Please enter banners and links.


Deputado denuncia que policial militar está marcado para morrer em Jucurutu

O deputado Nélter Queiroz (MDB), cobrou no último dia 30 de setembro, na instalação da Frente Estadual de Segurança Pública na Assembleia Legislativa, em Natal, ações mais efetivas para fazer cessar os homicídios frequentes que têm sido registrados em Jucurutu. “Na minha cidade, está se matando gente e anunciando o próximo”, disse.

O parlamentar, também, anunciou saber quem a próxima pessoa marcado para morrer. “Trata-se de um policial militar. Ele está na mira dessa turma (de traficantes)”, relata.

Em seu discurso, criticou o delegado da Polícia Civil, dizendo que ele não dá expediente na cidade. “Ele é um brasiliense, que não dá expediente, não investiga e nada anda. Eu já disse isso para o secretário de segurança, coronel Araújo”, denunciou.

A ainda criticou a Polícia Estadual de Trânsito e a PRF, afirmando que ela tem sido efetiva na apreensão de motocicletas. “A Segurança Pública do estado está funcionando, na apreensão das motos. É um terrorismo. Toda semana em Jucurutu”, relata.