Em 43 dias, Covid-19 matou mais que H1N1, sarampo e dengue em um ano

O Ministério da Saúde informou que, até a tarde da quarta-feira (9), o país havia registrado 800 mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em 43 dias, o vírus fez mais vítimas fatais do que dengue, H1N1 e sarampo mataram ao longo de todo o ano de 2019.

De acordo com dados do próprio Ministério da Saúde, a dengue matou 782 mortes em 2019, enquanto que o H1N1 provocou a morte de 796 pessoas e o sarampo de mais 15.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, 148 pessoas morreram em decorrência da dengue até o dia 28 de março deste ano, no país. Há um aumento na incidência da doença, que ao longo de 2019 teve 1.544.987 casos registrados no país, um aumento de 488% em relação ao ano anterior.

Ministério confirma que casos tem aumentado