Quantos milhões Neymar ganhou por gol em 2018?

Jogadores mais bem pagos em euro no mundo

Passes inesperados e criatividade em campo: Neymar é o jogador mais bem pago do Brasil e uma verdadeira estrela do futebol no mundo. Confira o levantamento realizado pelo Cuponation para entender melhor a relação entre os gols feitos pelo atleta em 2018 e o salário de crescimento exponencial ao longo de sua carreira.

No ano passado, a Forbes, revista estadunidense de economia e negócios, fez um ranking das 100 celebridades mais bem pagas do mundo. Neymar foi o único brasileiro a aparecer na lista, empatando com o locutor Howard Stern com um faturamento de 90 milhões de dólares, ou seja, mais de 340 milhões de reais anuais ou cerca de 28 milhões de reais mensais.

Ao estabelecer um paralelo com o primeiro contrato do artilheiro (2008), quando aos 16 anos no Santos Futebol Clube ele ganhava R$20.000 mensais e sua ascensão salarial dez anos depois, nota-se que seu montante mensal aumentou mais de 140% desde o primeiro salário.

Para um salário tão alto, altas são as expectativas e na mesma proporção acompanhamos o desempenho apresentado pelo jogador ao longo dos anos. Do começo de sua carreira até 2019, o jogador já fez 349 gols. Destes, 34 foram marcados no ano passado. Se por mês ele teve uma média de 2,8 gols, ele ganhou aproximadamente dez milhões de reais por gol. Confira o ranking de gols feitos de 2009 até hoje no infográfico interativo do Cuponation.

O mercado desportivo abraçou o carisma natural do atleta, o que lhe garantiu contratos publicitários milionários com grandes marcas, sejam estas de esporte ou não. Apesar de ser um dos jogadores mais bem pagos do mundo (considerando salário e publicidade), é importante ressaltar que, de acordo com a apuração feita pela Pluri Consultoria, o desempenho do atleta na Copa fez com que o atacante brasileiro valesse 11% a menos no mercado mundial, isso porque o desempenho na Rússia não alcançou plenamente o esperado de um jogador do seu nível. No infográfico, encontra-se a lista dos jogadores que mais ganham no mundo, em euros.



Começa hoje o prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda

Começa nesta quinta-feira (7) o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) 2019. Os contribuintes terão até 30 de abril para acertar as contas com a Receita. As regras para a entrega do ajuste anual estão na Instrução Normativa 1871/2019, da Receita Federal, publicada no Diário Oficial da União de 22 de fevereiro. De acordo coma a Receita Federal, quem tem restituição para receber, quanto mais cedo enviar a declaração mais rapidamente receberá o valor.

Declaração do Imposto de Renda começa a ser entregue

As restituições são liberados prioritariamente para idosos acima de 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

O programa para fazer a Declaração do Imposto de Renda deste ano está disponível desde a última semana. O Fisco espera receber neste ano 30,5 milhões de declarações. No ano passado, foram entregues 29,27 milhões. Do total previsto para 2019, a expectativa é que entre 700 mil e 800 mil declarações sejam feitas por tabletse smartphones. Em 2018, 320 mil declarações foram feitas por meio de dispositivos móveis.

A Receita promete acelerar o processamento da declaração este ano. Assim, o contribuinte pode checar no e-CAC se há alguma pendência na declaração e fazer correções.

No site da Receita, é possível conferir uma série de perguntas e respostas sobre a declaração deste ano.

*Agência Brasil



Governo do RN faz pagamento da folha de março em duas parcelas

O pagamento do mês de março dos servidores públicos do Estado será feito nos dias 15 e 29, conforme faixa salarial. Dia 15 será pago o salário integral a quem ganha até R$ 6 mil, aos servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública e uma parcela de 30% do salário de quem recebe acima de R$ 6 mil. Dia 29 será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 6 mil e os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e da Educação.

Essas datas e valores foram fruto do acordo entre o Governo do Estado e as entidades representativas dos servidores durante reunião realizada na manhã desta quinta-feira (28) no Gabinete Civil com os secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Virgínia Ferreira (Administração) e Aldemir Freire (Planejamento).

Segundo o secretário-chefe do Gabinete Civil, a antecipação de parte dos salários tem o objetivo de reduzir o impacto dos atrasos das folhas de dezembro e do décimo-terceiro de 2018 para quem recebe os menores salários.

Na reunião ficou acordado também que o Governo irá estudar uma proposta de calendário salarial dos próximos seis meses para, assim, poder oferecer uma previsibilidade aos servidores. Atualmente, as datas são definidas a cada mês durante as reuniões entre representantes dos Governo e dos servidores.

Fevereiro

Nesta quinta-feira, o Governo do Estado concluiu a folha de pagamento do mês de fevereiro pagando o restante de 70% dos salários de quem ganha acima de R$ 6 mil, além dos servidores da Educação e dos órgãos com arrecadação própria, como por exemplo Caern e Detran.



Governo apresenta detalhamento do fluxo de caixa de janeiro

Ao contrário do que foi divulgado na imprensa, não existe saldo de R$ 400 milhões no caixa do Governo do Estado. A informação é do secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, que divulgou nesta terça-feira (05), o Boletim Mensal com o fluxo de caixa dos recursos do Tesouro detalhando as receitas e as despesas pagas em janeiro.

Em janeiro, a arrecadação do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – foi de R$ 515 milhões, dos quais 25% foram repassados para os municípios. A segunda maior fonte de arrecadação foi do FPE – Fundo de Participação dos Estados, totalizando R$ 391,3 milhões, dinheiro que também é compartilhado com os municípios.

Para os municípios, os repasses oriundos de ICMS foram R$ 134,6 milhões.  O Tesouro Estadual também repassou R$ 161,7 milhões ao Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

A folha salarial da administração direta e indireta, paga com recursos do Tesouro, totalizou R$ 369 milhões. Aos poderes foram transferidos R$ 122 milhões. Além disso, foram pagos R$ 21,7 milhões às empresas que participam do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi); R$ 19,3 milhões com juros e amortizações das dívidas financeiras; R$ 14,2 milhões com bloqueios judiciais e precatórios; R$ 12,3 milhões do Pasep; R$ 10 milhões do Arenas das Dunas e R$ 10 milhões com outras despesas de custeio.



BNB alcança R$ 2,9 bilhões em contratações com micro e pequenas empresas em 2018

Os valores contratados pelo Banco do Nordeste com micro e pequenas empresas (MPEs) cresceram 10,8% em 2018. Somente no ano passado, a instituição investiu R$ 2,9 bilhões em operações de crédito voltadas para esse público, responsável pela maior parte dos empregos gerados na Região. Os dados sobre as contratações do Banco estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência do Banco do Nordeste (bnb.gov.br/bnb-transparente).

O montante aplicado em Micro e Pequenas Empresas foi distribuído em 36,6 mil operações nos Estados da área de atuação do Banco (que inclui o Nordeste e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo), de acordo com as demandas econômicas e dimensões populacionais.

Continue lendo



Agências bancárias não abrem na segunda, dia 31

Amanhã (28) será o último dia útil do ano para atendimento ao público nas agências bancárias, com expediente normal para a realização de todas as operações. No dia 31 de dezembro (segunda-feira), as instituições financeiras não abrem para atendimento, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

A população poderá utilizar os canais alternativos, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

Os carnês e contas de consumo (como água, energia, telefone) vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.

Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos próprios caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).

Agência Brasil



Conta de luz deve ter reajuste menor em 2019

Aumentos serão menores em 2019

As contas de luz para consumidores de baixa tensão devem sofrer um reajuste menor em 2019. Pelo menos é o que aponta o levantamento feito pela empresa TR Soluções, especializada em tarifas de distribuição de energia elétrica. Segundo as informações publicadas pela empresa, alguns fatores devem influenciar nesse reajuste mais amigável ao bolso dos consumidores. Entre eles, o término do pagamento de consumidores de parte dos empréstimos feitos às distribuidoras para cobrir os gastos das empresas.

Outro ponto que, segundo a TR Soluções, irá ajudar nessa mudança é a redução nos custos de geração de energia, comparando com 2017. Nesse período, os custos que não foram pagos com o recurso das bandeiras tarifárias foram antecipados pelas empresas responsáveis pela distribuição.

Continue lendo



No RN, bancos abrem até às 10hs nesta segunda, dia 24

A Federação Brasileira de Bancos está informando o horário de funcionamento dos bancos no período de Natal e Ano Novo. Quem ainda precisa comparecer à uma agência antes de o ano acabar deve se programar para não ficar na mão.

Neste dia 24 de dezembro, em Caicó, que está com diferença de 1 hora em relação a Brasília, as agências bancárias abrem para atendimento ao público das 08hs às 10hs em horário especial.

Os bancos estarão fechados no dia 25 dezembro, mas funcionam em horário normal nos dias 26 e 27.

Segundo a Federação, o dia 28 de dezembro, próxima sexta-feira, será o último dia útil do ano para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias solicitadas pelos clientes.

Já no dia 31 de dezembro (segunda-feira), as instituições financeiras não vão abrir para atendimento, assim como no dia 1º de janeiro de 2019.

A orientação da Febraban é para que a população utilize os canais alternativos de atendimento bancário, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

Os carnês e contas de consumo (como água, energia, telefone e etc) vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.

Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos próprios caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).



Congresso aprova Orçamento da União para 2019; Salário mínimo deve ser de R$ 1.006

O Congresso Nacional, em sessão conjunta de deputados e senadores, aprovou nesta quarta-feira (19) a proposta orçamentária para a União de 2019, com as receitas e despesas previstas para o ano que vem. Será o primeiro Orçamento da gestão do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

O texto segue agora para sanção presidencial. Na prática, como o prazo final para a sanção ou veto deverá ser no começo janeiro, a decisão poderá ficar nas mãos do presidente eleito.

A proposta, relatada pelo senador Waldemir Moka (MDB-MS), prevê receitas e despesas totais para o ano que vem de R$ 3,381 trilhões.

O salário mínimo previsto é de R$ 1.006, conforme valor proposto pelo Poder Executivo em agosto, quando o projeto foi enviado ao Legislativo. O valor definitivo para 2019, no entanto, só será oficializado em decreto editado pelo governo em primeiro de janeiro.

O novo salário, por lei, é calculado a partir de uma fórmula que leva em conta o crescimento do PIB e a variação do INPC, índice que mede a inflação. Atualmente, o mínimo está em R$ 954.

*Do G1



Governo Federal bloqueia R$ 2,36 bilhões do Orçamento de 2018

Depois de liberações de recursos nos últimos meses, a equipe econômica decidiu contingenciar (bloquear) R$ 2,36 bilhões de despesas discricionárias do Orçamento Geral da União de 2018, segundo o Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas, divulgado hoje (22) pelo Ministério do Planejamento.

A cada dois meses, o Planejamento apresenta o relatório, que orienta a execução do Orçamento. O documento contém previsões para a economia, a receita e a despesa. Dependendo dos números, o governo corta ou libera recursos para cumprir a meta de déficit primário e o teto de gastos federais.

Continue lendo



Conexões de fibra ótica expandem em 70 mil % no Ceará

Expansão dos pontos de fibra ótica no Ceará movimenta a economia do estado

O título de Terra da Luz, atribuído ao Ceará por ter sido o primeiro estado a abolir a escravidão, pode ser ressignificado a partir do desenvolvimento da fibra ótica no Estado. Isso porque o Ceará atingiu uma marca importante nas telecomunicações, “iluminando” todas as 184 cidades com este tipo de conexão.

A informação foi confirmada pelo último balanço sobre banda larga da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), referente ao mês de setembro de 2018. Ainda segundo o relatório, desde a implementação, em 2011, do Cinturão Digital – malha de fibra ótica instalada pelo Governo do Estado e que liga Fortaleza ao Interior – o número de pontos de conexão por essa modalidade tecnológica deu um salto de mais de 70.000%.

Há oito anos, segundo a Anatel, eram 403 pontos no Ceará, atualmente, são 283.955. Contudo, segundo players do mercado, todo esse desenvolvimento não seria possível sem uma clara visão local, aliada à preocupação de expandir conexões também pelo Interior, representada pelo consórcio de três empresas locais que administra o equipamento: o BWM (Brisanet, Wirelink e Mob Telecom).

*Leia a matéria completa do Diário do Nordeste aqui



Governo do Estado anuncia calendário do pagamento de Outubro

O Governo do Estado dá continuidade ao pagamento dos salários de outubro do funcionalismo.

Ontem (31) receberam, dentro do mês trabalhado, os servidores da Educação, DETRAN, IPERN, IDEMA, JUCERN, DEI e ARSEP.

No próximo dia 07 recebem os servidores da área de segurança: SESED, SEJUC, PC, PM, CBM, ITEP e policiais do GAC e da Vice-Gov (ativos, reformados e pensionistas).

No sábado (10) recebem os servidores ativos da saúde e demais servidores ativos e inativos que ganham até R$ 5 mil.

Para a faixa acima de R$ 5 mil, o Governo irá acompanhar as receitas e anunciar em breve a data de pagamento.



CONTA DE LUZ: Bandeira tarifária será amarela em novembro

Conta luz vai ficar na bandeira amarela no mês de novembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, confirmou que a bandeira tarifária que vai ser aplicada nas contas de luz em novembro será a amarela. Com isso, o cidadão vai ter uma redução na cobrança, já que nos cinco meses anteriores a bandeira estava vermelha.

De acordo com a Aneel, a justificativa para a diminuição na cobrança está no início do período de chuvas. Mesmo que os reservatórios ainda estejam com níveis reduzidos, a agência acredita que com o início da estação chuvosa, vai ter uma elevação gradual no nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas.

Agora, em novembro, cada 100 kWh (quilowatts-hora) vai custar R$ 1. Só para ter uma ideia, nos meses anteriores estávamos pagando R$ 5 a cada 100 kWh (quilowatts-hora).

Continue lendo



Quarenta municípios do RN tiveram FPM retido por dívidas com o Governo Federal

Quarenta cidades do Rio Grande do Norte não receberão os repasses federais referentes a primeira cota de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Para ter direito aos recursos da União, os municípios não podem estar em dívida com o Governo Federal.

No último mês de setembro, 45 cidades do RN já haviam ficado de fora da primeira cota e não receberam os montantes do programa.

Para a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), o planejamento financeiro dos municípios ficarão comprometidos sem o dinheiro do FPM. “O alto número de municípios com o FPM zerado desde o mês passado tem mostrado que a crise continua, e o quanto os municípios, que é onde tudo acontece, são penalizados, ficando sem recursos”, afirma Naldinho, presidente da Femurn e prefeito de São Paulo do Potengi.

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do Governo Federal, destina verbas aos municípios brasileiros. O valor do repasse para cada cidade é calculado com base no número de habitantes estimado anualmente pelo IBGE.

Confira abaixo a lista dos municípios do RN que tiveram a primeira cota do FPM de outubro retida:

Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Antônio Martins, Arez, Baraúna, Bento Fernandes, Carnaubais, Encanto, Equador, Extremoz, Felipe Guerra, Florânia, Galinhos, Gov. Dix-sept Rosado, Grossos, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Janduis, João Câmara, Lagoa D’anta, Nova cruz, Parazinho, Pau dos Ferros, Pedra Grande, Pedro Velho, Pendências, Poço Branco, Porto do Mangue, Rio do Fogo, Santana dos Matos, Santo Antônio, São Bento do Norte, São Miguel do Gostoso, São Pedro, Senador Georgino Avelino, Tenente Laurentino, Tibau, Touros, Umarizal e Vila Flor.



Governo anuncia pagamento do 13º de 2017 dos servidores quem ganha entre R$ 4 mil e R$ 5 mil

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou que vai pagar na próxima sexta-feira (21) o décimo-terceiro de 2017, que está atrasado, para os servidores que recebem entre R$ 4 mil e R$ 5 mil. Com isso, de acordo com o Executivo, 93 mil servidores ativos e inativos terão recebido o pagamento. Eles equivalem a 85% do total de 109 mil servidores estaduais.

A administração estadual também informou que trabalha para concluir até o final de outubro o pagamento do 13º de 2017 para os servidores que ganham acima de R$ 5 mil, que são os 15% restantes.

No último dia 10 de julho, receberam antecipação de 40% do décimo terceiro de 2018 os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta com arrecadação própria.