Diretora de “Leningrado, Linha 41” estará na estreia do documentário em Caicó, nesta sexta-feira (23)

Dênia Cruz, diretora do filme estará em Caicó

A estreia de Leningrado, Linha 41, em Caicó, contará com a presença da diretora Dênia Cruz e da roteirista Luara Schamó. Elas confirmaram presença no lançamento do documentário que será realizando no Centro Cultural Adjuto Dias, nesta sexta-feira, e que conta com o apoio da Prefeitura de Caicó.

Leningrado, Linha 41 conta a história da ocupação que aconteceu na madrugada da sexta-feira santa em 2004, quando cerca de 120 famílias armam seus barracos e começam a luta pelo direito à moradia. Surge o assentamento Leningrado em Natal, uma alusão à cidade soviética sitiada em 1941 durante a segunda guerra mundial. Ambos lugares de resistência e dignidade. Após anos de existência, Leningrado ainda não tem serviços básicos como escola, saúde, segurança e lazer. Sua única ligação com a cidade é a linha 41, que precisa ser ampliada. Lenigrado, Linha 41 é uma história de luta por direitos humanos.

Acho importante levar ao Seridó nosso documentário, que faz uma discussão do ponto de vista urbano, mas que se trata de algo universal, pois existem muitos Leningrados por aí. É um filme político que irá provocar reflexão“, firmou Dênia Cruz.

Além do documentário, também serão exibidos dois filmes potiguares: Tropa Trupe – O Circo Enquanto Vida, de Babi Baracho e Diana Coelho, e Insustentável, de Seo Cruz e Júlio Castro. Sábado e domingo o projeto terá prosseguimento com exibição dos filmes clássicos: Branca de Neve e os Sete Anões e As Aventuras de Robin Hood, no sábado, e O Mágico de Oz e Uma Noite na Ópera, no domingo.

O lançamento de Leningrado, Linha 41 acontece dentro da segunda edição do projeto Cinema no Teatro, que é uma realização do Centro Cultural Adjuto Dias com apoio da Referência Comunicação.