Currais Novos sai do colapso e é abastecida através do Dourado

Com as últimas chuvas na região seridoense, o açude Dourado que estava vazio por causa dos quatro anos consecutivos de seca na região, agora tem quase 60% da sua capacidade, volume equivalente a seis milhões de metros cúbicos de água. Dessa forma, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomou o abastecimento da cidade de Currais Novos, na noite dessa sexta-feira (15), após vários dias de trabalho intenso no recondicionamento e testes com equipamentos eletromecânicos e análises para controle da qualidade da água. Somado ao Dourado, também entrou em operação a Adutora de Engate Rápido construída pelo Departamento Nacional de Obras de Combate as Secas (DNOCS).

Açude Dourado volta a abastecer a cidade de Currais Novos
Açude Dourado volta a abastecer a cidade de Currais Novos – (FOTO: ACS/Caern)

Inicialmente a companhia dividiu a cidade em quatro setores que serão abastecidos de forma alternada a cada 48 horas. O setor 01 é formado pelos bairros Manoel Salustino, Inocoop, Walfredo Galvão, José Bezerra de Araújo e José Dantas Araújo que receberão água das 18h desta sexta-feira até 18h de domingo. Durante esse período a empresa vai monitorar o atendimento para que a água chegue também nas partes mais altas e para isso é necessário o controle na utilização do produto pelos clientes dos imóveis localizados em áreas de topografia mais baixa.

Segundo Adelson Sebastião dos Santos, responsável pelo escritório da Caern em Currais Novos, serão distribuídos 230 mil litros de água por hora (180 m³/h do Dourado e 50 m³/h da Adutora de Engate Rápido) para cada setor durante 48 horas, mas o fornecimento não será contínuo. “Podemos fazer interrupções a fim de atender outros bairros do mesmo setor para que todos recebam água, mesmo que seja por um período curto”, ressaltou Adelson.