Caicó registrou chuva de 75mm nesta quinta-feira (12)

Chuva registrada em Caicó nesta quinta

O radialista Djalma Mota, divulgou nesta sexta-feira (13), as chuvas que chegam através dos ouvintes, no programa Violeiros do Seridó, na Rádio Rural FM de Caicó.

BAIRRO BARRA NOVA/CAICÓ – 45mm
BAIRRO JOÃO XXIII/CAICÓ – 38mm
BAIRRO PAULO VI (CAIC)/CAICÓ – 43mm
BAIRRO RECREIO/CAICÓ – 49mm
PRESÍDIO ESTADUAL DO SERIDÓ (PEREIRÃO)/CAICÓ – 46mm
BAIRRO SALVIANO SANTOS/CAICÓ – 50mm
AVENIDA RIO BRANCO (IV REGIONAL)/CAICÓ – 42mm
RUA FELIPE GUERRA (CENTRO)/CAICÓ – 60mm
BAIRRO PARAÍBA/CAICÓ – 33mm/40mm (DOIS REGISTROS)
BAIRRO PENEDO/CAICÓ – 36,6mm
BAIRRO CASTELO BRANCO/CAICÓ – 75mm
BAIRRO MAYNARD/CAICÓ – 46mm
SÍTIO BARRA DO LAGEDO/CAICÓ – 20mm
SÍTIO RIACHO DO MEIO/CAICÓ – 40mm
SÍTIO VÁRZEA ALEGRE/CAICÓ – 10mm
SÍTIO RIACHO DA SERRA/CAICÓ – 10mm
SÍTIO INÁCIO CAICÓ – 15mm
SÍTIO CAIEIRA/SÃO JOÃO DO SABUGI – 12mm
SÍTIO CAMPO GRANDE/SÃO JOÃO DO SABUGI – 25mm
SÍTIO CASA NOVA DE BREJINHO/SÃO JOÃO DO SABUGI – 10mm
SÃO JOÃO DO SABUGI/RN – 23mm
IPUEIRA/RN – 15mm
SÍTIO TOCO/TIMBAÚBA DOS BATISTAS – 17mm
TIMBAÚBA DOS BATISTAS/RN – 10mm
SÍTIO ENTRE SERRAS/SERRA NEGRA DO NORTE – 50mm
SÍTIO PITOMBEIRA/SERRA NEGRA DO NORTE – 52mm
SÍTIO PICOS/SERRA NEGRA DO NORTE – 60mm
SÍTIO FLORESTA/SERRA NEGRA DO NORTE – 38mm
SÍTIO BARRA DA MANIÇOBA/SERRA NEGRA DO NORTE – 90mm
SÍTIO BELO MONTE/SERRA NEGRA DO NORTE – 102mm
SERRA NEGRA DO NORTE/RN – 19mm
SÍTIO RAMADA/SÃO FERANDO – 70mm
SÍTIO RIACHO DA ROÇA/SÃO FERNANDO – 54mm
SÍTIO GARCIA/SÃO FERANDO – 73mm
SÍTIO CRUZ/SÃO FERNANDO – 62mm
FAZENDA NOVA YORK/SÃO FERANDO – 90mm
SÍTIO VENEZA/SÃO FERNANDO – 110mm
SÃO FERNANDO/RN – 20mm
JARDIM DO PIRANHAS – 45mm / 53mm (DOIS REGISTROS)
SÍTIO BATALHA/JARDIM DE PIRANHAS – 65mm
SÍTIO SANTA CRUZ/JARDIM DE PIRANHAS – 58mm
SÍTIO FECHADO/JARDIM DE PIRANHAS – 70mm
SÍTIO ANGICO/JARDIM DE PIRANHAS – 55mm
CHÃ DO CAJUEIRO (SERRA DO JOÃO DO VALE) /JUCURUTU – 70mm
SÍTIO ESTREITO/JUCURUTU – 35mm
SANTANA DO SERIDÓ/RN – 18mm
ALTO DA USINA/JARDIM DO SERIDÓ – 25mm
SÍTIO TRINCHEIRA/MESSIAS TARGINO – 25mm
IPANGUAÇU/RN – 82mm
SÍTIO SANTA LUZIA/B. BREJO DO CRUZ – 58mm
SÍTIO BRAZ FÉLIX/B. BREJO DO CRUZ – 52mm



Emparn divulga previsão do tempo desta semana com pancadas de chuvas

A semana começa com previsão de céu parcialmente nublado e com maior possibilidade de chuvas, nesta terça-feira (10), nas regiões Oeste e Central do Rio Grande do Norte, aponta a análise da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN). “A atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCANS), que influencia na diminuição da umidade, diminui as chances de chuvas nas regiões Leste e Agreste do RN neste início da semana”, disse o Chefe da Unidade, Gilmar Bristot.

Já a partir de quarta-feira (11), a previsão é de chuvas em todas as regiões do estado devido a volta a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) sobre o RN. “No sábado e domingo há a previsão de pancadas de chuvas mais fortes no litoral leste”, completou Bristot.

Para o interior, nas regiões serranas, a temperatura deve variar entre 22°C e ultrapassar os 35°C e na capital potiguar a variação é entre 24°C e 32°C.

Confira a previsão do tempo para esta semana:

Segunda-Feira (09/03) – Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas na região Oeste.

Terça-Feira (10/03) –Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas nas regiões Central e Oeste.

Quarta-Feira (11/03) – Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas em todas as Regiões.

Quinta-Feira (12/03) – Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas em todas as Regiões.

Sexta-Feira (13/03) – Céu parcialmente nublado em todo o Estado com pancadas de chuvas em todas as regiões.

Sábado (14/03) – Predominância de Céu parcialmente nublado em todo o Estado com pancadas de chuvas. Possibilidades de chuva forte no Litoral Leste.

Domingo (15/03) – Predominância de Céu parcialmente nublado em todo o Estado com pancadas de chuvas. Possibilidades de chuva forte no Litoral Leste.



“A nossa expectativa é de boas chuvas em Março, Abril e Maio aqui na região”, diz meteorologista da Emparn

Palestra de Gilmar Bristot aconteceu em Jardim do Seridó

Essa expectativa foi apontada pelo meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN, Emparn, Gilmar Bristot. Ele foi o palestrante do encontro “Condições de Chuvas para 2020 no Seridó Potiguar”, que aconteceu na manhã de quinta-feira (05) no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Jardim do Seridó. Neste evento o Comitê da Bacia Hidrográfica dos rios Piancó-Piranhas-Açu esteve representado pelo segundo secretário, Procópio Lucena, e pelo coordenador do Centro de Apoio ao CBH PPA, Emídio Gonçalves.

Continue lendo


Açude aumenta sangria e rio segue com cheia em Carnaúba dos Dantas/RN

A cidade de Carnaúba dos Dantas/RN, de acordo com informações que chegam, está com os maiores reservatórios cheios por causa das chuvas registradas desde o início do ano.

Neste domingo (01), o açude Pedro Justino, na comunidade rural Garrotes em Carnaúba, aumentou sua sangria.

Veja imagens do açude Pedro Justino e depois da cheia no Rio Carnaúba.



Domingo de chuva forte em Jardim de Piranhas; Açude transbordou; VEJA VÍDEOS

Várias casas nos bairros Santa Cecília e Parques das Luzes em Jardim de Piranhas, foram invadidas pela água da chuva que caiu na tarde deste domingo (01). O registro foi de 90 milímetros.

Um reservatório conhecido como “Açude da Fome”, localizado nas imediações do Bairro Parque das Luzes, transbordou jogando muita água nas ruas da localidade. As casas, também ficaram alagadas.

Como a chuva parou, o nível da água baixou, principalmente porque está escorrendo pelas galerias pluviais.

Sangria do Açude da Fome



Inmet emite aviso de chuvas intensas; alagamentos em Natal são monitorados

O Inmet publicou aviso meteorológico no final da manhã desta quarta, alertando para chuvas intensas em 155 municípios potiguares, entre eles a capital Natal. O aviso tem validade até às 10h desta quinta-feira, 20. De acordo com o órgão, as chuvas podem trazer ventos entre 40 e 60 km/h. Ainda de acordo o aviso, a precipitação pode acarretar risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Em caso de rajadas de vento, o Inmet recomenda que não se abrigue debaixo de árvores e não se estacione veículos próximos a torres de transmissão ou placas de propaganda, além de evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

*Tribuna do Norte



Meteorologistas se reúnem em Parnamirim/RN para discutir Previsão Climática para o Semiárido

Meteorologistas dos principais centros de previsão climática da região Nordeste estarão, na próxima terça-feira (18) em Parnamirim/RN, para III Reunião de Análise Climática para o Semiárido Nordestino- Etapa Rio Grande do Norte. Representantes dos Centros da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e do Instituto Nacional de Meteorologia (DF) já confirmaram a presença. Outros poderão participar via vídeo conferência.

A reunião acontecerá em duas etapas. Na primeira, a equipe de especialistas se reúne no auditório da sede da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), às 9h, para fazerem balanço dos primeiros meses do ano, análises de modelos meteorológicos, condições atuais dos oceanos e elaboração de boletins para o período. “A expectativa é que seja mantida a previsão divulgada em janeiro com chuvas dentro do normal ou acima do normal para este período de março a maio de 2020”, comentou Gilmar Bristot, Chefe do Núcleo de Meteorologia da EMPARN.

No dia seguinte (19), às 10h, os meteorologistas farão a divulgação dos resultados das análises para autoridades, imprensa e sociedade em geral no auditório da Governadoria, no Centro Administrativo do RN.



Nordeste tem previsão de chuvas fortes nesta quinta (23)

A previsão do tempo para esta quinta-feira (23), na região Nordeste, é de tempo nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas no Maranhão, Sergipe, Alagoas e Bahia. Céu nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva nas demais áreas da região.

A mínima prevista é de 15°C e a máxima de 37ºC. A umidade relativa do ar varia entre 45% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET.



Inmet lança novo alerta de chuva intensa com ‘perigo potencial’ em 133 municípios do RN

Do G1/RN – O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas, com perigo potencial, em 133 municípios do Rio Grande do Norte – a capital Natal não está entre eles. O alerta é válido das 16h05 desta terça-feira (21) até as 9h da quarta-feira (22).

De acordo com o Inmet, as chuvas terão entre 20 e 30 milímetros por hora ou até até 50 milímetros por dia. Além disso, os ventos serão intensos, atingindo de 40 a 60 km/h.

O instituto aponta que há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos ou descargas elétricas.

Algumas instruções são dadas pelo Imnet. Em caso de rajadas de vento, o ideal é não se abrigar debaixo de árvores, pois há há leve risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, é recomendados evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

O grau de severidade dado é “perigo potencial”, o segundo numa escala de quatro (em que o quarto é de “grande perigo). O alerta é direcionado, além do RN, a municípios dos estados da Paraíba, Pernambuco, Piauí e Bahia.

As chuvas tem causado transtornos em alguns bairros de Natal, mas também tem contribuído para aumentar o nível dos reservatórios do estado. O açude Gargalheiras, por exemplo, que estava seco, subiu seu nível para 7% segundo relatório do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn).



Reunião climática confirma inverno chuvoso para o RN

Uma nova reunião climática realizada durante toda esta terça-feira (21) confirmou a previsão de chuvas de fevereiro a maio com características  normal e até acima do normal para o Rio Grande do Norte neste ano. A previsão está de acordo com a análise feita na semana passada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn).

O encontro, por videoconferência com meteorologistas, pesquisadores e especialistas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), aconteceu durante todo o dia e o Chefe da Unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, repercutiu o assunto.

O que foi apresentado na Funceme é que eles apresentaram mais modelos e deu para constatar claramente que, 99% dos modelos mostravam aquilo que nós definimos: a chuva no Nordeste de fevereiro a maio deverá ficar de normal a acima do normal”, aponta Gilmar.

O Estado já vem registrando boas chuvas nos primeiros dias de 2020. Dados da Emparn mostram que, até o dia 15 de janeiro, o número de precipitações registradas no Estado foi 104,4% maior que o mesmo período do ano passado.

*Veja a notícia completa da Tribuna do Norte, aqui



Prognóstico indica 45% de probabilidade de chuvas acima da média no Ceará entre fevereiro e abril

Meteorologistas se reuniram na Funceme em Fortaleza

A esperança do cearense de ter boas chuvas entre os meses de fevereiro e abril deste ano pode se tornar realidade caso se confirme o prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), divulgado nesta terça-feira (21) pelo Governo do Ceará, no Palácio da Abolição. De acordo com o estudo feito pela instituição, o estado tem 45% de chance de receber chuvas acima da média para o trimestre. Já a probabilidade das precipitações ficarem em torno da média é de 35% e de ficar abaixo da média é de 20%.

Continue lendo


Previsão da Emparn aponta para inverno em condições normais a acima do normal

A previsão de chuvas no Rio Grande do Norte para 2020 é de precipitações dentro do normal ou acima do normal, segundo prognósticos iniciais da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). Após seis anos de seca, entre 2012 e 2017, o Rio Grande do Norte pode ter seu terceiro ano consecutivo com boas chuvas na quadra chuvosa. As águas que caíram no Estado em 2019, por exemplo, foram as melhores dos últimos sete anos.

Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (16), na sede da Emparn, em Parnamirim, o chefe de Unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot, fez avaliações do resfriamento dos oceanos Pacífico e Atlântico, que contribuem para a chegada de chuvas no semiárido do Nordeste. O parecer inicial é positivo.

Se nós tivermos o desenvolvimento das chuvas que estamos prevendo, normal, acima do normal,  poderemos ter uma recuperação sensível dos reservatórios. Em 2019 estávamos trabalhando com percentual de 40 a 45% e chegamos a 35%. Este ano vamos trabalhar com 50% e esperamos chegar a 40% do manancial do Estado“, revela Gilmar Bristot. O Rio Grande do Norte é 93% caracterizado como semiárido.

A média de chuvas no Estado deve variar, a partir das previsões iniciais, entre 800 a 1.200 mm no inverno. Em 2019, por exemplo, essa média ficou entre 830 milímetros, segundo a Emparn.

Esperamos que as chuvas, dependendo da região, no concentrado dos meses até maio, em torno de 800 a 1.200mm, a depender da região. A média do Estado ficou entre 830mm”, disse.

*Leia a notícia completa da Trbuna do Norte, aqui




Na virada do ano, cidades do RN tiveram chuva de mais de 100 milímetros

Na virada do ano foram registradas chuvas em diversos municípios do Rio Grande do Norte. No oeste do estado, os registros foram maiores que 100 milímetros.

Confira alguns dados:

  • Alexandria – 100mm
  • José da Penha – 70mm
  • Viçosa – 55mm 
  • Riacho da Cruz – 50mm
  • Encanto – 27mm
  • Luis Gomes – 120mm
  • Marcelino Vieira – 45mm
  • Severiano Melo – 120mm
  • Portalegre – 150mm
  • Encanto – 24mm
  • Rodolfo Fernandes – 60mm
  • Taboleiro Grande – 60mm
  • Catolé do Rocha – 40mm


Primavera tem previsão de temperatura elevada

Gráfico mostra as temperaturas em Outubro 2019

A estação da primavera no Hemisfério Sul do planeta começou neste domingo (22), às 04h50 e termina no dia 21 de dezembro às 8h02, quando começa o verão. De acordo com a Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), a primavera representa o início do período mais quente no Hemisfério Sul.

Os dias ficarão mais longos do que as noites, as temperaturas aumentarão e o vento na costa leste do Nordeste tende a diminuir com o enfraquecimento do centro de Alta Pressão do Atlântico Sul. Quanto às chuvas, a estação é a mais seca do ano. Os valores são baixos, tanto no litoral como no interior.

O meteorologista Gilmar Bristot, destaca que “no início da primavera as condições climáticas não terão mudanças significativas aqui no Rio Grande do Norte, pois em todas as regiões, a variável que define o clima, a chuva, praticamente estará ausente, uma vez, que está época do ano e o período de estiagem. As temperaturas máximas e mínimas irão aumentando com o passar dos dias até atingirem os maiores valores durante o mês de outubro. Ao contrário a umidade relativa do ar, nas regiões do interior, apresentarão os menores valores, em média abaixo de 50%, atingindo concentrações ainda menores em determinados horários do dia, por exemplo no período da tarde, onde a temperatura atinge valores máximos e a umidade do ar valores mínimos”.

No aspecto global, segundo Bristot, quando se analisa a presença de algum fenômeno climático ou meteorológico que possa ocasionar alguma mudança no comportamento do clima, evidencia-se o início do resfriamento do Oceano Pacífico Tropical, significando que a estação de primavera irá ocorrer sob condições normais na circulação atmosférica dos ventos. Quanto ao comportamento do Oceano Pacífico, está em fase de transição da fase quente da oscilação sul (El Niño) para uma fase mais fria, e para a primavera (próximos três meses), predominará uma condição de neutralidade no Oceano Pacífico Equatorial.