DHPP indicia suspeito de participação no homicídio do advogado Márcio Marinho

DIEGO foi indiciado pela DHPP

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), indiciou na manhã desta terça-feira (03), Diego Rafael Cabral da Silva, suspeito de ter participação no homicídio do advogado Márcio Marinho, em novembro de 2017.

Ele será indiciado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, por ter recebido e ocultado o revólver usado para matar o advogado, o qual lhe foi entregue pelo próprio executor do homicídio, a pessoa de Jesaías de Oliveira Silva.

Segundo as provas do inquérito, Jesaías, o taxista Roberto Malaquias e um adolescente, logo após o homicídio do advogado, foram se encontrar com Diego, tendo Jesaías entregue este revólver (usado no homicídio) e o próprio celular de Jesaías.