Projeto do Memorial Itinerante Wilma de Faria será apresentado em Natal nesta terça (24)

Projeto do Memorial Itinerante Wilma de Faria será apresentado em Natal nesta terça (24)

O projeto de resgate da história da ex-governadora Wilma de Faria será apresentado em um evento na próxima terça-feira (24), a partir das 17 horas, no Imirá Plaza Hotel, na Via Costeira. O evento contará com a presença de amigos, familiares e jornalistas que terão a oportunidade de conhecer um pouco do que será levado às principais cidades-polo do Rio Grande do Norte.

Batizado de “Memorial Itinerante Wilma de Faria: a história da Guerreira”, a proposta é contar um pouco da trajetória dela desde a juventude até assumir o Governo do Estado como a primeira mulher a ocupar o posto na história do RN. A cidade de Caicó será a primeira a receber a exposição entre os dias 26 e 28 de outubro.

Dentre as idealizadoras do projeto, que conta com amigos e familiares, está a socióloga e filha da ex-governadora, a deputada estadual Márcia Maia. Para ela, resgatar a trajetória de Wilma é contar também um pouco da história do Rio Grande do Norte e do protagonismo feminino no estado. A exposição conta com o apoio técnico de um historiador e a curadoria de Telma Cerveira. “É uma forma de homenagear o legado construído e deixado por ela, mas também de contar a história do nosso estado através dos avanços socioeconômicos, do crescimento das cidades e das grandes obras estruturantes e sociais que transformaram a vida e a realidade do cidadão norte-riograndense“, ponderou Márcia.

Sobre Wilma de Faria

Wilma Maria de Faria nasceu em Mossoró e cresceu em Caicó, no Seridó do RN. Filha de Morton Mariz de Faria e Francisca Sales P. de Faria, foi graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, instituição da qual também foi professora. Especializou-se em Sociologia e mestrado em Educação.

A trajetória política foi marcada pelo pioneirismo e pela ousadia. Em 1986 foi eleita a primeira deputada federal do RN, cuja atuação recebeu nota 10 do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – Diap. Integrou o “lobby do batom”, uma luta pelos direitos das mulheres, durante o debate da Constituição Cidadã de 1988.

Em 1989 tornou-se a primeira prefeita de Natal, cidade que administraria por mais dois mandatos: 1996 e 2000. Em 2002, foi eleita a primeira mulher a governar o RN e se reelegeu em 2006. Em 2012, foi eleita vice-prefeita de Natal. Presidiu o Partido Socialista Brasileiro (PSB) por 20 anos. Em 2016, assumiu a presidência do Partido Trabalhista do Brasil (PT do B) e se elegeu vereadora de Natal.



Vivaldo Costa pede atenção da prefeitura para pacientes psiquiátricos de Caicó

Deputado pede atenção da prefeitura para pacientes psiquiátricos de Caicó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) fez um alerta sobre o abandono dos doentes mentais na cidade de Caicó. Em pronunciamento na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (19) o parlamentar repercutiu entrevista de rádio concedida pelo psiquiatra Fernando de Oliveira Cano na qual ele descreve as condições estruturais do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), mantido pela secretaria de Saúde de Caicó.

“Dr. Fernando de Oliveira é médico do CAPS há quatro anos e mostra-se profundamente angustiado. Ele disse que no CAPS 3 falta tudo, está desabastecido. Tem paciente dormindo no chão, cama quebrada, cama sem colchão, um verdadeiro descaso”, disse.

As declarações do médico repercutidas pelo deputado Vivaldo Costa estão circulando em vídeo na internet e provocaram a indignação do parlamentar. “Foi para isso que houve a reforma psiquiátrica no Brasil? Para deixar os pacientes desassistidos?”, questionou.



Parlamentares potiguares cobram de Presidente da Caixa garantia de continuidade do Minha Casa Minha Vida no RN

Parlamentares potiguares cobram de Presidente da Caixa garantia de continuidade do Minha Casa Minha Vida no RN

Em audiência nesta quarta-feira (18), em Brasília, parlamentares da bancada do Rio Grande do Norte cobraram do Presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, a garantia da continuidade dos repasses para o Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) em todo o Brasil, principalmente no Rio Grande do Norte.

Segundo o coordenador da bancada do estado, deputado federal Felipe Maia (DEM), a liberação de R$ 10 bilhões para empréstimos e financiamentos habitacionais, depende da decisão do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS), que se reunirá na próxima terça-feira (24). “É uma situação urgente, que precisa ser solucionada com rapidez pela instituição financeira, em conjunto com os órgãos competentes. O Presidente da Caixa afirmou que a previsão é que o banco deve reservar R$ 8 bilhões para programas da construção civil, dentro desse valor uma parcela será destinada ao Programa Minha Casa Minha Vida”, afirmou o parlamentar.

Felipe Maia destacou ainda, que essa decisão depende também de um parecer técnico que será elaborado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). “Será formalizada uma consulta junto ao TCU e ao Banco Central, para definir como pode ser feita a operação dos recursos do FGTS pela Caixa. O Presidente Occhi afirmou que o compromisso número 1 de sua pauta será a solução rápida dessa situação, que beneficia milhões de famílias brasileiras. A necessidade de se retomar os investimentos em habitação popular é urgente”, explicou.

Além do coordenador da bancada potiguar, também participaram da reunião, os senadores José Agripino Maia (DEM) e Garibaldi Alves Filho (PMDB) e o deputado federal Walter Alves (PMDB). Estiverem presentes ainda o Gerente Nacional de relacionamento com o Congresso Nacional, Luis Roberto Caires e o Superintendente Nacional do MCMV, Henrique Marra.



Em discurso de volta ao Senado, Aécio se diz vítima de armação

Em discurso de volta ao Senado, Aécio se diz vítima de armação

Ao retornar ao Senado nesta quarta-feira (18), Aécio Neves disse que tem sido alvo de acusações “absurdas e falsas” e afirmou que provará ser inocente. “Sou vítima de uma ardilosa armação, uma criminosa armação, perpetrada por empresários inescrupulosos que se enriqueceram as custas do dinheiro público e não tiveram qualquer constrangimento em acusar pessoas de bem na busca dos benefícios de uma inaceitável delação”.

Acusado da suposta prática dos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça, Aécio foi afastado do mandato, em setembro, pela primeira turma do Supremo Tribunal Federal. O Senador pôde voltar ao parlamento nesta quarta (18), após decisão do senado que anulou o oficio do STF.

Sem citar o nome de Rodrigo Janot, Aécio culpou o ex-Procurador da República pelos crimes de que é acusado. “Contribuíram para essa trama ardilosa homens de Estado, notadamente alguns que tinham assento até muito pouco tempo na Procuradoria Geral da República”.

O discurso de volta ao parlamento feito por Aécio foi curto. O senador, que não subiu à tribuna, falou por cerca de 3 minutos.



CCJ aprova parecer que recomenda rejeição de denúncia contra Temer

CCJ aprova parecer que recomenda rejeição de denúncia contra Temer

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (18) o parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) que rejeita o prosseguimento da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. Citados na denúncia por organização criminosa, o relatório também beneficia os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria Geral da Presidência.

Foram 39 votos favoráveis ao parecer, 26 contrários e uma abstenção. O resultado foi inferior ao obtido pelo governo na apreciação da primeira denúncia, quando 42 deputados votaram a favor ao relatório que também recomendava a rejeição do prosseguimento.

O novo resultado pode ser explicado pela troca da liderança do PSB. A líder do partido e aliada do Planalto, deputada Tereza Cristina (MS) foi substituída pelo oposicionista deputado Júlio Delgado (MG). O novo líder alterou membros da comissão e, com isso, o governo perdeu dois votos. O outro voto perdido pelo governo veio do Solidariedade.

A partir de agora o relatório sobre a denúncia segue para votação no plenário da Câmara, o que deve acontecer já na próxima semana. É no plenário que os parlamentares dão a decisão final sobre a autorização, ou não, do prosseguimento da denúncia para Supremo Tribunal Federal (STF). São necessários, ao menos 342 votos, para que qualquer uma dessa possibilidades seja levada adiante.



Senado derruba ordem do Supremo e Aécio retoma mandato

Senador Aécio Neves deve voltar ao Senado – (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O plenário do Senado derrubou o ofício do Supremo Tribunal Federal (STF) com as medidas cautelares que afastavam do mandato o senador Aécio Neves, do PSDB de Minas. Isso significa que o tucano, proibido de exercer sua atividade política e submetido ao recolhimento noturno desde 26 de setembro, pode voltar ao trabalho a partir desta quarta-feira. E está liberado para sair de casa à noite.

Votaram a favor de Aécio 44 senadores – três a mais do mínimo necessário. Outros 26 queriam manter a decisão judicial pelo afastamento. Regimentalmente, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB do Ceará, não vota, assim como Aécio, que estava sendo julgado. Nove parlamentares estavam ausentes, a maioria em viagem.

Alvo da Operação Patmos, da Polícia Federal, Aécio Neves foi denunciado em junho pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo crime de corrupção passiva e por causar embaraços a investigações. Ele é acusado de ter aceitado propina de R$ 2 milhões repassados pela J&F ao seu primo e de ter tentado obstruir investigações.



Em Brasília, Bancada Federal discute com entidades e governo do RN emendas que serão indicadas ao Orçamento de 2018

Em Brasília, Bancada Federal discute com entidades e governo do RN emendas que serão indicadas ao Orçamento de 2018

A bancada federal do Rio Grande do Norte reuniu-se nesta terça-feira (17), em Brasília, com entidades e representantes do governo do estado para discutir os pleitos que devem ser apresentados nas emendas coletivas e individuais ao Orçamento da União de 2018. Para o coordenador da bancada, deputado federal Felipe Maia (DEM-RN) o encontro foi positivo.

Anualmente, sempre optamos por ouvir as demandas de todos os setores. Todas as entidades com pleitos de extrema importância para o nosso estado. Definiremos as 15 emendas com muita sensibilidade ao que cada entidade expôs na discussão“, explicou.

O parlamentar lembrou que as emendas serão definidas na quarta-feira (18). “Temos até sexta-feira para apresentar as emendas. A bancada federal se reunirá nesta quarta para definir as emendas que cada parlamentar irá apresentar e quais serão de consenso coletivo. Apesar das solicitações das entidades, não esqueceremos também dos anseios que ouvimos diariamente da população potiguar, dando mais atenção as áreas de saúde, segurança pública, educação e assistência social“, afirmou Felipe Maia.

Participaram da reunião, além dos deputados e senadores da bancada do Rio Grande do Norte, representantes das universidades federais e do Instituto Federal do RN, da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), da Liga Contra o Câncer, da Prefeitura de Natal, do Governo do Estado e da Marinha do Brasil.



Pesquisa feita em Natal aponta Carlos Eduardo na frente da corrida pelo Governo do Estado

Da Tribuna do Norte – A um ano das eleições para governador (o primeiro turno será no dia 07 de outubro de 2018), a maioria dos natalenses (52,80%) ainda não se definiu por um candidato e diz que não votará em ninguém. Mas, dos quatro nomes mais citados na mídia ou que, segundo o presidente do Certus, Mardone França, “de alguma forma já manifestaram interesse” na disputa pelo governo, a liderança entre os eleitores com votos já definidos é do prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), com 22,77%; seguido pela senadora Fátima Bezerra (PT), com 17,66%; pelo governador Robinson Faria (PSD), com 3,14%, e o desembargador Cláudio Santos (sem partido), com 2,97%.

Os dados são do Instituto Certus, pesquisa e consultoria, em pesquisa realizada somente em Natal, nos últimos dias 07 e 08 deste mês, para a Rádio 98FM. Foram aplicadas 606 entrevistas domiciliares, com eleitores maiores de 16 anos, de vários estratos socioeconômicos e nas quatro zonas geográficas da capital. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

A opção por nenhum é a manifestação da insatisfação do eleitor com relação ao quadro de desgaste dos políticos, diante da crise ética, moral e econômica que vive o pais”, avalia Mardone França. Outra hipótese, levantada por ele, é de quem o eleitor espera por “novos nomes, que possam suscitar confiança”. Os percentuais de quem afirma que não votará em ninguém ou que ainda não sabe que candidato eleger são ainda maiores na pesquisa espontânea, quando nenhum nome é apresentado para a escolha do entrevistado. Neste caso, 40,26% afirma que não votará em “nenhum” e 53,30% que “não sabe” em quem votar. Entretanto, o prefeito de Natal mantém a liderança, com 2,64% das citações, seguido pela senadora Fátima Bezerra (1,49%) e pelo governador Robinson Faria (1,32%).

Indagados quanto à rejeição aos nomes que aparecem como prováveis candidatos, a maioria dos entrevistados se dividiu entre os que “rejeitam todos” (29,54%) e os que “rejeitam Robinson Faria” (29,04%). O segundo percentual de rejeição individual é da senadora Fátima Bezerra (12,87%), seguida pelo prefeito Carlos Eduardo (4,95%) e pelo desembargador Cláudio Santos (4,79%). Entre os entrevistados, 11,88% disseram “não rejeitar nenhum” dos nomes citados.

Leia a matéria completa aqui



CCJ começa a discutir denúncia contra Temer, nesta terça (17)

Começa nesta terça-feira (17) a discussão na CCJ do relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) contrário ao prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer.

Será permitida a fala dos 132 deputados membros da CCJ, sendo eles titulares e suplentes, mais 40 não-membros, sendo 20 a favor e 20 contra o parecer, além de líderes de bancada. Somente após todo esse processo é que o relatório poderá ser votado. Por isso, o governo tem como estratégia usar o mínimo possível das falas de que tem direito para que a votação aconteça o mais rápido possível, explica vice-líder governista, deputado Beto Mansur (PRB-SP). “Vamos falar o mínimo possível para que a gente possa encerrar esse assunto nessa semana e votar nessa semana na CCJ para que a gente possa trazer para o Plenário na semana que vem”.

Para o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), o governo tem pressa para votar porque está vendo, segundo o deputado, a base encolher. “A base do governo encolheu. Só aqueles que estão no mundo da lua, não percebem o que está acontecendo no país e não percebe o que está acontecendo aqui na Câmara. Semana passada você escutava no ‘centrão’ do plenário aquele silencio estarrecedor, aquilo para mim, para quem está há 12 anos aqui é sinal de que alguma mudança pode ocorrer no voto do parlamentar na hora de assumir no microfone o voto que vai assumir”.

As discussões do parecer na CCJ, nesta semana, podem ultrapassar 40 horas, mas como governistas levarão adiante a estratégia de abdicar da fala, esse tempo pode ser reduzido. Como há um acordo para que o relatório não seja votado durante a madrugada, a expectativa é de que a análise do parecer seja concluída na quinta-feira (19).



Polícia Federal faz buscas no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima

G1 – A Polícia Federal faz buscas na Câmara dos Deputados na manhã desta segunda-feira (16) em Brasília. A ação ocorre a pedido da Procuradoria-Geral da República. Um dos alvos é o gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). Agentes da PF chegaram a interditar o acesso ao sexto andar do anexo IV, onde fica o gabinete.

Lúcio é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso por tempo indeterminado desde julho, após investigadores apreenderem R$ 51 milhões em um imóvel atribuído ao político. Segundo a PF, é a maior apreensão de dinheiro vivo da história da corporação.

Em setembro, as investigações sobre o assunto foram remetidas ao Supremo Tribunal Federal (STF). O motivo da transferência do caso para o STF são os indícios encontrados nas investigações em relação a Lúcio Vieira Lima, que, na condição de deputado federal, tem foro privilegiado no STF. Segundo a PF, o apartamento foi emprestado a Lúcio Vieira Lima e era usado por Geddel.



Liminar derruba articulação do Senado para manter sigilo de voto no caso Aécio

Liminar de Fachin de 2015 derruba articulação do Senado para manter sigilo de voto no caso Aécio – (FOTO: Fotos Públicas)

A articulação do Senado para tornar secreta a votação sobre o futuro político do senador Aécio Neves, do PSDB de Minas, não deve vingar. Na próxima terça, dia 17, o plenário se reunirá em sessão para julgar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o tucano. Acontece que em 2015, o ministro da Suprema Corte, Edson Fachin, deu uma liminar descartando o segredo do voto dos senadores.

O caso julgado foi o do ex-senador Delcídio do Amaral, do PT de Mato Grosso do Sul. Então preso por determinação do Supremo, coube aos seus pares darem aval ou não à ordem da Justiça. Os senadores até tentaram manter o voto sob sigilo, mas Fachin proferiu uma liminar sepultando a decisão.

Segundo o ministro em seu voto, “não há liberdade à Casa Legislativa em estabelecer, em seu regimento, o caráter secreto da votação”. Fachin destacou ainda na decisão monocrática no caso de Delcídio, que dar publicidade deve ser a regra dos atos do Legislativo, além de constitucional. Para o ministro, o sigilo só se aplicaria em casos em que estivesse expressamente determinado.



Empresário de Jucurutu, Jessé Lopes, está acertando sua ida para o PT

Empresário Jessé Lopes tem reunião com Odon Júnior e Francisco Medeiros

O empresário Jessé Lopes, esteve reunido nesta sexta-feira (06), com o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior e o ex-prefeito de Parelhas, Francisco Medeiros. O objetivo foi tratar sobre política, inclusive sobre a filiação de Jessé ao Partido dos Trabalhadores, o que deve ocorrer em breve.

Nós discutimos vários assuntos, todos de grande importância para a minha cidade, Jucurutu. Em breve termos a convenção municipal onde ocorrerão filiações e teremos novidades“, disse.



Vereadora Yllana Torres reforçou pedido de perfuração de poços em Timbaúba dos Batistas

Vereadora Yllana Torres esteve com o secretário de Recursos Hídricos do RN, Ivan Júnior

A vereadora Yllana Torres (PSD), reafirmou nesta sexta-feira (06), pessoalmente ao Secretário Estadual de Recursos Hídricos do RN, Ivan Júnior, em caráter de urgência, a solicitação para que seja providenciado a perfuração de poços tubulares na zona rural e urbana de Timbaúba dos Batistas/RN.

A vereadora disse que “não poderia jamais deixar de buscar meios para melhorar o acesso a água, no município, considerando que nenhuma comunidade pode viver ou evoluir sem um abastecimento adequado de água, em meio da crise hídrica que estamos vivenciando“.



Vivaldo mostra preocupação com índices de câncer de mama em mulheres jovens

Vivaldo mostra preocupação com índices de câncer de mama em mulheres jovens

Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (04), na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) falou sobre o Movimento Outubro Rosa, que chama atenção para a prevenção e tratamento precoce do câncer de mama. O parlamentar se mostrou preocupado com os altos índices da doença, registrados, inclusive, em mulheres jovens.

Eu sou médico generalista, médico de interior, médico de roça, mas me atualizei com a Ginecologia para tratar sobre o tema”, afirmou Vivaldo. “Hoje há uma certeza que não existe prevenção para câncer de mama, existe a descoberta precoce que a pessoa está com câncer de mama e que deve fazer o tratamento o mais cedo possível”, ressaltou o deputado.

Vivaldo ressaltou que é cada vez maior o número de mulheres jovens, na faixa de 20 anos, acometidas de câncer de mama. “É um fato novo. É uma constatação recente”, disse Vivaldo, que considera ser essa uma preocupação maior, vez que a doença acometia mulheres normalmente acima dos 40 anos. “Hoje com 20 anos é muito grande o número aqui no Rio Grande do Norte de acordo com as estatísticas do médico professor Ivo Barreto”, relatou o parlamentar, citando Ivo Barreto, um dos mais antigos oncologistas de mama do Rio Grande do Norte.

Segundo Vivaldo Costa, no tratamento de antigamente a mulher retirava totalmente a mama, ao contrário de hoje onde os médicos só retiram o quadrante e optam pela reconstituição. Vivaldo explicou que o médico Ivo Barreto considera o novo tipo de tratamento um avanço, inclusive, de ordem psicológica, já que uma mulher prefere muitas vezes amputar uma pena a retirar uma mama.



Congresso promulga emenda que veda coligações e restringe propaganda

O Congresso Nacional promulgou nesta quarta-feira (4) a Emenda Constitucional que veda as coligações de partidos em eleições proporcionais e estabelece a cláusula de desempenho, que gradativamente impede a propaganda de rádio e TV e o repasse de dinheiro do fundo partidário a partidos pequenos.

Durante a sessão solene de promulgação da chamada EC 97/2017, o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse que as mudanças irão “eliminar as contradições programáticas” e atendem a uma “reivindicação que se estende para além do processo eleitoral”. “Trata-se de medidas que se debruçam sobre a nova ordem democrática em busca de mais ética, transparência, justiça e equilíbrio no âmbito da representação política do Brasil“, afirmou.

Aprovada ontem (3) pelos senadores, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/2017 é originária do Senado, mas como foi alterada na Câmara, precisou de uma nova votação dos senadores.Caso as propostas de criação de um fundo público para financiar campanhas não sejam aprovadas até a próxima sexta-feira (6), esta será a única mudança de reforma política que valerá para as eleições de 2018.

Continue lendo