Cunha diz que não fará PAUTA VINGATIVA contra Dilma

Eduardo Cunha e Dilma Rousseff em abril deste ano / Folhapress
Eduardo Cunha e Dilma Rousseff em abril deste ano / Folhapress

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a se manifestar neste sábado (18) sobre a sua decisão de romper com o governo da presidenta Dilma Rousseff.

A Agência Brasil destacou que em sua conta no Twitter, o presidente da Câmara desmentiu notas que saíram em revistas semanais e disse que não tratou com o vice-presidente da República e articular político do governo, Michel Temer, sobre os depoimentos da Operação Lava Jato.

“Em primeiro lugar quero desmentir as notas que estão em colunas de revistas sobre suposta conversa minha com Michel Temer”, disse. “Não tratei com ele em nenhum momento de futura citação dele por delatores. Isso não faz parte dos nossos diálogos”, continuou.