MP Eleitoral obtém condenação de candidatos por despejo de santinhos no RN

O Ministério Público Eleitoral obteve a condenação de oito candidatos pelo despejo de santinhos nas proximidades dos locais de votação, no último dia 7 de outubro, quando do primeiro turno das eleições gerais. As decisões judiciais dizem respeito a duas das quatro representações formuladas pelo MP contra esse tipo de irregularidade, no Rio Grande do Norte.

Na primeira representação, foram condenados o casal Albert Dickson e Hilkea Carla “Dickson” – candidatos a deputado estadual e federal, respectivamente. Na segunda, os candidatos a governador Carlos Eduardo Alves; a senador Geraldo Melo; a deputado federal Evandro “Cabo” Gonçalves ; e a deputado estadual Gustavo Carvalho, Cristiane Dantas e Francisco “Dotozinho do Araçá”.

Continue lendo


Adepol entrega propostas a Carlos Eduardo neste sábado (27)

O candidato ao governo do Estado, Carlos Eduardo (PDT), confirmou para este sábado (27) a visita à sede da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN). Ele estará acompanhado da vereadora Nina de Souza e comitiva, e deve chegar à associação às 9h30, quando participará de uma reunião com a diretoria da Adepol/RN.

Ao candidato serão apresentadas, de forma detalhada, as propostas construídas pelos delegados, voltadas a ampliar a capacidade investigativa da Polícia Civil , notadamente os crimes que mais causam temor à população.

Continue lendo


Ibope: Bolsonaro tem 57% dos votos válidos e Haddad, 43%

Em nova pesquisa divulgada pelo Instituto Ibope, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) manteve a liderança, com 57% dos votos válidos (excluindo brancos, nulos e as pessoas que se manifestaram indecisas), contra 43% de Fernando Haddad (PT). No levantamento anterior, realizado no dia 15 de outubro, Bolsonaro havia registrado 59% e Haddad, 41% dos votos válidos. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Quando inclusos brancos, nulos e indecisos, Bolsonaro caiu de 52% para 50% e Haddad se manteve em 37%. A diferença foi nos brancos e nulos, que passaram de 9% para 10%, e nos indecisos, que oscilaram de 2% para 3%.

Continue lendo


TSE autoriza envio de tropas federais para 357 locais no segundo turno

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (23) o envio de tropas federais para 357 localidades a fim de garantir a segurança do segundo turno das eleições, que será realizado no próximo domingo (28).

Os militares vão garantir a tranquilidade do pleito nos estados do Acre, Amazonas, Ceará, de Mato Grosso, do Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Pará e Tocantins.

No primeiro turno, as tropas foram enviadas para 513 localidades. A medida é prevista no Inciso XIV do Artigo 23 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65).

Os pedidos de requisição de militares foram formulados pelos tribunais regionais Eleitorais (TREs), com a finalidade de garantir a normalidade da eleição, o livre exercício do voto e o bom andamento da apuração dos resultados.

*Agência Brasil


Carlos Eduardo não foi ao debate na TV Ponta Negra

Depois do péssimo desempenho no primeiro debate do segundo turno na Band Natal, Carlos Eduardo Alves num gesto de desprezo com a TV Ponta Negra e uma tremenda falta de atenção com a sociedade simplesmente faltou ao debate da TV Ponta Negra realizado na noite desta terça-feira.

Além de ter faltado, o candidato sequer justificou sua ausência.

A emissora lamentou a ausência e realizou uma sabatina com a candidata Fátima Bezerra, que respondeu perguntas de convidados de diversos segmentos da sociedade que estavam lá para fazerem perguntas aos dois candidatos.

*Do Blog do BG


Eleitor que não votou no primeiro turno pode votar no segundo

Não comparecimento às urnas no dia 7 de outubro não impede voto na rodada final

O eleitor que não votou no primeiro turno das Eleições 2018, ocorrido em 7 de outubro, poderá votar no segundo turno, em 28 de outubro, desde que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral. Ou seja, o título eleitoral precisa se encontrar ativo, não podendo estar cancelado ou suspenso.

A Justiça Eleitoral considera cada turno de votação como uma eleição independente, e o não comparecimento à primeira rodada de votação não impede o comparecimento às urnas no segundo turno. Além da escolha do próximo presidente da República, no próximo dia 28 de outubro os eleitores definirão o nome de governadores de 13 estados e do Distrito Federal, bem como os prefeitos de 19 cidades.

Continue lendo


Ministério Público Eleitoral promove reunião preparatória para segundo turno

Reunião definiu metas para o segundo turno das Eleições 2018

Procuradores e promotores eleitorais de todo o Rio Grande do Norte participaram nesta segunda-feira (22) da Reunião Preparatória para o Segundo Turno das Eleições, promovida pelo Ministério Público Eleitoral. Os participantes discutiram a respeito de estratégias que possam ser adotadas neste segundo turno, inclusive levando em conta os acertos e as dificuldades enfrentadas no último dia 7, quando do primeiro turno. O encontro ocorreu na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), em Natal, e foi transmitido para diversas cidades do interior por meio de videoconferência.

Continue lendo


Vivaldo leva aliados para apoiar candidatura de Fátima Bezerra

Vivaldo leva aliados para apoiar Fátima Bezerra

O deputado Vivaldo Costa (PSD) reuniu amigos e correligionários de diversas cidades e regiões do estado para oficializar seu apoio à candidata ao governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT). O encontro aconteceu em Natal, na tarde desta segunda (22), e contou com a presença dos prefeitos Amazan de Jardim do Seridó e Alessandru de Campo Redondo, além do médico caicoense Dr. Tadeu, vice-prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, ex-vereadores.

Vivaldo que já tinha declarado apoio à candidata Fátima em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa mostrou sua força e trouxe os amigos para confirmarem que votam no segundo turno na candidata. Eleito com 32.638 votos o parlamentar é da região do Seridó, mas, espalhou suas bases por todo estado.

Voto em Fátima porque acredito que ela é a melhor opção para nosso estado. Fátima tem uma bonita história de vida. Sempre valorizei a quem tem coragem de lutar e Fátima é assim. Tem dado conta do recado. É fácil de escolher. Por esta razão eu estou com Fátima e sei que o eleitor vai escolher por ela pois tem tudo para ser a próxima governadora do Rio Grande do Norte”.


Marina Silva declara apoio crítico a Haddad

Maria Silva declarou apoio crítico a Haddad – (FOTO: Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil)

Candidata da Rede à Presidência da República no primeiro turno, a ex-ministra Marina Silva informou nesta segunda-feira (22) que dará “voto crítico” ao candidato do PT, Fernando Haddad. Após o primeiro turno, a Rede Sustentabilidade já havia recomendado aos filiados que não votassem em Jair Bolsonaro (PSL).

Ao embasar seu apoio, Marina afirmou que votará em Haddad porque este “não prega a extinção dos direitos”, nem a repressão aos movimentos. “A política democrática deve estar fortemente aliançada no respeito à Constituição e às instituições, exercida em um ambiente de cultura de paz e não violência”, disse.

“Outro motivo importante para a definição e declaração de meu voto é a minha consciência cristã, valor central em minha vida. Muitos parecem esquecer, mas Jesus foi severo em palavras e duro em atitudes com os que têm dificuldade de entender o mandamento máximo do amor.”, completou.

*Leia a notícia completa da Agência Brasil aqui


A partir desta terça, eleitores só poderão ser presos em flagrante

A partir de amanhã (23), cinco dias antes do segundo turno das eleições 2018, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido. A exceção ocorre apenas em casos de flagrante delito e ainda se houver sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto. A determinação está prevista no artigo 236 do Código Eleitoral.

terça-feira também é o prazo final para que os representantes dos partidos políticos e coligações, a Ordem dos Advogados do Brasil e o Ministério Público peçam verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect, instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral que serão utilizados no segundo turno.

Continue lendo


TSE julga na terça recurso que pode mudar composição de bancada federal do RN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) agendou para a terça-feira (23) o julgamento do recurso do candidato a deputado federal Kecilis Alves Ribeiro, o Kerinho, que teve o registro de candidatura indeferido na eleição. O recurso pode mudar o resultado da eleição à Câmara dos Deputados caso os votos recebidos por Kerinho sejam validades.

Kerinho teve o registro indeferido porque, segundo a Justiça, deixou de apresentar “inúmeros documentos exigidos pela legislação de regência, dentre eles a carteira de identidade, o comprovante de escolaridade e certidões diversas”. O relator do caso, ministro Jorge Mussi, já negou provimento ao recurso, acompanhando posicionamento da Procuradoria-Geral Eleitoral. No entanto, a Corte do TSE vai analisar o caso.

Continue lendo


TSE define relator para processo que envolve Bolsonaro, WhatsApp e empresários

O ministro Jorge Mussi, corregedor-geral eleitoral, foi o nome escolhido para apurar o caso que trata do suposto esquema de empresas que enviaram mensagens em massa pelo WhatsApp contra o PT.

O processo tem como base uma reportagem da Folha de S.Paulo, que indica um possível pagamento de contratos que chegariam a 12 milhões de reais para disseminação dos conteúdos.

A coligação de Fernando Haddad, candidato à Presidência da República pelo PT, pede que Bolsonaro seja considerado inelegível por oito anos, por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Continue lendo


PDT pede anulação das eleições e cassação da candidatura de Bolsonaro

O PDT entrou hoje (19) com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a anulação da votação do primeiro turno, realizada no dia 7 deste mês, e de cassação da candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL, à Presidência da República. A base do pedido é a denúncia feita pelo jornal Folha de S.Paulo em reportagem publicada ontem (18), segundo a qual empresários apoiadores de Bolsonaro custearam serviços de envio de mensagens em massa pela plataforma WhatsApp.

Segundo o PDT, o episódio corresponde à conduta de abuso de poder econômico, vedada pelo Código Eleitoral. Para os advogados do partido, o emprego de sistemas de disparo em massa ocasionou desequilíbrio na disputa, com gastos e estrutura maiores beneficiando a candidatura de Jair Bolsonaro, violando o princípio da “paridade de armas”.

Continue lendo


MP Eleitoral orienta partidos sobre cuidados no segundo turno no RN

O Ministério Público Eleitoral repassou aos representantes do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Social Liberal (PSL) orientações quanto ao segundo turno das eleições no Rio Grande do Norte. O objetivo é reforçar a mensagem de que o sistema de votação é plenamente confiável e também prevenir casos de violência, de fraudes e mesmo buscar formas para que tudo transcorra da maneira mais tranquila possível no dia 28.

Os três partidos possuem candidatos à Presidência (PT e PSL) ou ao Governo do Estado (PDT e PT) e seus representantes se reuniram com a procuradora regional eleitoral, Cibele Benevides, entre a quinta-feira, dia 11, e esta sexta-feira, 19. No primeiro dos encontros, com o PSL, também participou o procurador eleitoral auxiliar Kleber Martins.

Continue lendo


WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas

O WhatsApp está tomando medidas contra empresas que atuam com envio em massa de mensagens com conteúdos falsos ou enganosos. A informação foi repassada hoje (19) à Agência Brasil pela assessoria da empresa. Ontem (18), o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem segundo a qual empresas de marketing digital custeadas por empresários estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo.

De acordo com a nota da empresa, o WhatsApp está “tomando medidas legais imediatas para impedir empresas de enviar mensagens em massa via WhatsApp”. A companhia também informou que baniu contas associadas a estas empresas.

No comunicado, a assessoria da empresa informou que foram canceladas também “centenas de milhares de contas durante o período das eleições no Brasil”. “Temos tecnologia de ponta para detecção de spam que identifica contas com comportamento anormal para que não possam ser usadas para espalhar spam ou desinformação”, acrescentou a nota.

A reportagem da Folha de S. Paulo apontou uma rede de empresas de marketing digital contratadas para efetuar os disparos em massa. Os contratos, que chegariam até R$ 12 milhões, seriam bancados por empresários próximos ao candidato, como Luciano Hang, da rede de varejo catarinense Havan.

Continue lendo