Fórum Mundial buscará alternativas para garantir água a futuras gerações

Itans, em Caicó/RN, secou e não fornece mais água para nenhum uso – (Foto: Sidney Silva)

Dentro de 100 dias, cerca de 30 mil pessoas deverão participar do 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília, que tem como lema principal compartilhar água. Entre os dias 18 e 23 de março de 2018, o maior evento mundial dedicado ao uso da água vai buscar respostas e soluções para os principais problemas sobre recursos hídricos.

Realizado pela primeira vez em 1997, pelo então recém-criado Conselho Mundial da Água (com sede permanente na cidade de Marselha, na França), o fórum, que ocorre a cada três anos, nunca foi sediado em um país do Hemisfério Sul. Ao todo, já ocorreram sete edições do evento na África, América, Ásia e Europa.



Cosern não religou bombas e 180 mil pessoas seguem sem água no Seridó

Na noite desta quarta-feira (06), por por volta das 22hs, a Cosern ainda não tinha feito a ligação necessária para que as bombas que sucção da Caern instaladas na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, voltem a funcionar. A informação foi confirmada ao Blog Sidney Silva, pela diretora regional do órgão distribuidor de água no Seridó, Rosi Gurgel.

Na sexta-feira da semana passada, os técnicos da Caern precisaram fazer redirecionamento dos equipamentos depois que o local onde estavam secou. Com isso, a Cosern precisaria energizar os equipamentos, mas, os trabalhos foram concluídos no final de semana e nada foi ligado“, comentou Rosi Gurgel. Ela ainda disse que a última previsão, era que na tarde desta quarta-feira, os técnicos da companhia fariam o trabalho, mas, não.



Maioria dos municípios brasileiros declarou estado de emergência ou calamidade entre 2003 e 2016

Reservatórios secaram no Nordeste com a estiagem

Quase metade dos municípios brasileiros teve que decretar estado de emergência ou de calamidade pública por conta da estiagem entre 2003 e 2016. É o que indica o relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos de 2017, divulgado nesta segunda-feira (4) pela Agência Nacional de Águas (ANA). Segundo o levantamento, a maioria das cidades que fizeram esse pedido fica na região Nordeste do país.

A pesquisa feita pela agência indica que pelo menos 48 milhões de pessoas foram afetadas em todo país, com mais de 4 mil secas que causaram danos a população de maneira direta. Do total, 83% desses eventos se concentraram no Nordeste. Além disso, cerca de 18 milhões de pessoas foram atingidas pela estiagem.

Além das secas, as enxurradas também prejudicaram muitas cidades. Enquanto a estiagem assolava a região Nordeste, as partes Sul e Sudeste do país sofreram com a força da água. Por isso, 47,5% dos municípios das regiões decretaram situações de emergência ou calamidade pública.

O levantamento ainda aponta que 12% dos pontos analisados sobre a qualidade da água apresentaram resultados considerados excelentes, usando o índice de Qualidade das Águas como base. Já 13% foram classificadas como regulares, 9% como ruins e 3% de péssima qualidade.

A pesquisa da agência também indica que mais de 67% da vazão média de consumo de água tem como destino a irrigação de plantações em todo o país.



Caern divulga que Acari e Currais Novos saíram da lista de cidades em colapso

As cidades de Acari e Currais Novos, na região Seridó do Estado, já estão com o abastecimento de água normalizado e saem da lista de municípios em situação de colapso. A população está recebendo água por meio da Adutora Emergencial de Currais Novos, a partir do Sistema Integrado do Seridó, em Serra de Santana, com uma vazão de 160 metros cúbicos por hora. A adutora Serra de Santana capta água na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

Nessa quinta-feira (23), o presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Marcelo Toscano, junto com outros membros da diretoria e técnicos da empresa, participou de audiência pública na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Currais Novos. No evento, foi feita uma apresentação da situação de abastecimento nas duas cidades e das obras que estão sendo realizadas na região para amenizar os efeitos da seca. Da audiênciao, também participaram o secretário estadual de Recursos Hídricos, Ivan Júnior, o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior, e representantes do Dnocs e de outros órgãos.

A retomada do abastecimento foi possível depois que equipes da Caern realizaram o serviço de reparo em vazamentos detectados na adutora. O fornecimento será feito em escala de rodízio, com a cidade de Currais Novos dividida em quatro setores. Haverá um revezamento com a adutora abastecendo Currais Novos durante dez dias, alternando com dois dias de abastecimento em Acari. A boa qualidade da água é garantida pelo tratamento feito na Estação de Tratamento de Água Dourado, em Currais Novos.



Paulo Varela é eleito presidente do Comitê da Bacia do Piancó-Piranhas-Assu

Paulo Varela é eleito presidente do Comitê da Bacia do Piancó Piranhas Assu – (Foto: Sidney Silva)

Do Blog de Marcos Dantas – O ex-diretor da Agência Nacional de Águas, engenheiro Paulo Varela foi eleito para a presidência do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu para os próximos dois anos. A eleição aconteceu nesta sexta-feira (24) em Patos (PB).

A nova diretoria ainda será composta por Josué Diniz (vice-presidente), Valdemir Fernandes (1º secretário) e José Procópio de Lucena, que deixa a presidência para assumir a 2ª secretaria na nova composição.



Santana do Matos entra na lista de cidades em colapso de água

Santana do Matos entra em colapso da água e Caern suspende cobrança de faturas

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informa que a partir desta sexta-feira (24) será suspenso o abastecimento de água na cidade de Santana do Matos, na região de Serra de Santana.

O motivo é o baixo volume do Açude da Pedra, de onde é captada a água. O faturamento da cidade será suspenso enquanto perdurar a situação, a partir desta data, e o abastecimento passará a ser realizado através das Defesas Civis estadual e municipal. Atualmente, 18 cidades no Rio Grande do Norte se encontram na situação de colapso.



ANA autoriza serviços de recuperação hidromecânica na Barragem Armando Ribeiro

Serviçõs de recuperação hidromecânicos são autorizados na Armando Ribeiro – (Foto: José Bezerra)

A Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu ao DNOCS a autorização para execução de serviços de recuperação hidromecânica, da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu/RN.

Os serviços consistem da retirada das válvulas dispersoras, adaptação das tubulações de descargas às novas válvulas, recuperação das válvulas borboleta, substituição das guias de deslizamento da comporta de montante, e montagem das novas válvulas dispersoras.

Para a realização das atividades haverá a necessidade de interrupções parciais ou totais, das descargas do reservatório para o Rio Açu, com possíveis impactos sobre a operação das captações de água, autorizadas nos termos da Resolução ANA nº 1.932/2017.

A obra será realizada em cinco fases, de maneira que as duas primeiras serão executadas nos dias 20 e 21 de novembro, e as demais fases serão realizadas conforme os resultados dessas duas primeiras. As três ultimas fases serão pactuadas entre a ANA, o DNOCS e o Governo do Rio Grande do Norte.

Confira o cronograma dos serviços das fases 1 e 2:

Dia 20 de Novembro – das 8h às 18 horas – FASE 1: desmontagem e retirada das válvulas dispersoras, com interrupção alternada das defluências por cada uma das duas tubulações de descargas.

Dia 21 de Novembro – das 8h às 20 horas – FASE 2: adaptação das tubulações de descarga às novas válvulas.



Obras no Sistema Curemas-mãe D’água são preparatórias para a chegada das águas do São Francisco

Obras na Barragem de Coremas são para receber águas do São Francisco

Já em fase de execução, as obras que estão sendo executadas no sistema Curemas-Mãe D’água estão bastante adiantadas. Os dois reservatórios paraibanos (Curemas e Mãe D’água) serão recuperados e modernizados para receberem as águas da Transposição do Rio São Francisco do Eixo Norte.

De acordo com o Dnocs, órgão responsável pela gestão do reservatório, as obras estão orçadas em pouco mais de 16 milhões de reais e tem um prazo de execução de 18 meses, com a previsão de conclusão em dezembro de 2018.

Segundo o que diz o orçamento da obra, os serviços que estão sendo executados são os seguintes:

– recuperação dos paramentos de montante com placas de concreto

– a torre de tomada

– toda a parte hidroelétrica e mecânica das comportas e das tubulações

– recuperação dos paramentos de jusante



“Vamos buscar uma solução para inserir no orçamento a substituição da válvula”, diz ANA

Válvula anelar precisa ser substituída

A frase é do superintendente de regulação da Agência Nacional de Água (ANA), Rodrigo Flexa. Ele participou nesta terça-feira (24/10) de reunião no município de Coremas/PB que tratou sobre os serviços de recuperação do açude Curemas, em especial a possibilidade de inserção, no orçamento da obra, da substituição da válvula anelar by pass do adutor 01 do reservatório paraibano. Para o representante da ANA, é fundamental que o equipamento seja substituído. “Vamos buscar uma solução para inserir no orçamento a substituição da válvula, que está estragada desde meados de 2015. Temos uma estratégia e vamos, em conversa com o Dnocs, ver a possibilidade de inserir no orçamento. O contratante da obra é o Dnocs, portanto, é com ele que vamos discutir o melhor caminho a ser feito para fazer essa substituição”, disse Rodrigo Flexa.

Ainda de acordo com ele, “a ideia é aproveitar, já a empresa está executando obras no açude, e fazer um aditivo para complementar o valor da obra. Pra mim, essa válvula é o coração do sistema e é fundamental para o sistema hídrico possa funcionar aqui no reservatório”, explicou.



Órgãos discutem substituição de válvula by-pass no Açude Curemas

Reunião na Chesf tratou sobre a subsdtituição de válvula

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, Procópio Lucena, esteve reunido nesta terça-feira (24/10) com representantes da Agência Nacional de Água (ANA), do Departamento Nacional de Obras contra as secas (Dnocs), da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), e da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA) para discutir a substituição da válvula anelar by-pass do adutor 01, do açude Curemas, no município paraibano de Coremas/PB. Além disso, foi discutido a inserção da mudança nas tubulações de saída d’água do reservatório Mãe D’água, que também está localizado na cidade de Coremas/PB.

É muito importante, inicialmente, entender o motivo pelo qual a recuperação dessa válvula não incorporada no projeto de reestruturação do açude Curemas que já está em andamento. Essa válvula é fundamental e estratégica para liberar água do reservatório para as pessoas que moram a jusante do açude. Dessa forma, estivemos reunidos com esses órgãos para encontrar uma alternativa de incorporar essa recuperação no projeto de reestruturação do açude Curemas”, explicou Procópio Lucena, presidente do CBH PPA.

Já quanto ao reservatório Mãe D’água, o presidente ressaltou a necessidade de mudanças na saída da água.

A comunidade Mãe D’água tem um sistema de barrilete, que é um conjunto de tubulações conectado a uma saída do reservatório, e esse sistema não pode continuar funcionando assim. É preciso que seja feito um sistema centralizado, organizado, com medidor, e com estrutura para que essa água possa sair para todos os usuários. Essa situação também não estava no projeto e nós estivemos lá para analisar a possibilidade recuperar e ampliar esse sistema”.

Participaram da reunião, além do presidente do CBH PPA, o superintendente de regulação da ANA, Rodrigo Flexa; o diretor técnico da AESA, Porfírio Loureiro; o coordenador do Dnocs na Paraíba, Alberto Gomes e engenheiros da CHESF.



Caern continua testes para melhorar tratamento de água em São Fernando

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) estendeu para até a próxima sexta-feira (27) o período de testes no novo processo de tratamento de água do açude público da cidade de São Fernando/RN. A operação que está sendo realizada esta semana tem por objetivo de melhorar a qualidade da água.

Por se tratar de um teste, a Caern reforça a orientação à população de que não utilize a água que chegará até sexta para beber ou cozinhar, ou seja, não fazer a ingestão do líquido. A água pode ser utilizada normalmente para outros fins.

A Companhia ressalta ainda que durante o próximo final de semana a população de São Fernando receberá água oriunda da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves através da adutora emergencial.




Caern divulga calendário do rodízio de abastecimento de outubro para Caicó

A Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte – CAERN, divulgou nesta segunda-feira (09), o rodízio de abastecimento para a cidade de Caicó, para parte deste mês de outubro.

Confira:

O abastecimento de água seguirá o seguinte calendário:

*Bairro Paraíba: DIAS: 05, 06

*Centro, Acampamento, Barra Nova, Zona Norte + a Cidade de Jardim de PiranhaS: DIAS: 07,08,09,10,11

*ZONA LESTE e Bairro João Paulo II: DIAS: 12,13,14

*ZONA OESTE – BAIRROS -João XXIII, Walfredo Gurgel, Luiz Januário (Novo Horizonte), Adjuto Dias,Paulo VI, Soledade, parte da Barra Nova, parte do setor do Hospital do Seridó, Batalhão de Polícia Militar, Soledade: DIAS: 15,16,17,18 + a Cidade de Jardim de Piranhas.

A CIDADE DE CAICÓ ESTÁ SENDO ABASTECIDA SOMENTE PELOSISTEMA DA ADUTORA EMERGENCIAL, COM UMA VAZÃO QUE ESTÁ VARIANDO ENTRE 270 E 320m³/h.

O ABASTECIMENTOSERÁ LENTO POR MOTIVO DA VAZÃO.

DIAS 07 E 08, SERÁ ABSTECIDA A CIDADE DE JARDIM DE PIRANHAS E A CIDADE DE CAICÓ, FICARÁ COM A VAZÃO 200m³/h.



São Fernando terá abastecimento realizado através de adutora emergencial de Caicó

Adutora emergencial de Caicó também vai abastecer São Fernando

Em virtude da seca que atinge a região, o açude municipal que atende a cidade de São Fernando, no Seridó, está com baixo nível. Para atender a população deste município, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realizará o abastecimento através da adutora emergencial de Caicó.

A adutora emergencial capta água na Barragem Armando Ribeiro e leva água para Caicó. Já de Caicó para São Fernando, a água será transportada pela adutora Manoel Torres. Esta adutora é a que normalmente leva água do rio Piranhas para Caicó.

O fornecimento de água acontecerá em sistema de rodízio, sendo abastecida aos sábados e domingos.



Matéria do Fantástico mostra seca que castiga o Rio São Francisco

Dos grandes rios brasileiros, o São Francisco é o maior e um dos mais importantes. Para 12 milhões de pessoas, o Velho Chico é um pai generoso: mata a sede, a fome, produz frutas, energia. Mas o pai anda muito doente. É como se o rio estivesse sofrendo de anemia grave. Em uma viagem de mais de mil quilômetros, o Fantástico mostra um São Francisco quase irreconhecível. Nem os afluentes estão ajudando como antes. Na lagoa de Itaparica, a seca matou mais de 500 toneladas de peixes. O nível da barragem de Sobradinho é de menos de 5% do volume normal. Se chegar a zero, as turbinas param de funcionar.

Veja aqui a matéria