Brasil registra novo recorde com 4.249 mortes por Covid nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (8):

– O país registrou 4.249 óbitos nas últimas 24h, totalizando 345.025 mortes;

– Foram 86.652 novos casos de coronavírus registrados, no total 12.279.857 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 11.732.193, com o registro de mais 68.035 pacientes curados. Outros 1.202.639 pacientes estão em acompanhamento.


Gilmar Mendes vota pela proibição de cultos e missas; sessão é adiada

Ministro votou contrário a liberação

O ministro Gilmar Mendes votou, durante sessão no Supremo Tribunal Federal (STF), improcedente o pedido de reabertura de templos religiosos durante a pandemia de COVID-19. A sessão foi suspensa e será retomada nesta quinta-feira (08), às 14h.

Segundo Gilmar, a restrição aos locais não interfere na liberdade religiosa. No voto, fez reiteradas defesas às medidas de distanciamento social no combate à pandemia, com exemplos internacionais, e chamou postura contra de “negacionismo”.

Tribuna do Norte


Instituto Butantan decide suspender a produção da Coronavac por falta de insumos

Vacina tem produção paralisada por falta de insumos

O Instituto Butantan paralisa temporariamente a produção da vacina Coronavac que está sendo utilizada contra a Covid-19. A decisão de suspender foi devido a falta de matéria-prima.

Mas a entrega de vacinas vai permanecer na próxima semana, porque tem 2,5 milhões de doses já prontas aguardando o prazo do controle de qualidade.

O Butantan também informa que vai cumprir os prazos estabelecidos nos contratos com o Ministério da Saúde e ainda se comprometeu a entregar 46 milhões de doses até o fim de abril.

Em novo carregamento de matéria-prima (IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) estava previsto para chegar da China na próxima sexta-feira, dia 09 de abril, mas o prazo precisou ser adiado. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), adimitiu o atraso em coletiva de imprensa nesta quarta-feira 07.

Continue lendo

Governadora anuncia chegada de 69 mil doses de vacinas contra covid-19 nesta quinta

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, anunciou a chegada de 69 mil doses de vacinas contra a covid-19 ao Estado nesta quinta-feira (8). Segundo ela informou, serão enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) 32 mil doses da CoronaVac e 37 mil da AstraZeneca.

A governadora informou ainda que esse novo lote será direcionado para a 1ª dose em idosos e trabalhadores das forças de segurança, e a 2ª dose de trabalhadores de saúde e idosos de 74 a 70 anos, segundo a orientação do Plano Nacional de Imunização (PNI/MS).


Mais de 8,6 mil pessoas podem estar com a 2ª dose da vacina contra a covid-19 atrasada, aponta RN Mais Vacina

Vacina pode estar atrasada para muitos

A vacinação contra a covid-19 no Rio Grande do Norte teve seu pontapé inicial em janeiro, com a chegada do primeiro lote da vacina Coronavac no estado. Desde então, mais de 435 mil doses do imunizante já foram aplicadas em todos os municípios do RN. Há, porém, um dado preocupante neste cenário. Mais de 8,6 mil potiguares estão com a segunda dose da vacina atrasada por não terem comparecido aos postos de vacinação dentro do prazo estimado. É o que aponta o sistema RN Mais Vacina, plataforma desenvolvida pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN).

De acordo os números apresentados pela plataforma, pouco mais de 83 mil doses aplicadas até o momento no RN correspondem a segunda dose, todas da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. A bula do imunizante aponta que o prazo para administrar a segunda dose é a partir de 14 dias após a primeira, sendo o prazo ideal entre 21 e 28 dias após a aplicação inicial.

Continue lendo

WhatsApp e OMS lançam pacote de figurinhas de vacinação contra Covid-19

Figurinhas do novo pacote disponível no WhatsApp

O WhatsApp, em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), lançou nesta terça-feira (6) um novo pacote de figurinhas chamado “vacinas para todos”. As ilustrações prestam homenagem aos funcionários da saúde e à vacinação contra a Covid-19 em curso, além de transmitir alegria e desejos para o pós-pandemia. O pacote está disponível para download diretamente no aplicativo de mensagens para celulares Android e iPhone (iOS).

O WhatsApp também revelou que, no último ano, os canais de apoio criados pelo app em parceria com instituições recebeu mais de 3 bilhões de mensagens. Eles são, em sua maioria, bots que fornecem informações sobre os serviços de saúde e esclarecem dúvidas sobre o coronavírus.

TechTudo


Covid-19: Brasil atinge recorde de 4.195 mortes em 24h

Aumento nos casos de óbitos foi registrado – (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)

Em dia de recorde, o Brasil atingiu a marca de 4.195 mortes registradas nas últimas 24h, totalizando 336.947 vidas perdidas. O número é o maior desde o início da pandemia no país, que começou em março de 2020. Os dados foram pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass). Além de superar pela primeira vez os 4 mil óbitos diários, a marca bate a anterior, de quarta-feira passada, 31 de março, quando foram relatadas 3.869 mortes.

Com a atualização dessa terça-feira (06), são 86.979 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.100.580 pessoas já foram infectadas. O número total de recuperados do Covid-19 é 11.558.784, com o registro de mais 122.595 pacientes curados. Outros 1.204.849 pacientes estão em acompanhamento.

O País tem assistido a um aumento vertiginoso de casos, internações e óbitos ao longo do último mês. Em março, 66.868 morreram pelo novo coronavírus, 20.799 nos últimos sete dias.

Segundo dados da plataforma Our World in Data, associada à Universidade de Oxford, apenas dois outros países já tiveram mais de 4.000 vítimas da doença em um só dia: os Estados Unidos, em janeiro deste ano, e o Peru, em agosto de 2020, após a revisão de números represados.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (78.554), Rio de Janeiro (38.040), Minas Gerais (25.795), Rio Grande do Sul (21.018) e Paraná (17.685). Já as Unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.306), Amapá (1.346), Roraima (1.362), Tocantins (2.133) e Sergipe (3.642).

Vacinação

Até o início da noite de hoje, haviam sido distribuídas 43,3 milhões de doses de vacinas. Deste total, foram aplicadas 22,4 milhões de doses, sendo 17,4 milhões da 1ª dose e 4,9 milhões da 2ª dose.

Tribuna do Norte


Covid-19: Justiça indefere liminar que pedia autorização da venda de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes no RN

Decisão não autoriza venda de bebidas alcoólicas

O desembargador João Rebouças, do Tribunal de Justiça do RN, indeferiu pedido de concessão de liminar feito pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/RN) para suspensão da eficácia do artigo 12 do Decreto Estadual nº 30.458, de 1º de abril de 2021, com a consequente autorização da venda de bebidas alcoólicas por parte dos bares, restaurantes e similares, em meio ao retorno das atividades presenciais nesses estabelecimentos.

O desembargador entendeu não estar presente o requisito da “fumaça do bom direito” em favor da Abrasel, não obstante as dificuldades com que o setor econômico no Estado vem passando, em razão das medidas de restrições impostas no combate ao coronavírus.

João Rebouças destacou não vislumbrar, ainda que em análise superficial, qualquer ilegalidade ou falta de motivação no ato normativo. Em seu entendimento, a discricionariedade da administração, neste caso, encontra-se amparada em dados técnicos que sugerem a pertinência do Decreto (Recomendação do Comitê de Especialistas da SESAP -RN), “sobretudo no que concerne à venda de bebidas alcoólicas que, conforme é consabido, o seu consumo, na maioria das vezes, é realizado mediante a reunião de pessoas amigas, familiares, implicando aglomerações, o que vai de encontro ao objetivo central, que é o isolamento de pessoas”, anotou o magistrado.

Continue lendo

RN tem 11 cidades sem registro de óbitos por Covid-19

São José do Seridó é um dos municípios sem registros de óbitos

G1/RN – O Rio Grande do Norte ultrapassou as 4,6 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, que completou um ano em março. Na contramão disso, no entanto, 11 dos 167 municípios do estado não contribuíram com esse dado ao não registrar nenhuma morte pela doença durante todo esse período.

Mortes e casos de Covid nas cidades do Rio Grande do Norte
Os números estão na edição mais recente do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que saiu na segunda-feira (5). Os municípios, que representam 6,5% do total de cidades do RN, são:

Bodó
Frutuoso Gomes
Galinhos
Jardim de Angicos
Lucrécia
Pedra Preta
Riacho de Santana
Santana do Seridó
São José do Seridó
Timbaúba dos Batistas
Vila Flor

Duas dessas cidades, no entanto, atualmente têm óbitos em investigação, que podem ou não confirmar a causa da morte por Covid-19.

Continue lendo

MPRN ajuíza ação civil pública para obrigar Governo do Estado a permitir retorno de aulas presenciais

MPRN move ação para que Governo determina o retorno de aulas presenciais

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) para que o Governo do Estado seja obrigado a permitir o retorno das aulas presenciais em todas as instituições de ensino públicas e privadas, estaduais e municipais, em quaisquer das etapas da Educação Básica. Esse retorno deve ser de forma híbrida, gradual, segura e facultativa. A ação foi ajuizada nesta segunda-feira (5) com pedido de antecipação de tutela, para o Estado permitir a volta das aulas presenciais, em todas as etapas da educação básica da rede privada e da rede pública de ensino.

A ação civil é baseada na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente. Para o MPRN, a educação deve ser tratada como atividade essencial, sendo a primeira a retornar e a última a paralisar. E essa paralisação deve ocorrer apenas em caso de justificada necessidade sanitária.

Continue lendo

Caicó recebeu 3.280 doses de vacina contra o Covid-19

Vacinas chegaram sob envio da Sesap

A Secretaria Municipal de Saúde de Caicó recebeu nesta segunda-feira (05), da Sesap/RN, 3.160 doses de vacinas CoronaVac para imunizar pessoas que já tomaram a primeira dose e mais 120, para quem ainda não foi vacinado.

A orientação sobre quem imunizar nas cidades é feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública.

Um dos públicos atendidos nesta semana é o da faixa etária com mais de 80 anos.

As equipes de saúde estarão nos bairros com o trabalho de imunização. Além disso, na quarta (07) e quinta-feira (08), das 13h30min às 16h, serão vacinados, no prédio da antiga Prefeitura, os profissionais de saúde que já tomaram a primeira dose.

No mesmo local, serão vacinados, os idosos com mais de 67 anos, que ainda não tomaram a vacina.

A apoiadora técnica da Secretaria de Saúde, Jardênia Noronha, disse que “quanto às forças armadas, demais profissionais da saúde e idosos com idade inferior a 67 anos, seguimos aguardando a chegada de mais vacinas e o direcionamento por parte da Sesap. O município não tem autorização para utilizar as segundas doses como primeira sob risco da imunização não ser eficaz”.


Covid-19: Fiocruz vai entregar 18 milhões de vacinas até 1° de maio

Nesta semana, Bio-Manguinhos prevê liberar 2 milhões de doses – (Foto: Tomaz Silva/ABr)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou hoje (5) a previsão de entregar, até o dia 1º de maio, 18,4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações.

Nesta semana, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) prevê liberar 2 milhões de doses da vacina contra covid-19. Entre 12 e 17 de abril, mais 5 milhões serão disponibilizadas ao Ministério da Saúde. Nas semanas seguintes, serão entregues 4,7 milhões, de 19 a 24 de abril; e 6,7 milhões, de 26 de abril a 1 de maio.

O cronograma da Fiocruz prevê que 100,4 milhões de doses serão produzidas em Bio-Manguinhos até julho, a partir de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China.

Continue lendo

Covid-19: Atenção para os horários de funcionamento do comércio, de acordo com o Decreto

Comercio tem horário diferenciado a partir desta segunda

Veja o que pode e o que não pode com o novo decreto:

Centros comerciais, shopping center, galerias e congêneres
– Funcionamento: 10h às 20h;
– Capacidade 50% limitada ou 1 pessoa para cada 5m², o que for menor; – – Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Lojas e Serviços em geral
– Funcionamento: 08h30 às 16h30;
– Capacidade 50% limitada ou 1 pessoa para cada 5m², o que for menor; – – Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Food parks, restaurantes, bares, lojas de conveniência e similares
– Funcionamento: 11h às 20h;
– Capacidade 50% limitada ou 1 pessoa para cada 5m², o que for menor; — Adoção dos protocolos geral e setorial específico;
– Consumo e atendimento apenas paras clientes sentados, exceto lojas de conveniência;
– Proibição de consumo de bebidas alcoólicas.

Salões de beleza, barbearias e afins
– Capacidade 50% limitada ou 1 pessoa para cada 5m², o que for menor; – – Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Academias de ginástica, box de crossfit, estúdios de pilates e afins
– Funcionamento: 06h às 20h;
– Capacidade 50% limitada ou 1 pessoa para cada 6,25m², o que for menor; Adoção dos protocolos geral e setorial específico.


Brasil tem 1.240 mortes por covid-19 em 24 horas

O Brasil chegou a 331.433 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (4). Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.240 novos óbitos pelas secretarias estaduais de Saúde.

A soma de casos acumulados foi de 12.984.956. De ontem para hoje, foram notificadas 31.359 novos casos de infecção. Os dados indicam também que 1.296.002 pacientes estão, neste momento, em acompanhamento. Outros 11.357.521, o correspondente a 87,5% dos infectados, já se recuperaram.

Os registros de casos e mortes costumam ser menores em feriados, sábados e domingos, em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias de Saúde. O represamento das informações durante os fins de semana costuma inflar os dados dos dias seguintes.

Estados

São Paulo chegou a 2.527.400 pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (1.156.435) e o Rio Grande do Sul (860.136). Já o Acre tem o menor número de casos (71.157), seguido de Roraima (90.350) e do Amapá (98.898).

Em número de mortes, São Paulo também lidera, com 77.020 óbitos. O Rio de Janeiro (37.687) e Minas Gerais (25.654) aparecem na sequência. Os estados com menos mortes são o Acre (1.291), Amapá (1.323) e Roraima (1.352).

Agência Brasil


Covid-19: entidades destacam importância de higienização bucal

Manual indica procedimentos a serem adotados – (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

A ciência já identificou a boca como porta de entrada de microrganismos que podem causar diversos tipos de doenças, em especial pulmonares e cardíacas. Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO) e a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amibi), a falta de higiene bucal também pode potencializar os efeitos da covid-19 no organismo, uma vez que é grande a replicação do vírus em glândulas salivares, língua e saliva.

Diante dessa constatação, as duas entidades criaram um manual com procedimentos a serem adotados para a higienização bucal de pacientes internados em unidades de terapia intensivas (UTIs). A limpeza é feita com a ajuda de uma substância que, por meio de oxidação, reduz as colônias de microrganismos na boca. 

Esse tipo de procedimento já vinha sendo adotado para prevenção de pneumonias causadas por outros microrganismos, como bactérias, tanto em pacientes entubados quanto naqueles em que foi necessário fazer procedimento de traqueostomia, reduzindo significativamente os casos de contaminação. Agora, estamos adaptando aos pacientes ligados à ventilação mecânica por causa da covid-19”, disse à Agência Brasil o coordenador da Comissão de Odontologia Hospitalar do CFO, Keller De Martini.

*Leia a notícia completa da Agência Brasil, AQUI


Ministro Kassio Nunes libera celebrações religiosas presenciais em todo país

Ministro Nunes Marques decide por liberar celebrações e cultos

O ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou neste sábado (03) as celebrações religiosas presenciais em todo país, desde que os cultos, missas e reuniões sigam os protocolos sanitários estabelecidos devido a pandemia da covid-19.

“Concedo a medida cautelar pleiteada, ad referendum do Plenário, para o fim de determinar que: os Estados, Distrito Federal e Municípios se abstenham de editar ou de exigir o cumprimento de decretos ou atos administrativos locais que proíbam completamente a realização de celebrações religiosas presenciais, por motivos ligados à prevenção da Covid19”, escreveu Nunes Marques na decisão.

A decisão se refere a um pedido que estava em tramitação desde março de 2020, da Associação Nacional de Juristas Evangélicos.

Kassio reconhece a pandemia, mas destaca “diversas atividades também essenciais, tais como o serviço de transporte coletivo, vêm sendo desenvolvidas ainda que em contexto pandêmico, demandando para tanto um protocolo sanitário mínimo que, com as devidas considerações, poderia ser também adotado no presente caso”.

O magistrado também destaca a gravidade do momento, mas reconhece a necessidade de atividades como estas para o contexto: “que o momento é de cautela, ante o contexto pandêmico que vivenciamos. Ainda assim, e justamente por vivermos em momentos tão difíceis, mais se faz necessário reconhecer a essencialidade da atividade religiosa, responsável, entre outras funções, por conferir acolhimento e conforto espiritual”.

As medidas sanitárias a serem cumpridas por parte das congregações se referem a:

Limitação de presença (no máximo, 25% da capacidade);

– Distanciamento social (com ocupação de forma espaçada entre os assentos e modo alternado entre as fileiras de cadeiras ou bancos), observância de que o espaço seja arejado (com janelas e portas abertas, sempre que possível);

– Obrigatoriedade quanto ao uso de máscaras;

Disponibilização de álcool em gel nas entradas dos templos;

– Aferição de temperatura, fixadas estas como balizas mínimas, recomendando-se também outras medidas profiláticas editadas pelo Ministério da Saúde; sem prejuízo da possível e gradativa mitigação das restrições pelo Poder Executivo, conforme haja evolução positiva no
tratamento e combate à pandemia.

CNN Brasil


Agnaldo Timóteo morre no Rio de Covid aos 84 anos

Agnaldo Timóteo morre por Covid-19 – (Foto: Sesc Piracicaba)

G1 – O cantor Agnaldo Timóteo, uma das vozes mais conhecidas da música romântica brasileira, não resistiu às complicações decorrentes da Covid-19 e morreu neste sábado (3) no Rio. Ele tinha 84 anos.

O cantor iniciou a carreira na década de 1960 e se consolidou com canções românticas. Na política, teve mandatos como deputado federal e vereador em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Agnaldo estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio. Médicos acreditam que o artista de 84 anos contraiu o coronavírus no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina.

No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para “ser tratado de forma mais segura” contra a doença, segundo a família.

“É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha”, disse a família, em nota.


RN: Igrejas terão missas com 20% da capacidade de segunda a sábado

Missas terão participação reduzida de fiéis

Os bispos da Igreja Católica que compõem a Província Eclesiástica de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha (Natal), Dom Mariano Manzana (Mossoró) e Dom Antônio Carlos Cruz Santos (Caicó), emitiram neste sábado (03), uma nota com orientações aos fiéis sobre a participação nas celebrações.

O documento diz que “em consonância com o decreto do Governo do Estado n° 30.458, de 1º de abril de 2021, autorizamos, a partir de segunda-feira (05), a realização de celebrações com a participação presencial de fiéis (20% da capacidade total), de segunda a sábado, respeitando o “toque de recolher” (das 20h às 6h e aos domingos e feriados em tempo integral), observando criteriosamente as regras de distanciamento social e as medidas de biossegurança”.

Aos domingos, as celebrações acontecem de forma remota, com os fiéis podendo acompanhar de casa, pelo rádio ou pelas páginas (Facebook) e canais (YouTube) das paróquias.

O atual formato, permanece válido durante o período de vigência do decreto estadual ou enquanto não for mandado o contrário.


UFRN ultrapassa a marca de 100 mil testes da covid-19

Foto Cícero Oliveira

Contribuindo com o enfrentamento da pandemia da covid-19, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou há um ano uma força-tarefa para auxiliar o estado na realização de testagem. Nesta terça-feira, 30 de março, o Instituto de Medicina Tropical (IMT-UFRN) alcançou um total de 100.305 exames, sendo 92.180 somente do tipo RT-PCR (swab).

Entre as diversas ações desenvolvidas pela UFRN, a realização dos testes para diagnóstico da covid-19 é uma iniciativa que conta com o trabalho voluntário de servidores e estudantes de vários setores da Universidade, como o IMT, Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), Escola Multicampi de Ciências Médicas do RN (EMCM), Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa), além do apoio do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

Continue lendo

Mais de 70 mil vacinados da Paraíba não retornaram para segunda dose

Quem perde a data, ainda pode tomar o reforço da vacina – (Foto: Tânia Rêgo/ABr)

Mais de 70 mil paraibanos que tomaram a primeira dose da vacina CoronaVac ainda não apareceram para tomar a segunda dose.

A aplicação da segunda dose deve acontecer com um intervalo de 28 dias após a primeira. O governador da Paraíba, João Azevêdo, usou as redes sociais para alertar sobre o quadro e fazer um apelo à população.

Mais de 70 mil pessoas em toda a Paraíba, que receberam a primeira dose da Coronavac, ainda não procuraram os postos de vacinação para tomar a segunda dose. Essa dose é fundamental para garantir a imunização”, disse Azevêdo em sua conta no Twitter.

A vacina produzida no Instituto Butantan é a mais usada para vacinação no estado.

Renovamos o apelo para todos que foram vacinados até 5 de março, retornem aos postos para receber a segunda dose e garantir que estarão livres do risco de ser mais uma vida que perdemos para essa doença terrível”, acrescentou.

O governador também pediu aos municípios que façam uma busca ativa para garantir a cobertura vacinal da sua população.

Quem perde a data, ainda pode tomar o reforço da vacina. Dúvidas podem ser esclarecidas com as secretarias estaduais de Saúde.

Agência Brasil