HUOL terá acelerador linear para radioterapia

HUOL terá acelerador linear para radioterapia

O reitor em exercício da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, visitou o Hospital Universitário de Brasília (HUB) nesta quinta-feira, 17, onde conheceu as instalações do acelerador linear que será adquirido pelo Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal, para realização de radioterapia.

Também participaram da visita o superintendente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber Morais, o superintendente do HUOL, Stênio Gomes, e o diretor assistencial da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), Murillo Britto.



Entidades médicas anunciam campanha “Médicos contra a violência”

Entidades médicas anunciam campanha Médicos contra a violência

A insegurança vivenciada pelos profissionais médicos e por toda sociedade potiguar foi o principal motivo para uma coletiva de imprensa realizada pelas entidades médicas do Estado: Conselho Regional de Medicina – CREMERN, Academia Norte Riograndense de Medicina, Associação Médica do RN e Sindicato dos Médicos do RN – Sinmed, na tarde desta quinta-feira (10), no auditório da Associação Médica. Na oportunidade foi anunciada a campanha “Médicos contra a violência“.

Foram apresentados aos jornalistas dados sobre a insegurança no RN, baseados em números de vítimas da violência no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. “No maior hospital público do Estado, 36% dos óbitos são consequência de homicídios. A média de atendimento mensal de vítimas de violência é de 62% neste ano, sendo 4% maior que em 2016. Além disso, 80% do Hospital é ocupado por consequência de violências urbanas em geral, como agressões e acidentes“, argumentou o presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas.

Os médicos também chamaram atenção para a questão da influência dessa insegurança afetar psicologicamente os profissionais da área de saúde e trabalhadores em geral.

A campanha deverá ser deflagrada ainda na segunda quinzena de agosto, onde os médicos pretendem sensibilizar inclusive outras categorias profissionais para que sejam cobradas das autoridades providências concretas para reverter o caos na segurança pública do Estado.

Além do presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas, estiveram presentes os médicos Maciel Matias, presidente da Academia Norte Riograndense de Medicina, José Rosendo, presidente da Associação Médica do RN e Manoel Marques, diretor do Sindicato dos Médicos do RN.



Unidade de Saúde do Bairro Walfredo Gurgel em situação de calamidade; Veja fotos

Vasilhas emborcadas informam que não tem a medicação indicada – (FOTOS: Willacy Dantas)

O repórter da Rádio Caicó, Willacy Dantas, fez um levantamento da situação do posto de saúde do Bairro Walfredo Gurgel, na zona oeste da cidade. Lá, ele encontrou o prédio com estrutura física precisando de reforma, falta de medicamentos básicos, banheiro interditado e populares insatisfeitos.

No posto de saúde do Bairro estão faltando vários medicamentos como, Parecetamol de diversas miligramas, Dipirona, Lozartana, entre outros.

Veja fotos feitas na unidade básica do Walfredo Gurgel.



Transmissão de zika por muriçoca pode explicar incidência em algumas regiões

Do G1 – Diante da constatação de que o pernilongo comum, popularmente conhecido como muriçoca, pode transmitir o vírus da zika, os pesquisadores da Fiocruz Pernambuco responsáveis pelo trabalho pretendem ampliar os estudos e entender a capacidade vetorial dos mosquitos, ou seja, acompanhar como a mutação do vírus ocorre dentro do organismo dos insetos.

A pesquisa em campo, feita inicialmente em áreas de circulação de pessoas com a doença, também será ampliada para detectar a incidência de pernilongos transmissores de zika em cada uma dessas regiões.

Descrito em um artigo, o estudo, inédito no mundo e feito por uma equipe integralmente brasileira, foi publicado nesta quarta-feira (9) na revista científica Emerging microbes & infections, do grupo Nature.



Antibiótico Benzetacil é suspenso para ‘validação’

Antibiótico Benzetacil é suspenso para ‘validação’

Do G1 – O antibiótico conhecido como Benzetacil terá sua produção interrompida pela Eurofarma, empresa que detém o nome comercial da droga. A indústria divulgou que está “implantando testes de desafios adicionais de validação” para garantir a efetividade da droga.

A Eurofarma informou, no entanto, que os produtos à venda podem ser consumidos normalmente até a data de validade da embalagem.

A Benzetacil é aplicada por meio de injeção e é conhecida por ter uma dor local característica. O composto também pode ser comprado por seu princípio ativo, a penicilina benzatina.

A droga é usada pra o tratamento de infecções – que vão desde problemas respiratórios moderados a DSTs como a sífilis. No Brasil, uma crise de abastecimento do composto já preocupou especialistas.

A reportagem aguarda um retorno da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sobre a suspensão.



Robinson esclarece: “Meu Governo não fechará hospitais”

O governador Robinson Faria afirma veementemente que não permitirá o fechamento de hospitais regionais no seu governo e esclarece quais são as determinações da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta entre Governo do Estado e Ministério Público. “O TAC não determina o fechamento, mas um estudo de redefinição do perfil das unidades. Não vamos fechar“, disse.

Ele explica que, ao contrário, trabalha para recuperar e reabilitar os hospitais dentro da estratégia de regionalização do atendimento à saúde. “Estamos destinando mais de R$ 40 milhões para a reforma e reequipamento de sete hospitais regionais. Instalamos tomógrafo em Mossoró e Caicó e vamos instalar em Pau dos Ferros. Vamos investir R$ 100 milhões na construção do Hospital da Mulher em Mossoró, já em licitação. E estamos recuperando e reequipando 21 maternidades em diversos municípios. Isso tudo com recursos que conseguimos junto ao Banco Mundial“, explica o governador.

O chefe do Executivo estadual informa ainda que acabou de conseguir R$ 150 milhões junto ao Ministério da Saúde, o que vai permitir reabastecer e regularizar o funcionamento de toda a rede de saúde do Estado e implantar novos serviços como os mutirões de ortopedia e de cirurgias eletivas – e as policlínicas para agilizar exames.

O governo afirma também que o documento assinado com o Ministério Público tem por objetivo avaliar o sistema de atendimento e promover ajustes no perfil das unidades hospitalares do estado dando a elas funções que melhor couberem na sistemática do SUS. “Não haverá fechamento de hospitais“, assegura.



Central de Transplantes do RN tem 296 pacientes na lista de espera

Coordenadora Central de Transplantes do RN, Raissa de Medeiros Marques, apresentou os dados mais recentes da lista ativa de espera para transplante

A coordenadora Central de Transplantes do RN, Raissa de Medeiros Marques, apresentou os dados mais recentes da lista ativa de espera para transplante no Estado, que totaliza 296 pacientes, dos quais 151 aguardam o transplante renal. As estatísticas foram apresentadas durante a audiência pública realizada na manhã desta terça-feira (11), na Assembleia Legislativa. O debate foi proposto pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza e marcou o lançamento da campanha “Doe órgãos. Salve vidas”.

“A principal causa apontada de recusa das famílias à doação é o desconhecimento em vida do desejo de doar seus órgãos por parte do falecido, bem como outros fatores culturais, religiosos. Para rever essa realidade, são necessários apenas dois passos. O primeiro passo é, seja um doador. O segundo, avise a sua família”, explica a coordenadora.

O RN realiza hoje transplantes de rim e córnea. Até o ano passado também transplantava medula óssea. No primeiro quadrimestre de 2017 foram feitos 100 transplantes no Estado. Os números superam as parciais para o mesmo período de 2016, quando foram registrados 65 transplantes.

A lista ativa de espera para transplante no Estado totaliza 296 pacientes, liderada pela espera por transplante renal, com 151 pacientes. Os transplantes de córnea e medula óssea aparecem em seguida, com 123 e 22 pacientes, respectivamente. Quase metade das famílias de potenciais doadores de órgãos no RN se recusa a liberar a doação, índice que chega, atualmente, a 42%.

A campanha será veiculada em mídias tradicionais, digitais, móveis e fixas, como outdoors e back bus (ônibus), explicando como pode ser feita a doação, quando é indicado e orienta a família com informações que ajudam a desmistificar o tema, como a aparência física após o procedimento e os custos para arcar com a doação, que não existem.



Lote de medicamento Omeprazol é suspenso por falha no rótulo

Do G1 – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, nesta segunda-feira (10) o lote 486773A do medicamento genérico Omeprazol 40 mg, pó liofilizado para solução injetável, da Eurofarma. O medicamento genérico é indicado para o tratamento de úlceras gástricas.

A suspensão foi determinada depois de a farmacêutica apresentar para a agência um comunicado de recolhimento voluntário do lote devido a falhas técnicas nos rótulos. O lote suspenso foi fabricado em janeiro de 2017 e era válido até dezembro de 2017.

Em nota, a Eurofarma afirmou que uma análise detalhada revelou que o lote 486773A apresentou desvios de qualidade relacionados à rotulagem. Assim, a empresa solicitou às distribuidoras e hospitais a suspensão imediaa da comercialização e utilização do lote.

Os outros lotes do produto, que não o 486773A, podem ser comercializados e utilizados normalmente. Consumidores que tenham comprado este lote devem contatar o SAC do fabricante pelo telefone 0800-704-3876 ou pelo e-mail euroatende@eurofarma.com.br para serem orientados sobre a troca.



Em nota Sesap esclarece que TAC sugerido é para revisão em hospitais da rede estadual

A respeito do Termo de Ajustamento de Conduta assinado pelo Governo do Estado com o Ministério Público do Trabalho e o Ministério Público Estadual, esclarecemos o que TAC foi sugerido pelo MP após um minucioso estudo realizado sobre o atendimento na rede de hospitais regionais do RN, que identificou a necessidade de uma adequação à realidade financeira do Estado.

O Termo determina a elaboração de um plano de revisão dos hospitais da rede, observando-se critérios de otimização dos recursos orçamentários escassos.

Também está prevista a conversão de hospitais que não apresentam condições estruturais de atendimento pleno para Unidades de Pronto-atendimento, UBS – Unidade Básica de Saúde, Sala de Estabilização, de forma que permaneçam em funcionamento como unidades de saúde.

Trata-se, portanto, de um reordenamento para definir uma melhor aplicação e distribuição dos recursos destinados à rede e, consequentemente, por um melhor atendimento à população, com hospitais em pleno funcionamento.

O Governo do Estado trabalha para garantir o melhor atendimento a toda a população, sem desperdício de recursos.



Sindsaúde terá que garantir 70% dos servidores em serviço durante greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN) terá de garantir um contingente de, pelo menos, 70% dos servidores públicos estaduais da área da saúde em todas as regionais, unidades de atendimento de saúde e para todas as especialidades, a fim de permitir a continuidade da prestação desse serviço público essencial. A decisão é referente à Ação Cível Originária n° 2017.006999-6, sob a relatoria do desembargador Amílcar Maia (em substituição legal), sob pena de multa diária de R$ 10 mil, a ser suportada pela entidade, em caso de descumprimento.

A ação foi movida pelo Estado, o qual alegou, dentre outros pontos, que, apesar de existir divergências sobre o direito de greve no Supremo Tribunal Federal (STF), “existem categorias de servidores públicos que, pela natureza da função pública exercida, não podem sequer exercitar tal direito (de greve)“. Para o ente público, é o caso dos autos, já que a saúde pública é dever do estado, um direito de todos e essencial a população, segundo a própria Carta magna.

O movimento foi notificado no dia 12 de junho de 2017 ao Secretário de Saúde acerca da deliberação da categoria na assembleia do dia 07.06.2017, a qual aprovou deflagração de greve geral com início no próximo dia 30.

Continue lendo



Começa campanha do “JULHO VERDE”

Campanha-Julho-Verde-tem-início-em-todo-Brasil
Campanha Julho Verde tem início em todo Brasil

A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço – SBCCP preparou mais uma Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço – “Julho Verde”, visando conscientizar a população sobre a doença, seus principais fatores de risco e como preveni-la. No Rio Grande do Norte, a campanha é coordenada pelo vice-presidente da SBCCP, Dr. Luís Eduardo Barbalho de Mello.

A programação do “Julho Verde” no Rio Grande do Norte contará com palestras, seminário, audiência pública e um evento no Parque das Dunas, que deverá envolver a população sobre os cuidados da prevenção através de palestras e ginástica laboral.

O dia 27 de julho foi definido como o Dia Mundial do Câncer de Cabeça e Pescoço no congresso mundial da especialidade, realizado em 2014, pela Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço, e a SBCCP, que em 2017 comemorará o seu Jubileu de Ouro, realiza este ano a 3ª edição da Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço – “Julho Verde”, visando conscientizar a população sobre a doença, seus principais fatores de risco e como preveni-la.

Programação do JULHO VERDE no RN:

08/07 – 9h – Ação no Parque das Dunas

10/07 – 14h – Audiência Pública na AL/RN

14/07 – 14h – Seminário na UERN em Mossoró/RN



Sesap diz que liminar deferida pelo TJRN impede profissionais da saúde de parar

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte deferiu liminar em ação protocolada pela Procuradoria-Geral do Estado, no último dia 28, reconhecendo e declarando a ilegalidade da greve iniciada nesta sexta-feira (30) pelo Sindicato dos Servidores em Saúde do RN.

O Mandado de Intimação e Citação foi expedido para o SindSaúde (Sindicato dos Servidores da Saúde) no final da manhã de hoje.

Portanto os serviços nas unidades de saúde estaduais deverão seguir os termos da decisão, e continuar em normalidade.



Médico Belísio Neto no quadro Envelhecer com Saúde (Doenças Vasculares Periféricas)

O médico Belísio Neto, geriatra, participou nesta terça-feira (27) do quadro Envelhecer com Saúde no programa Comando Geral da Rádio Caicó, falando sobre Doenças Vasculares Periféricas.

Assista:



“Colocar dinheiro no SUS sem transformar o sistema é jogar dinheiro fora”, diz consultor do Conass

“Colocar dinheiro no SUS sem transformar o sistema é jogar dinheiro fora”, diz consultor do Conass

O consultor do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saude), Eugênio Vilaça Mendes, diise hoje em Natal, que “colocar dinheiro no SUS sem transformar o sistema é jogar dinheiro fora”. Segundo ele a solução para os problemas do SUS passa por uma revolução no sistema.

De acordo com Mendes, o primeiro movimento para que isso ocorra é se prestar atenção para a transição demográfica que o país atravessa. “O Brasil tem hoje 28 milhões de idosos e logo logo esse número vai dobrar. Isso significa dizer que haverá o aumento de doenças crônicas. 78% das doenças no Brasil são doenças crônicas. É preciso o controle das doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, por exemplo”.

Ele afirmou que na Inglaterra se tem programas de controle de prevenção e que isso possibilita que as pessoas se cuidem mais.  Ele disse também que é preciso olhar melhor para a atenção primária. “Uma atenção primária resolve 95% dos problemas e só 5% vão ao especialista. Portanto, o SUS tem que organizar transversalmente a logística”.

Eugênio Vilaça fez palestra no Encontro Estadual de Planejamento e Gestão do SUS: efetivando parceria Conass/Sesap, que acontece nesta segunda-feira, 26, até as 17 horas, no Praiamar Hotel, em Ponta Negra, com a participação do secretário de Saúde, George Antunes, além de gestores e técnicos da Sesap. O tema de sua palestra foi “As redes de atenção à Saúde”.



Sesap faz reunião sobre pagamento de profissionais do Hospital Regional de Caicó

Reunião na Sesap tratará sobre pagamentos de profissionais do Regional de Caicó

Os médicos e profissionais de saúde que trabalham no Hospital Regional de Caicó, tiveram o salário referente ao mês de abril deste ano, pago na última sexta-feira (23). Eles estavam ameaçando paralisar as atividades caso o pagamento não fosse realizado. Mas, a possibilidade ainda existe. É que o Município de Caicó está se recusando a fazer o repasse financeiro para a unidade hospitalar.

O Governo do Estado repassa cerca de 300 mil reais para a Prefeitura de Caicó para que o ente repasse para o Hospital Regional. Esse valor juntamente com o que é produzido pelo Hospital como AIHs e outros serviços, e, com uma pequena contrapartida do Município é feito o pagamento da folha da referida casa de saúde.

Diante da possibilidade de paralisação dos profissionais que atuam no Hospital, o secretário George Antunes, titular da Sesap, convocou uma reunião com a direção do Hospital, a Secretaria de Saúde de Caicó, representante dos médicos, do Município e outros técnicos para tratar sobre o repasse financeiro.