Dono de cartório é detido na cidade Montanhas/RN por falsificação de documentos

Da Tribuna do Norte – O Ministério Público do Rio Grande do Norte deflagrou no início da manhã desta quinta-feira (16) a “Operação Ilusionista”, com o objetivo é combater crimes de falsificação de documentos cartorários de registros e escrituras no município de Montanhas, na região Leste do estado. O dono do cartório e um de seus filhos foram presos. Além desta cidades, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Natal.

De acordo com o MP/RN, cerca de 20 policiais militares apoiam os promotores de Justiça no cumprimento dos mandados durante a operação. As investigação foram coordenadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em conjunto com a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Nova Cruz.

Segundo o Diário de Justiça do RN, o dono do cartório de Montanhas já havia sido afastado provisoriamente do cargo de tabelião em agosto do ano passado, por suspeitas de irregulares durante sua gestão no Cartório Único de Montanhas. Na ocasião, um dos filhos pediu à Justiça para assumir o cartório de Montanhas, o que foi negado.

Ainda segundo o MP/RN, os valores subtraídos e desviados pelas pessoas que estão sendo investigadas na ação podem chegar a R$ 1,5 milhão de reais. A operação está em andamento e segue cumprindo os mandados.