Dilma Rousseff defende a criminalização da homofobia

Reproducao/Facebook
Reproducao/Facebook

No Dia Internacional Contra a Homofobia, celebrado neste domingo (17), a página do Facebook da presidente Dilma Rousseff deixou uma mensagem apoiando a criminalização da violência contra a população LGBT.

“A presidenta Dilma tem compromisso com o combate a todo tipo de violência, seja contra mulheres, negros ou homossexuais. Não podemos viver com processos de discriminação que levem à violência”, diz a mensagem, citando nas entrelinhas um projeto para criminalizar a violência contra homossexuais que, em janeiro deste ano, foi arquivado pelo Senado.

Mais tarde, uma nova postagem apareceu na página abordando, novamente, o tema. “Este ano, até abril já foram registradas 356 denúncias [de violações contra a população LGBT], uma média de 3 por dia. Isso tem que acabar! Uma vida sem violência é direito de todos”. O projeto que criminaliza a homofobia foi defendido por Dilma em sua campanha para a reeleição.