Please enter banners and links.


Desembargador autoriza GAECO a aprofundar buscas em material apreendido na Operação Tubérculo

O Desembargador Gilson Barbosa, autorizou o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público, a fazer a “quebra de barreiras impostas nos arquivos eletrônicos ou equipamentos de TI encontrados com proteção de senha, criptografados ou outro, permitindo a visualização de seu conteúdo”.

O referido material consta no processo de “Lavagem” ou Ocultação de Bens, Direitos ou Valores Oriundos de Corrupção, que respondem, o prefeito de Caicó, Robson de Araújo, o vereador, Raimundo Inácio Filho e o empresário, Edvaldo Pessoa de Farias, presos na Operação Tubérculo, deflagrada em Caicó, em julho de 2018.

A decisão foi tomada depois que o Ministério Público informou que as técnicas usadas pelo ITEP do Rio Grande do Norte, não foram suficientes para extrair todos os conteúdos do que foi apreendido na operação. O órgão ministerial informou que dispõem de tecnologia mais avançada para aprofundar as buscas.