água está suspenso para cidades da Serra de Santana

Abastecimento de água está suspenso na Serra de Santana

As cidades de Currais Novos, Acari, Bodó, Cerro-Corá, Florânia, Lagoa Nova, Tenente Laurentino Cruz, São Vicente e Jucurutu estão com o abastecimento de água suspenso até o próximo sábado, (20). O desligamento ocorreu nesta quarta-feira. Os municípios são atendidos pelo Sistema Produtor Integrado Serra de Santana, na região Seridó do Estado, e a interrupção no abastecimento se dará para que seja feito um trabalho de realocação da captação de água.

Com o quadro de seca no Estado, os níveis dos mananciais baixam, tornando necessária a execução de serviços para garantir o abastecimento. Equipes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) estão trabalhando na mudança no ponto de captação da adutora de Serra de Santana na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, avançando três quilômetros para melhorar a operação.

Logo que o serviço for concluído, o sistema será religado, levando 72 horas para que esteja totalmente pressurizado e com o fornecimento normalizado.