Duplicação da reta Tabajara é discutida com Ministro dos Transportes, em Brasília

Governador Robinson Faria reunido com Ministro dos Tranportes1
Governador Robinson Faria reunido com Ministro dos Transportes

A duplicação da reta Tabajara (BR-304) foi a principal pauta da primeira de duas audiências realizadas em Brasília nesta quarta-feira,15, com a participação do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. A obra, orçada em R$ 233 milhões, e de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), está parada desde outubro do ano passado, prejudicando cerca de 60 mil motoristas diariamente.

Nós não podemos deixar que uma obra importante como esta fique parada. Viemos até o Ministro dos Transportes [Antônio Carlos Rodrigues], que nos recebeu com toda a sua equipe técnica. Estamos confiantes de que em breve teremos uma boa notícia”, destacou. O projeto, além da duplicação dos 26,7 km de rodovia, contempla a construção de marginais, viadutos, e pontes.

Além da reta Tabajara, foram discutidas outras obras desenvolvidas pelo Governo Federal no RN, como a adequação do contorno de Mossoró, a adequação do contorno de Campo Grande e o viaduto do Gancho de Igapó. Também foi citada a obra do trecho da BR 101, entre Natal e Parnamirim, que contempla 13,2 km de vias marginais, seis viadutos, cinco passarelas e passagem inferior, e já está licitada.

Para o diretor do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Jorge Fraxe, a audiência foi um sucesso. “O senhor ministro informou claramente que está aguardando a decisão final do orçamento com os contingenciamentos, se houver algum. E ficou muito claro que a reta Tabajara é para todo o Rio Grande do Norte, a grande prioridade dessas obras”.