Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Conteúdos eram relativos ao coronavírus e foram considerados nocivos – (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A rede social Facebook publicou nesta terça-feira (12) relatório sobre as ações tomadas para prevenir a disseminação de conteúdos falsos ou duvidosos na internet. Segundo o Relatório de Aplicação dos Padrões da Comunidade, cerca de 50 milhões de postagens relacionadas ao novo coronavírus, publicadas tanto no Facebook quanto no Instagram, foram consideradas incompatíveis com as políticas da empresa.

Passamos os últimos anos construindo ferramentas, equipes e tecnologias para ajudar a proteger as eleições de interferências, evitar a disseminação de desinformação em nossos aplicativos e manter as pessoas protegidas de conteúdos nocivos”, afirma o vice-presidente de Integridade do Facebook, Guy Rosen, em comunicado.

Continue lendo

Aplicativo de combate ao Coronavírus tem 5 mil usuários cadastrados e mais de 400 denúncias de aglomerações

Aplicativo atinge 5 mil usuários no RN

A plataforma Tô de Olho, ferramenta que auxilia autoridades públicas a evitar aglomerações com o objetivo de conter o avanço do novo Coronavírus (Covid-19), já bateu a marca de 5 mil usuários cadastrados.

Desenvolvida pelo Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) e Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a tecnologia – que também funciona como aplicativo disponível no Google Play – permite que usuários de todo o estado possam fazer denúncias diretamente ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) caso saibam da ocorrência de concentrações de pessoas em locais públicos.

Continue lendo

Instagram disponibiliza templates no modo Criar nos Stories

Novos modelos do Instagram Stories já estão disponíveis – (Foto: Helito Beggiora/TechTudo)

O modo Criar do Instagram Stories agora tem a função “Modelos”, que oferece diversos templates para o usuário publicar histórias sem a necessidade de recorrer a aplicativos de terceiros.

Entre as opções, estão listas de pizzas e músicas favoritas, desafio de desenho, recomendação de série para assistir, citação do dia e indicações de contas para seguir.

Ao todo, estão disponíveis oito modelos para os usuários de iPhone (iOS) e celulares Android.


Covid-19: Apple e Google anunciam monitoramento para combater pandemia

Foto: Marcelo Casal Jr – Agência Brasil

Os conglomerados de tecnologia Google e Apple, dos Estados Unidos, anunciaram uma iniciativa conjunta de rastreamento de pessoas para ser utilizada por governos para monitorar os fluxos de circulação de pessoas como forma de controle da disseminação da pandemia do novo coronavírus.

A tecnologia vai envolver interfaces de programação de aplicação (APIs, na sigla em inglês) no nível de sistemas operacionais para facilitar que aplicações de autoridade de saúde possam utilizar os dados dos smartphones para medir o fluxo de pessoas. O Google é o detentor do sistema operacional Android e a Apple, do iOS, concentrando quase a totalidade de smartphones do planeta.

Os apps oficiais de governos poderão ser baixados nas lojas (Play Store do Google e Apple Store da Apple).

Continue lendo

Covid-19: governo libera multiprogramação na TV digital por 12 meses

As emissoras de televisão comerciais, públicas e educativas poderão utilizar o recurso de multiprogramação em seus canais de forma temporária pelos próximos 12 meses. É o que prevê o decreto 10.312 de 2020, editado pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 4 de abril.

A multiprogramação é um recurso da TV digital que permite a um mesmo canal transmitir programações simultâneas em até quatro faixas de programação. De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), no Sistema Brasileiro de TV Digital esse recurso só é permitido para os canais consignados a órgãos e entidades integrantes dos poderes da União: TV Brasil (EBC), TV Câmara, TV Senado e TV Justiça. O decreto presidencial amplia essa permissão para as todas as emissoras comerciais e educativas do Brasil em razão da pandemia.

O decreto também determina que as emissoras só poderão veicular conteúdo específico destinado às atividades de educação, ciência, tecnologia, inovação, cidadania e saúde, com fins exclusivamente educacionais ou de exploração comercial, em razão da pandemia de covid-19.

Para viabilizar a multiprogramação, as emissoras deverão celebrar convênios específicos, que precisam ser comunicados ao MCTIC no prazo de 30 dias.

Agência Brasil


Programas de teleconferência ganham popularidade na internet

Com as medidas de isolamento e quarentena em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as pessoas passaram a ter maior demanda de comunicação virtual, seja no âmbito do teletrabalho, seja para comunicação entre amigos e parentes. As aplicações de videconferência são uma das ferramentas que vêm ganhando mais popularidade.

Agência Brasil fez uma lista de alternativas que podem ser utilizadas pelos internautas.

Zoom

Zoom é um aplicativo (app) de videoconferência que permite até 100 pessoas em uma reunião. Na modalidade gratuita, ele permite chamadas por até 40 minutos. Para além disso, é preciso adquirir um plano pago. Para acessar, a pessoa precisa baixar a aplicação, tanto no desktop quanto no smartphone. O aplicativo está entre os top charts da Play Store, onde tem a nota 4 (na escala de 0 a 5).

Continue lendo

TIM e Telefônica (dona da Vivo) negociam compra da Oi Móvel

Oi móvel pode ser vendida para TIM e Telefônica Brasil

A Telefônica Brasil, dona da Vivo, e a TIM anunciaram na noite desta terça-feira (10) que iniciaram negociações para comprar a rede móvel da operadora Oi. O comunicado foi feito pela Telefônica aos acionistas das duas companhias e ao Bank of America Merrill Lynch, assessor financeiro do Grupo Oi, que está em recuperação judicial.

A transação, se concretizada, criará valor para nossos acionistas e clientes através de maior crescimento, geração de eficiências operacionais e melhorias na qualidade do serviço. Além disso, contribuirá para o desenvolvimento e competitividade do setor de telecomunicações brasileiro“, diz nota enviada à imprensa.

Em recuperação judicial desde 2016, a Oi companhia ainda enfrenta prejuízos e chegou a contratar assessores financeiros para avaliar a operação de telefonia móvel, segundo o jornal “Valor Econômico”.

O processo de recuperação judicial da Oi envolve um total de R$ 65,4 bilhões em dívidas.

No início do ano, a empresa de telecom brasileira vendeu sua fatia de participação na operadora africana Africatel para petrolífera angolana Sonangol por US$ 1 bilhão.

Em relatório divulgado no início de janeiro, analistas do Bradesco BBI traçaram um cenário mais positivo para a companhia, com a expectativa de captações que somariam cerca de R$ 8 bilhões. A conta incluía a perspectiva do negócio angolano, além de um empréstimo-ponte de R$ 2,5 bilhões.

*G1


Criador da WWW propõe contrato para “consertar” internet

Um grupo de 80 organizações, lideradas pelo criador da World Wide Web, Tim Berners-Lee, divulgou proposta de novo contrato para a internet, com o objetivo de servir como guia para a formulação de medidas e políticas públicas relacionadas ao ambiente online. Governos, empresas e entidades da sociedade civil são convidadas a endossar o documento, disponível em um site específico.

A iniciativa surge em meio a críticas acerca de malefícios associados ao mundo virtual, da difusão de notícias falsas e discurso de ódio ao abuso no tratamento dos dados e falta de segurança, com vazamentos e crimes cibernético. O propósito é que a internet seja acessível aos cidadãos e possa voltar a ser um espaço seguro para seus usuários.

Continue lendo

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados em 17 estados nesta segunda, diz Anatel

Os celulares pré-pagos que não tiverem cadastro atualizado após terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas nesta segunda-feira (18).

A medida da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vale para consumidores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo.

Segundo a Anatel, menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dos 17 estados apresenta alguma pendência cadastral.

Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel.

O objetivo, segundo a agência, é garantir uma base cadastral “correta e atualizada”, a fim de evitar a ocorrência de fraudes (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores.


WhatsApp deve contar com novo recurso em breve: Transmissão ao vivo

Nova ferramenta do Whatsapp deve estar disponível em breve

O aplicativo de mensagens WhatsApp deve contar com novo recurso em breve para os usuários da popular plataforma.

A plataforma deve contar com o recurso de transmissão ao vivo, de acordo com o site especializado WABetaInfo.

“O aplicativo suporta um recurso de streaming. Eles podem usar a mesma tecnologia para transmissão de vídeo”, explicou o site.

Ainda sem data oficial para o lançamento, o recurso já passa por uma fase de analise na popular. Ele deve chegar em uma grande atualização próxima.


Governo lança consulta pública para estratégia das redes móveis 5G

O governo federal lançou uma consulta pública para ouvir a sociedade sobre uma proposta de estratégia nacional para a implantação de redes 5G no país. O nome é dado à próxima geração da infraestrutura de dados móveis, aquela empregada para garantir a conectividade e o acesso à Internet nas comunicações de equipamentos como smartphones, tablets e modems.

Os interessados em participar devem acessar o site específico da consulta, realizar cadastro e publicar suas contribuições.

O documento em consulta, elaborado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) aponta o 5G como mais do que uma melhoria em relação à rede 4G, em uso no país. A nova tecnologia, além de ampliar a velocidade do tráfego, também tem outras vantagens em relação às tecnologias de gerações anteriores.

*Leia a notícia completa da Agência Brasil aqui


Twitter divulga medidas para evitar fake news nas eleições

O Twitter divulgou nesta semana um comunicado com as medidas para as eleições deste ano. A plataforma, assim como Facebook, Google, Instagram e Whatsapp, vem buscando respostas em razão de preocupações com possíveis problemas e influências negativas no debate público, como a disseminação das chamadas notícias falsas ou de mensagens de ódio.

Na nota, a empresa afirmou que tem como objetivo “promover um ambiente cada vez mais saudável na plataforma”. Um dos focos será a verificação de contas de candidatos e partidos, de modo a coibir perfis falsos que possam divulgar informações e causar confusão nos eleitores.

Além dessa verificação, a própria rede social irá organizar sessões de perguntas e respostas com os candidatos, com o intuito de “facilitar o contato direto entre os candidatos e seus eleitores”. A companhia anunciou que firmou parceria com alguns veículos de mídia – como Band, RedeTV, Estadão, Rádio Jovem Pan, Revista Istoé e Catraca Livre – para a transmissão pela plataforma dos debates com os concorrentes à Presidência da República e aos governos de São Paulo e do Rio de Janeiro.

*Da Agência Brasil


4G já é utilizado por metade dos usuários do país

4G já é utilizado por metade dos usuários do país

De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a tecnologia 4G já representa 50,29%  do total de contratos de internet móvel do país, o que corresponde a 118.226.718 clientes. A tecnologia começou a ser utilizada no país em 2013 e o 5G está previsto para chegar ao país em 2020. O Brasil registrou um total de 235.076.217 linhas de telefonia móvel no mês de junho de 2018. O serviço vem seguindo tendência de queda e apresentou redução de 7.048.232 linhas nos últimos 12 meses, na comparação com maio, a queda foi de 394.230 linhas.

Continue lendo


Whatsapp limita encaminhamento de mensagens para combater fake news

O aplicativo de mensagens WhatsApp vai passar a ter um limite de destinatários para o encaminhamento de mensagens. Segundo a empresa, de propriedade do Facebook, o objetivo com isso é reduzir a disseminação de notícias falsas. A novidade foi anunciada ontem (19) pela empresa por meio de seu blog institucional.

O Whatsapp é a segunda maior rede social do planeta, com 1,5 bilhão de usuários. A plataforma perde apenas para o Facebook, com 2,2 bilhões de pessoas inscritas. No Brasil, são mais de 100 milhões de pessoas com o aplicativo.

Continue lendo


Facebook compra direitos de transmissão da Champions League

Quem acompanha a Champions League pela TV aberta, dessa vez vai precisar investir dinheiro em uma internet mais potente. Isso porque, neste ano, a Rede Globo decidiu não participar do leilão para transmitir os jogos do campeonato europeu. Quem comprou os direitos de transmissão foi o Facebook.

Antes mesmo de acontecer o leilão, a UEFA, União das Associações Europeias de Futebol, ofereceu à Rede Globo a transmissão de todos as partidas do campeonato, a escolha das quartas de final, além da transmissão exclusiva da última partida.

Na última Champions, o jogo decisivo para o campeão foi entre Real Madrid, da Espanha, e Liverpool, da Inglaterra. Mas mesmo tendo batido o recorde de audiência com a partida, a Globo decidiu não transmitir os jogos.

Um dos motivos foi a propaganda da marca de cerveja Heineken que a emissora precisava fazer, mesmo sem receber para isso. Já quem tem TV por assinatura, poderá acompanhar pelo canal Esporte Interativo.